Sobre vender software livre

#1

Eu estava fazendo uma aula e havia uma questão sobre o que não podia ser feito com software livre, lá estava que o usuário não poderia vender na correção da questão, eu pesquisei um pouco, e cheguei a conclusão que é permitido vender também, dessa forma eu gostaria de saber da opnião de quem entende do assunto se a Estácio está errada ou certa.

2 Likes
#2

Pode vender, mas você também tem que disponibilizar o código fonte, é o caso da Red Hat que vende a distro e disponibiliza o código fonte, que é utilizado pelo CentOS. Normalmente faz mais sentido vender suporte do que software, já que o software pode ser obtido gratuitamente de qualquer forma.

3 Likes
#3

E a Microsoft é um exemplo de empresa que estar caminhando nesse caminho, como abrindo o código de alguns programas e deixando as ISOS do Windows 10 gratuita, que nesse qualquer um sabe que o produto somos nós no Windows 10…

#4

Você pode vender seu software. Digamos que você cria um… editor de texto com a licença GPL ou similar, você pode vender a cópia por R$1.000 se você quiser, mas você terá que disponibilizar o código-fonte.

Como uma pessoa que comprou seu editor de texto por R$1.000 tem o seu código fonte e a liberdade para editá-lo e/ou compartilhá-lo, ela poderia disponibilizar o editor de texto gratuitamente se ela quiser. Por isso que é difícil ver, quando falamos de software livre, o modelo de vender o software em si, o que geralmente acontece é o pessoal que trabalha com software livre ganhar dinheiro com venda de serviços em vez de venda de software.

1 Like
#5

Depende da licença que foi atribuida ao produto. Ai tem que ver cada licença. Pode ser de reutilização comercial ou não

2 Likes
#6

Está errada, pelo menos no caso da GPL cada licença tem suas características