[RANT / Desabafo] Algumas pessoas da área de tecnologia são muito arrogantes com quem tem hardware modesto

Primeiramente, um pouco de contexto:

Como ainda não trabalho – e nem tenho local pra um computador desktop ainda que eu tivesse dinheiro –, nunca tive um hardware mais potente, sempre fiquei com notebooks básicos; meu antigo computador tinha uma placa de vídeo SiS e meu novo tem um processador i3 de 7ª geração só com placa de vídeo integrada.
Não me entendam mal, não estou reclamando disso e eu sempre fui ciente das limitações do meu hardware. Não é como se eu estivesse querendo que meu computador rodasse The Witcher III, sou super grato que consigo jogar The Elder Scrolls V: Skyrim de forma 100% jogável. E mesmo considerando apenas os meus hobbies, jogar é o que faço de menos.


O problema é que se você tem uma placa de vídeo (ou chipset gráfico) que não seja AMD ou NVidia, você é cidadão de segunda classe. Parece até que os caras duvidam que uma Intel HD Graphics pode rodar um emulador de Playstation One.

O meu primeiro exemplo foi lá em 2009 quando eu usava o computador com placa de vídeo SiS, cujo suporte no Linux é demasiadamente precário, mas na época eu não sabia disso. Eu estava querendo entender porque eu não estava conseguindo rodar certos jogos 3D (já antigos na época, acho que era o F22-Raptor, que já rodava bem no Wine, ou Mupen64) que o computador era perfeitamente capaz de rodar (eu sabia disso porque eu o fazia no Windows XP) e porque a resolução de tela estava errada. Teve um cara que falou que eu não deveria estar “reclamando” que meu computador não rodava aquele(s) jogo(s) porque minha placa de vídeo não era capaz de rodar Crysis. O cara usou como parâmetro o jogo mais pesado da história até o momento para determinar se eu poderia ou não rodar jogos da década de 90! Ironicamente foi justamente ele quem me sugeriu o Mandriva, a única distribuição que reconhecia nativamente placas de vídeo SiS.

Agora hoje, fui procurar saber como retomar a performance que meu computador tinha no início do ano (antes de todas essas atualizações da Intel) e comentei que os jogos começaram a apresentar engasgos no Linux (entretanto no Windows tudo continua Ok e eu deixei isso claro no tópico!), os jogos que citei foram GTA Sandreas (de 2004!), Skyrim (de 2011!) e jogos de Game Cube emulados no Dolphin. Teve um cara que, em vez de me dar uma possível solução para o meu problema, soltou uma piadinha se eu rodava Skyrim numa janela em 240p nas configurações baixas e abaixo dos 12 FPS. Ele ainda sugeriu que eu abrisse a máquina para fazer uma limpeza, sendo que eu havia deixado muito claro que estava tudo funcionando bem na partição com Windows, ou seja, não era problema de hardware!

Aproveitando o tópico, outra coisa que reparei em outras oportunidades. Você faz uma questão explicando as peculiaridades do seu problema e o pessoal responde com uma resposta genérica. Parece que só leem as palavras chaves da pergunta, copiam uma resposta padrão que eles têm guardada num arquivo de texto e colam-na no tópico sem considerar se é realmente aquilo que o usuário necessita. É algo mais ou menos assim: o usuário pede uma sugestão de distribuição leveque não venha com XFCE e lhe sugerem o Xubuntu. Teoricamente eu deveria ser grato por a pessoa dar atenção ao meu problema, mas a vontade é de mandá-lo to… catar coquinho.



Foi mal pelo tópico, gente, mas é que fico muito chateado com esse tipo de toxidade da comunidade Linux e eu queria desabafar com o que me aconteceu hoje.

12 Curtidas

Por favor, entenda a ironia nas minhas descrições.

Desde sempre a comunidade Linux é formada por dois perfis, em sua maioria:

1 - Os manjões, que sabem de tudo, entendem de tudo, são técnicos em tudo e tem respostas perfeitas segundo à própria interpretação.

2 - Os migué, que não sabem de nada, são iniciantes, querem toda a atenção do mundo e acham que todo mundo tem obrigação de ser educado ao responder perguntas esdrúxulas que já foram respondidas milhares de vezes dentro da mesma comunidade.

Se você não é nenhum desses dois, parabéns, você já é um ser evoluído, do contrário, releia, reflita e evolua.

8 Curtidas

Praticamente me vi no mesmo relato quando eu frequentava o VivaOLinux kkkkkkk
E uma coisa que cai muito pro lado de quem usa Linux, criar ilusões de mais e criticar ate outras plataformas ou qualquer outra coisa sem o minimo de motivo
Infelizmente e algo que tem para todo lado… Parece ser nativo do ser humano não dar resoluções sobre um problema ou querer socar uma altenativa como se fosse solução kkkkkkkkk
Tambem acontece bastante com jornalistas de blogs alheios que nunca se quer leram um documento na vida sobre tal licença ou sobre uma empresa…vejo isso aq principalmente

1 Curtida

Sim ca, em todos os grupos de pessoas tem indivíduos assim, experimenta falar “o windows 10 deu erro de HD 100” numa comunidade aberta do Windows… pois é cara, eu fiz isso e tive a mesma experiência que você, minha sugestão é: Ignore respostas desse tipo, finja que a pessoa nem respondeu

1 Curtida

E eu que trabalho, mas não dou prioridade para comprar uma super máquina. rs. O computador que a gente usa, primeiro é o que a gente pode comprar. Segundo é o que se adequá as nossas necessidades. Para meu uso um i3 placa integrada, 8 giga de ram e SSD já é um super computador (só falta eu comprar um ssd; mas logo compro quando eu for para o Paraguai).

5 Curtidas

Acho que parte disso é reflexo da comunidade criadora de conteúdo, o pessoal vê aquelas placas fodas de ultima geração, processador de 12 núcleos a 5GHz e esquecem que ainda existe um i3 de 2a geração e principalmente: a maior parte das pessoas não podem gastar essa quantidade de dinheiro em um PC e querem jogar normalmente. Enfim, acho que isso não é algo exclusivo da comunidade linux, é um problema de toda a sociedade.

2 Curtidas

Infelizmente, existem usuários que acham que o Linux é o melhor sistema para tudo, que tudo funciona melhor no Linux e querem defender isso com unhas e dentes, mesmo não tendo nenhuma razão em alguns casos, PRINCIPALMENTE QUANDO O ASSUNTO SÃO JOGOS. São os famigerados xiitas do universo do pinguim.

Já vi muitos casos iguais ao seu, @rasolar, no qual um usuário Linux chega dizendo que determinado jogo não está rodando bem no Linux, está com menos FPS em comparação com o Windows etc e recebe como resposta ataques ao hardware: “Ah, a culpa não é do Linux, seu hardware que é ruim”. Ou ataques ao próprio usuário: “Ah, você que não está sabendo configurar o sistema para rodar jogos” e blá blá blá. Sendo que muitas das vezes o problema é que o jogo em questão, de fato, não roda bem no Linux (não por culpa do linux, todos sabemos que a culpa não é do linux). Parece que o ego não permite que o cara chegue e responda: “Bom, amigo. A culpa não é sua e nem do seu hardware, esse determinado jogo que ainda não roda bem no Linux por motivo tal, tal, tal e você terá uma experiência melhor no Windows”

Enfim, não é nenhum exagero o que estou escrevendo, vejo isso acontecer sim e já vi vindo de um determinado criador de conteúdo (que é um carinha chato pra cara**** que faz vídeos sobre Linux para o youtube e não aceita nenhum tipo de crítica). Acho isso lamentável.

3 Curtidas

Cara nem ligue para esse tipo de gente não perca tempo lendo comentários tóxicos dando ouvidos esse tipo de coisa

3 Curtidas

Legal um tópico de reflexão…

Bem, as pessoas são diferentes e cada uma delas terá uma paisagem diferente do problema quando você pedir ajuda para resolver um problema seu. Cada um pode agregar alguma coisinha. Um forum está mais para uma multidão de pessoas tentando se ajudar do que um oráculo onde você fará a pergunta e o mestre rapidamente dará a resposta.

Entendendo isso você já saberá filtrar o que poderá ser útil para você de cada sugestão. Analise sem preconceitos e veja se é aplicável ao seu problema. Cada sugestão é uma oportunidade de aprendizado. Quando colocarem um comando, leia no manual o que ele faz, quais são as opções. Não copie e cole comandos sem saber o que está fazendo, pois mesmo uma pessoa bem intencionada pode dar uma dica que piore ainda mais a situação, por erro de digitação por exemplo. O ideal é que a cada ação que você realizar e que não funcionou, você já reverta a ação.

Agora que você já percebeu que as pessoas são diferentes, que cada uma pode ajudar de alguma maneira e cada dica aumenta sua sabedoria, você pode voltar para si mesmo: Essa resposta me aborreceu? Se sim, é uma oportunidade para descobrir por que você se sentiu assim. Você vai perceber que na maioria das vezes está esquentando a cabeça com algo irrelevante.

Antes de enviar as respostas verifique se elas tem uma abordagem positiva e trazem mais conteúdo para a discussão. Evite a resposta desnecessária, a falta de respeito e a resposta de cabeça quente, mas esteja preparado para que outros não sigam essas dicas. Para mudar o mundo, mude a única pessoa que você consegue mudar: você mesmo.

1 Curtida

Extendendo um pouco esse assunto, pior que ter preconceito com seu hardware, são os caras que tem preconceito com seu sistema operacional, ainda em 2019 existe usuário de Linux, que acha que por usar Linux ele está em um nível intelectual diferente de todos. Se acha superior, e esnoba quem usa Windows.

Acredite, esse povo ainda existe e são muitos.

4 Curtidas

E não só esnobam quem usa Windows, meu caro @caiosnom.
Muitos usuários Linux esnobam até quem usa uma distro voltada ao usuário final.

5 Curtidas

Usuários do Arch… não, pera…

4 Curtidas

Principalmente shuahsuahusaa.
Comunidade Arch é chata pra caramba.

3 Curtidas

O ch é de chatice mesmo…hahaha

Ar chatos

1 Curtida

Faz sentido kkkkkkkkkkkk

1 Curtida

bem vindo a familia Low-Spec-Gaming amigo

1 Curtida

Meu computador é fraco, é verdade, mas na verdade o problema é outro.

https://linuxreviews.org/Linux_Distributions_Running_On_Intel_CPUs_Are_About_To_Get_A_Lot_Slower

Conforme o que é dito no artigo, não dá para ir além do parâmetro mitigations=off (não quero mexer no firmware blob). :confused:

1 Curtida

Dá sim, você pode editar o arquivo sysctl.conf e o limits.conf pra obter o máximo de desempenho possível do seu processador, em qualquer distro, usando qualquer hardware.

1 Curtida

Pois é cara…
Eu tenho uma máquina razoável como workstation, mas justamente por usar ela como estação de trabalho não posso ficar formatando e trocando a distro toda hora.
Por isso, uso um notebook velho da Airis bem ruim para testes. Ele conta com um incrível Core 2 Duo @1.5GHz e 2GB RAM, sem SSD.
Quando fui lá no fórum Clube do Hardware reclamar que o Xubuntu não estava reconhecendo meu drive DVD, os caras começaram a me zoar e ostentar suas incríveis máquinas com 4GB RAM…

3 Curtidas

Olha, você tem um PC bem melhor do que o meu. E infelizmente tem pessoas que utilizam de qualquer coisa para dar aquela apalpada básica no EGO.

Esse comportamento pode ser fruto de dois extremos: Recebeu muito mimo dos pais quando era criança, ou era uma criança completamente ignorada e que está desesperada por um pouco de atenção.

Agora falando de dois pontos que me chamaram a atenção:

Querer colocar um dos jogos mais pesados com o único intuito de diminuir a sua máquina, não passa de pura babaquice, ou uma forma orgulhosa de falar “eu não tenho a menor ideia de como resolver o problema dele, mas não irei admitir isso”.

E sobre as piadinhas do seu pc rodar Skyrim numa janela em 240p, foi algo gratuito, novamente para dar aquela acariciada no ego do cara. Além de falar para limpar o PC que iria resolver o problema, acho que podemos ver que o conhecimento daquele sujeito que zombou de você não é dos melhores…

1 Curtida