Sobre games e uso pessoal no linux, hoje e no futuro

Games sempre tem sido a parada que mais me incomoda no linux até o momento, eu tenho dificuldade em manter o dual boot, sei lá acho pouco pratico sair do linux e ir no windows jogar, dps voltar e fazer algo, sendo que eu já to no windows, eu queria realmente só usar linux, mas com um i3-7100 e uma gtx 1050 ti, nem tudo que eu jogo no windows no máximo consigo jogar no Linux, as vezes nem em configurações mais baixas. Atualmente sofri pra jogar Runescape 3 com o grafico no ultra acima de 30 fps sendo que no Windows roda a 70-80 fps, e tive problemas até com jogos nativos pra Linux que rodam em desempenho inferior a versão Windows do mesmo game, eu sei que isso é por culpa na maioria das vezes dos drivers para linux não serem tratados com a mesma seriedade, e principalmente pelos desenvolvedores olharem pro Linux apenas de lado, e não como um foco como acontece com o Windows, mas isso é uma coisa que eu culpo dois lados, nós consumidores pela tolice de preferir um sistema como Windows que não se importa com sua segurança, privacidade e só investe dinheiro pra te prender no sistema, não por ele ser bom, mas pelos aplicativos que funcionam nele. E a outra parcela da culpa é dos desenvolvedores, que só pensam no curto prazo em vender para uma plataforma já consolidada, por que não vender para o linux e divulgar o mesmo na internet? Por que não atingir streamers grandes como Alanzoka por uma steamachine na mão do cara e falar: vai lá e mostra o potencial do sistema. Com o tempo empresas de games, gigantes como blizzard, epicgames e valve, podem vender bundles como a steammachine, e um determinado game, imagine um “Setup linux para jogar World of Warcraft com 3 meses de assinatura incluso” obviamente no imaginativo, já que o mesmo não tem versão oficial para o sistema, enfim eu sonho muito, mas ainda acho que o pinguim vai conquistar o mundo no futuro.

1 Curtida

Sei bem como se sente, por algum motivo nunca tive problema de desempenho no Linux, n em um nível alarmante, mas o que me faz broxar mesmo é a dor de cabeça pra rodar alguns jogos, tem que baixar 400x por fora por que as empresas cagam pra quem quer jogar o jogo delas no Linux e isso acaba broxando muito a experiência…

Como assim baixar 400x por fora? Diz fora de plataformas como steam e etc? Ou fora dos repositórios da distros? Se for a segunda opção eu concordo, o próprio lutris esteve fora dos repositórios do mint até a ultima atualização 19.2

N saiu o resto do que eu escrevi, foi mal xD, “tem que baixar 400 complementos por fora”, sempre precisa de alguma coisa a mais para rodar alguns games

Se for no via lutris sim, cada jogo que você instala ele coloca um prefix aí baixa as dependências de novo, mas eu realmente não me importaria, desde que o desempenho tivesse bom, RuneScape realmente é um game que me distrai bastante, e agora tô querendo jogar o wow classic, mas tá realmente complicado me imaginar jogando algo no Linux até darem uma melhorada nessas coisas, obviamente todo esse problema se resolveria se meu PC fosse mais potente, porém não faz sentido, esses jogos usam nem 10% do hardware no Windows, não devia sofrer no Linux tambem.