Redes sociais até aonde dá para confiar?

Vocês ainda acreditam nas redes sociais depois dos vários escândalos do Facebook e tudo…eu não sei vocês eu não consigo confiar mais em rede social nenhuma

@Victorluiz, Primeiramente, boa noite! É claro que ainda dá para confiar nas redes sociais, apesar dos escândalos elas são sim confiáveis, o software em si são feitos por empresas que investem auto para melhorar a qualidade do software todos os dias e deixar o mais seguro possível. E eles tem um auto risco a perder, porque perdendo usuários, eles perdem dinheiro e vamos ser sincero são poucas as pessoas no mundo que gostam de perder ou não estão nem aí para o dinheiro.

Agora gostaria de atentar para duas coisas.

Primeiramente sobre a Empresa: Você está lidando com empresas e contratos, então se você não está de acordo com o contrato você pode ter até três opções: não aceitar, reclamar a empresa e fazer uma auditoria para mudanças no contrato “O que cá para nós é algo demora e que muitas vezes não trás retorno” ou encontrar uma empresa que tenha um contrato no qual se adeque ao seu perfil de usuário.

Segundo ponto que eu quero mencionar é privacidade: Não é novidade para muitos que não há 100% de confiança na rede, por que as mesmas armas que são usadas para te defender de possíveis ataques são as mesmas usadas para praticar os ataques. Então se você quer evitar que algo seu seja exposto para uma empresa ou para qualquer outra pessoa é simplesmente não fazer.

1 Curtida

Só sei de uma coisa cara: Se tratando de redes sociais, “Quando é de graça, o produto é você”. Ainda mais se o core business da empresa for propaganda.
Ainda bem que temos a opção de não usar, e boas alternativas como este fórum.

8 Curtidas

Olá @Victorluiz, eu penso que é que a grande maioria dos usuários não está nem aí para o que estão fazendo com as suas informações desde que eles recebam algo que seja útil para eles.

Todas as empresas que trabalham com conteúdo e propaganda em algum nível utilizam informações geradas à partir do perfil dos seus visitantes/usuários e assim é a internet.

Para quem está sinceramente preocupado, restam poucas opções online porque não há nada que você faça online que não deixe nenhum traço do seu comportamento. Talvez engajar-se com projetos que estejam focados em estabelecer regras mais claras para a neutralidade e confidencialidade da internet seja uma necessidade cada vez mais urgente.

Att. Eddie.

3 Curtidas

Concordo!

Não existe almoço grátis!

6 Curtidas

Como o colega acima disse: Quando é de graça, o produto é você. É assim que Google, Facebook, etc ganham dinheiro. Mas em questão de confiar existe pontos a considerar, por exemplo, não expor sua vida inteira nas redes sociais, não cadastrar dados importantes e cuidar no uso das mesmas, como por exemplo, os joguinhos do Facebook. Creio que com uso consciente e moderado, tudo fica bem.

3 Curtidas

Tenho conta em quase todas e não uso nenhuma. Acho chato e perda de tempo.
Não tenho preocupações com privacidade. Não devo satisfação a ninguém. Só devo dinheiro a um bocado de bancos! :rofl:
E eles sabem meu endereço e telefone.
A única que reativei foi o Twitter, prá poder xingar o miliciano diretamente. Ele passa mais tempo por lá que trabalhando. :upside_down_face:

2 Curtidas

Why privacy is important, and having “nothing to hide” is irrelevant

https://robindoherty.com/2016/01/06/nothing-to-hide.html

1 Curtida