Servidor SAMBA parece ignorar regras estabelecidas dentro do smb.conf

Olá.

Tenho um “servidor NAS” feito com um PC antigo, este possui uma placa de rede realtek onboard 10/100/1000 que fica conectado ao modem que possui quatro portas RJ45, servindo de switch também. Junto de outros dois computadores onde uso Windows 11 que estão conectados no mesmo com as placas onboard também da realtek.

Comprei dois conectores USB-C de 2.5GB com porta RJ45, chips da realtek, cada um conectado em uma máquina com Windows e uma placa PCIE com chip intel i226-V com duas portas RJ45 que fica conectado no slot PCIE de 25mm no “servidor NAS”, após conectar tudo, defini um endereço IP estático para cada uma das portas onboard de caca computador, assim como para as placas USB-C e a placa PCIE, ou seja, não tenho nenhum IP dinâmico.

Conectei um cabo de rede CAT8 (se não me engano) no adaptador USB-C e a pluguei em uma porta RJ45 na placa PCIE do “servidor NAS”, se não me engano isso era chamado de rende “ponto a ponto” em meados de 2000. Este tipo de conexão sempre funcionou nas vezes que utilizei uma conexão Windows com Windows, definindo uma pasta como compartilhada, ou seja, é um recurso ativo e funcional do SAMBA.

Porém, quando tento fazer esse tipo de conexão diretamente da máquina com Windows 11 no “servidor NAS” com SAMBA 4.15 no Ubuntu 22.04.4 eu tenho um problema estranho.

Dentro do arquivo do SMB.CONF na parte [GLOBAL] eu tenho:

interfaces = 192.100.100.101/255.255.255.0 127.0.0.1 lo
bind interfaces = yes

Onde o IP no exemplo se refere a uma porta da placa PCIE, 127 foi de alguma pesquisa que apontava um erro caso não estive ali e o lo é algo padrão nos tutoriais que vi, sendo que o IP da placa onboard possui final 100 e a o da outra porta da PCIE final 102.

Quando inicio o “servidor NAS” ele não indica nenhum erro na inicialização do SAMBA, nem no testparm, porém quando tento me conectar ao “servidor NAS” através da máquina com Windows, recebo a notificação de que o dispositivo está disponível mas não é possível se conectar.

Quando retiro o cabo da placa de rede onboard do “servidor NAS”, a conexão ponto a ponto é estabelecida e as pastas compartilhadas aparecem no computador com Windows e são funcionais, posso copiar arquivos a 250 Mb/S tranquilamente, porém quando a reconecto, tudo para.

Deixando claro, tenho formação de nível de segundo grau de técnico de informática e quase nenhum conhecimento sobre redes, logo posso expressar algo com a palavra errada.

A impressão que tenho é de que o SAMBA instalado no Ubuntu de alguma forma ignora os parâmetros do interfaces e bind e de alguma forma tenta forçar a conexão a placa onboard, o que é impossível, já que em uma conexão ponto a ponto, a placa USB-C e PCIE ficam fora da rede.

Então gostaria de saber se há algum comando faltando, já que nas pesquisas só achei esses dois, ou se há alguma forma de coletar dados da conexão para avaliação até encontrar o problema.

Desde já agradeço.