Thinkpads, EliteBooks e Latitudes são realmente equivalentes?

Acho que você se refere a extinta Powernote. Hoje quem concorre diretamente com Avell são 2 A.M. (da Positivo) e N.A.V.E. (da DATEN).

1 curtida

No Brasil só Avell e Gigabyte no momento. 2AM e NAVE tinham, mas, estão momentaneamente pelo menos fora de catálogo.

1 curtida

A grande diferença entre esses produtos está na construção do gabinete e no projeto da placa-mãe. O processador é o mesmo, os discos são os mesmos, as memórias são as mesmas (tudo oem). Mesmo dentro dessas linhas (ThinkPad, Elite e Latitude), temos “séries” diferentes: equipamentos de entrada, medianos e top de linha. Não dá para comparar séries diferentes entre fabricantes diferentes.
E, obviamente, o suporte ao produto que, na minha opinião, não existe, NO MUNDO, igual à Dell.

2 curtidas

Sim, sim, a comparação é dada em termos generalistas porque mesmo dentro dessas linhas existem subcategorias.

1 curtida

Dell e a obsolescência programada? Assim que dá o fim da garantia tem problemas clássicos.
E embora seja anedótico, tive um por meses. Tentei negociar a licença do Windows e me deram uma banana. Tive que ir para a justiça, e depois o juiz ainda deu causa ganha a empresa, mesmo ela tendo oferecido acordo para devolver o custo do windows.

2 curtidas

Onde não temos?
Uma máquina com 5 anos de garantia, por si só, já estará obsoleta ao final deste período, independentemente da “obsolescência programada”, que todos sabemos que existe.

Sobre os controversos apontadores desses notebooks corporativos, pesquisando curiosamente achei modelos que eu desconhecia como os da Acer:

Notem que existem vários modelos com nomenclaturas próprias e pequenos detalhes de design como FineTrack nos Acer; SensePoint nos Asus; TrackStick e Dual Point nos Dell; StickPoint, QuickPoint e Quick Touch nos Fujitsu; Mouse Emulator nos Elonex; PointStick nos HP; TrackPoint nos IBM e Lenovo; NX Point nos NEC; Pointing stick nos Samsung, Unicomp e Sony; FlexPoint nos Sprintek; AccuPoint nos Dynabooks da Toshiba e por ai vai.

1 curtida

4 postagens foram mescladas em um tópico existente: O mecanismo de licitações é adequado para produtos tecnológicos?

Sobre a Dell, eu tenho um. Não o comprei novo, paguei bem barato num de segunda mão - adquiri no camelódromo da Uruguaiana (RJ, não RS - hahahaha), é um I3 3ª geração com um HD de 750 GB que estava ruim, 4 GB de RAM 1033 MHz (2 x 2 GB), bateria viciada, paguei 450 contos. No site diz que foi fabricado em 2014, mas pelo inxi diz que é de 2012. Troquei as memórias, coloquei um SSD e um HD que tinha e é melhor que o Compaq CQ-23 que era uns 4 anos mais novo. Ok, tava meio no bagaço, mas é uma máquina melhor que a que tinha e roda bastante bem coisas pesadinhas como Gnome e programas Adobe no Windows.

Digo isso pq sei de problemas com Dell, mas ainda assim é uma máquina bem melhor que várias porcarias mais novas mas feitas com material inferior e “antigo”

1 curtida

Dell é 8 ou 80 pelas opiniões de seus proprietários, tem gente que diz que depois que a IBM saiu do mercado é o que de melhor há em se tratando de PC, já outro grupo reclama que a marca (tal qual a Apple) cobra mais do que entrega sendo superestimada.
Até hoje não tenho opinião formada sobre, tanto é que quando fui adquirir meu atual notebook, fiquei entre um Dell e um Acer “equivalentes” em hardware e preço, cheguei a fazer a compra do Dell, mas, acabei cancelando.

Se for Allienware ou alguma linha profissional top, até que dá para conversar. Eu acho superestimado, porque sei o preço de um bom suporte e o tipo de coisa que ele tem de trazer, e não vejo isto na Dell.
Digo especificamente neste mercado. No de servidores, desconheço completamente e não quero ser injusto.
Mas um bom Thinkpad é uma das marcas de referência, apesar de tudo. Já foi mais. IBM tinha uma qualidade construtiva invejável, mas eram tempos em que se trabalhava com outras margens de lucro.

1 curtida

Eu tenho um G2 aqui, funcionando, que uso para depurar projetos Ionic em busca de gargalos de performance. :joy: Eu acho que logo nem vai conseguir mais rodar apps híbridos mas morrer, duvido.

1 curtida

A quantidade de reclamações com relação a Avell envolvendo superaquecimento e throttling não está no mapa…

2 curtidas

Por isso fiquei com receito de adquirir, os preços deles comparados aos equivalentes das grandes marcas internacional chegam até a uma diferença de 40% (financeiramente compensa na aquisição), mas, existem muitos relatos de problemas (pelo menos no YouTube), o que além das dores de cabeça poderia fazer o “barato” sair caro.
Eu por exemplo que uso notebook para “tudo”, não poderia me dar ao luxo de ficar sem um notebook novo para que o mesmo passasse por manutenções em outra região do país.

Olha, um destes tem realmente muitas reclamações por super aquecimento (Avell), e o outro por problemas com umidade (Apple), eu mesmo perdi um MacBook Pro de 2013 por problemas com umidade. Ainda hoje são problemas chatos que persistem nos modelos mais recentes. Um Thinkpad pode não ser tão sexy, nem tão duráveis quanto antigamente acho… Mas… Querendo ou não, a Lenovo ainda busca e garante o MIL-SPEC.

Não sabia disso.

É de longe o problema mais comum nos notebooks da Apple, não afeta os celulares e tal, mas eles são realmente mais sensíveis com relação à umidade, se eu fosse dar uma dica de ouro, indicaria não limpar jamais com pano úmido, nem que seja levemente úmido.

Eu acho que por ser tão compacto e fechado em um case de metal com volatilidade térmica tão grande deve ser o motivo. Talvez isso acabe agora com os modelos ARM que poderiam ser tranquilamente “selados”.

2 curtidas

Eu acreditava que o problema maior com os mesmos fosse estufamento de bateria.

1 curtida

Honestamente, é um aparelho bom, a garantia é razoável, a robustez da carcaça é excelente e o valor de revenda também, o mix de hardware e software com certeza é acima da média, mas em particular os iMacs e macbooks são frequentemente alvo de problemas sérios, como esse que você apontou, umidade e mais recentemente o inferno dos teclados, que já foi corrigido pelo menos.

1 curtida

Assim não diria que os Thinkpads são perfeitos, o Carbon X1 é um bom exemplo de que a Lenovo vem perdendo a mão, mas na minha opinião o problema mais sério e frequente neste modelo que se equivale é o dos teclados.

1 curtida