Quanto tempo é necessário para aprender uma nova tecnologia?

Oi pessoal, tudo bem? Esse aqui é o post feito em parceria com a galera do IGTI, eles tem um processo de ensino muito bacana, falamos deles em um vídeo recente no canal, e enquanto conversávamos sobre os processos seletivos e os cursos em formato bootcamp que eles oferecem, que são cursos intensivos (dois meses e meio mais ou menos), começamos a discutir sobre “quanto tempo se leva para realmente se aprender algo”.

Os bootcamps do IGTI tem objetivo de formar um profissional com conhecimento em uma ou algumas ferramentas em específico e geralmente é cursado por quem já tem um conhecimento básico pelo menos, por isso acabam funcionando para colocar profissionais no mercado em um nicho específico.

"Você não é qualquer um"

As pessoas aprendem de forma diferente, eu mesmo aprendi a maioria das coisas que realmente importam através de ferramentas de estudo online, na internet, mas a velocidade com que cada pessoa aprende também é diferente.

Eu sou meio “tartaruga” para algumas coisas, outras eu aprendo bem rápido, mas eu percebo que o ambiente me influencia muito, o quanto eu sou “forçado” ou impulsionado a aprender algo faz bastante diferença.

Como você aprende?

Fica a pergunta, como você aprende? Você acha que seria capaz de aprender uma tecnologia num intensivão de dois meses e meio, como é nos bootcamps do IGTI? Ou você precisa de livros e mais tempo para fazer as mesmas coisas?

Qual foi a última habilidade que você aprendeu e quanto tempo levou?

Quem tiver interesse em dar uma olhada nos vários cursos de Bootcamp com bolsas gratuitas que o IGTI tem pode dar uma olhada aqui, elas são bem legais e talvez alguns de vocês possam se beneficiar muito da oportunidade.

Tem até bootcamp de Linux: https://bit.ly/3kj0Jdd

Obrigado ao IGTI por dar uma força ao nosso projeto, recentemente fizemos um upgrade de servidor para melhorar a qualidade de acesso para vocês, e não poderia ter chegado em melhorar hora.

E aí, como você aprende? Vamos compartilhar as nossas técnicas. :slight_smile:

4 Curtidas

Eu aprendo conforme eu preciso. Se eu receber um problema e quiser resolvê-lo, vou atrás para aprender o mais rápido possível. Se eu aprendo simplesmente por aprender, provavelmente vou levar muito tempo e talvez até esquecer no futuro. Por isso geralmente não sou tão fã de “Cursos de Programação”, a impressão é que esse tipo de ensino pode tirar o interesse do aluno dependendo de como feito, porém, imagino que há os que prefiram. Uma comparação que posso fazer é com matemática: A maior parte do pessoal de exatas não quer aprender a somar, multiplicar, derivar porque acham divertido, a diversão são os problemas. Para mim, pelo menos, não há forma melhor de aprender do que me colocando na situção real em que as ferramentas serão utilizadas, através de um emprego “fake”, desafios reais ou até mesmo o incentivo de projetos pessoais. Tudo que aprendi rápido foi por necessidade de fazer outra coisa que precisaria de tal ferramenta.

1 Curtida

Pelo que vejo, depende de quão complexo, interessante, divertida, necessária, e para o dia a dia, for a coisa a ser aprendida.
Mas além do método, a capacidade de absorção e ligação de dados cada pessoa tem. Ai depende muito da relação emissor > receptor da informação.


Para o meu aprendizado, dentro do Assunto pesquiso vários tutoriais/cursos, cruzo as informações e faço testes práticos para assim chegar ao domínio, e poder dizer que sei (ou especúlo) sobre algo. Mas sempre tende em mente que ainda não sei de TUDO sobre o assunto.

Geralmente rabiscando (literalmente) os conceitos, meu cérebro parece sempre ir na contramão da forma como é ensinado, por isso até mais ou menos o primeiro ano do ensino médio, eu tinha uma dificuldade enorme pra extrair informações de texto e com as operações básicas da matemática, eu até então nunca havia conseguido responder uma prova escolar toda, até que um dia eu resolvi colocar no papel como a informação se organizava na minha cabeça e a partir daí, não só consegui desenvolver a habilidade de filtrar informações como consegui desenvolver métodos pra facilitar minha vida e cá estou finalizando o curso de Ciências Contábeis… eu me sinto literalmente vencendo uma guerra

Depende, se for o famoso “muita informação em pouco tempo”, não, mas se a didática for boa é plausível que sim

A linguagem de scripts do GIMP (scheme), levou 1 semana pra ir do zero ao plugin “layout de guias”

Eu perguntei mas não dei exatamente a minha resposta (esse papo está massa!) :smiley:

Eu geralmente reúno informações, seja de vídeos, livros, textos, cursos, de tudo um pouco e frequentemente tento montar um projeto que envolva colocar na prática essas habilidades.

Enquanto eu faço o projeto, eu crio uma documentação minha (muitas vezes a base de um roteiro para vídeo), que vai servir de auxílio e também de “memória”, para que eu possa consultar mais tarde.

Por exemplo, para o vídeo onde montamos aquele server Nextcloud no canal, a prévia daquilo foi estudar Ubuntu Server, Docker, as próprias ferramentas usadas, como o NextCloud, Snaps, etc. Isso acabou gerando um “conhecimento causal”, por assim dizer, com alguma finalidade.

Particularmente eu tenho muita dificuldade de estudar algo que não vou colocar em prática, é sempre tedioso quando isso acontece, ainda que seja necessário às vezes.

Para fixar o aprendizado, eu geralmente tento ensinar o que eu aprendi, o processo de ensino, ao menos para mim, sempre foi uma forma de rever os meus conceitos e verificar mais de uma vez as minhas conclusões.

Essa trajetória não é completamente regrada, mas eu percebo sempre esses padrões.

1 Curtida