Quais são as melhores práticas para se ter com baterias de íon de lítio, visando prolongar sua vida útil

Boa tarde caros colegas!

Gostaria de iniciar aqui, um debate sobre quais são as melhores práticas para se ter com baterias de íon de lítio, visando prolongar sua vida útil.

Bom esta semana me deparei com essa matéria “OnePlus prepara nova funcionalidade que prolongará a vida útil da bateria do smartphone”.

Ao final da matéria o autor frisa que o ideal para se prolongar a vida útil de baterias de íon de lítio, deve-se manter o nível de bateria sempre entre 20 a 80% da sua capacidade.

Bom já li muito a respeito que realmente deixar a carga da bateria menos de 20%, ou até o aparelho desligar é prejudicial ao longo do tempo, que até 80% a bateria é carregada na taxa máxima suportada pelo carregador e quando se chega aos 80%, o restante é feito em uma baixa taxa até concluir os 100%, novamente visando a vida útil. Também tem a dúvida de muitos, que é, se deixar o smartphone carregando a noite toda não irá sobrecarregar a bateria, diminuindo sua vida útil. Sobre isso sabemos que na teoria existe um mecanismo que quando a carga chega nos 100% o carregamento é sessado!

Não sei se entendi muito bem a lógica das tecnologias, a atual quando se chega a 80% o restante é feito em uma baixa taxa até concluir os 100% e quando esse é atingido o carregamento é interrompido, ou seja se coloco o smartphone para carregar durante a noite e por exemplo os 100% seja atingido as 01:00 AM e que eu acorde e tire-o da tomada as 06:00 AM, isso quer dizer que de 01: 00 as 06:00, o smartphone ficou nesse intervalo de 5 horas em standby consumindo a carga da bateria?

E essa nova tecnologia da OnePlus através de IA carregaria até os 80% e interromperia o carregamento e só retornaria o mesmo 100 minutos (01:40h) antes do horário que no exemplo defini como 06:00AM (e no caso da tecnologia da OnePlus, a IA iria aprender e identificar essa rotina/horário), ou seja 04:20 o carregamento iniciaria novamente em baixa taxa até as 06:00? E caso por algum motivo, não o tire da tomada nesse horário (06:00), seguiria a lógica atual?

É isso, gostaria de saber a interpretação dos colegas quanto a tecnologia atual, essa da OnePlus e quais estratégias vocês adotam para prolongar a vida útil de seus smartphones e notebooks!

2 Curtidas

Cara eu tenho muito interesse nessa área e confesso que já pesquisei bastante mas cada canto encontro uma opinião diferente.

2 Curtidas

Já li algumas matérias sobre o assunto, ambas vão de encontro com o que você falou acima, com exceção da recomendação de que o ideal é manter sempre a bateria entre 20 a 80% de carga.

Bom a estratégia que adoto com meus dispositivos com bateria de íon de lítio é a seguinte:

  1. Procuro não utilizar o dispositivo com carga abaixo dos 20%.
  2. Carrego sempre com o carregador original de tomada, procuro não carregar com carregadores de outros aparelhos, paralelos, pelo USB do computador ou carregador veicular.
  3. Não faço uso do aparelho quando está carregando, caso seja necessário usar, tiro-o do carregador, (mais por motivos de segurança, sobreaquecimento, choque, danificar o cabo e conexão do aparelho).
  4. Pode parecer neurose :sweat_smile:, mas procuro carregar o aparelho com uma certa distancia de moveis, camas (objetos inflamáveis), carrego o aparelho apoiado no chão mesmo, ou na mesa de granito da cozinha.
  5. Como você mesmo falou, na teoria, quando se atingi os 100% de carga, o carregamento é sessado. Bom eu quando chego em casa no final do dia, vou logo conectando na tomada e tiro assim que completa a carga, se vou dormir tiro da tomada independente do nível de carga, se falta muito ou pouco para concluir.
  6. Também já li que o carregamento de fato a partir dos 80% é lento, basicamente visando a vida útil, mas quanto ao fato e recomendação do artigo de manter entre os 20 a 80%, confesso que além de ainda não ter visto, não o pratico e nem vou praticar, mas mau, sem duvida não deve fazer…
  7. E por ultimo, procuro me atentar a temperatura do aparelho, dando um descanso quando o mesmo esta muito quente, em função da execução de alguma tarefa (vídeo, jogos, etc) e não deixa-lo ao sol ou próximo de fontes de calor.

Ficou parecendo que sou escravo do aparelho em função da vida útil da bateria, mas não, virou costume e rotina, faço com naturalidade.

Apenas para ilustrar, meu ultimo aparelho um Motorola Razer D3, a bateria original durou aproximadamente 5 anos e 4 meses, sim, nos últimos 1,5 anos já estava bem capenga, mas me atendia nos trancos e barrancos, não ligo muito para celulares moderno e cheio das funções. E o que me fez trocar foi que, um belo dia acordei e a tela do aparelho, a capinha estavam esbranquiçadas e havia um liquido sobre a mesa em volta do aparelho. Não havia derrubado nenhum liquido sobre o aparelho, o mesmo estava na mesa do computador ao lado da minha cama. Bom algo de errado aconteceu com a bateria, depois que comprei um novo aparelho, resolvi ligar esse antigo na tomada, tinha certeza que ia da m e r d a, liguei e por incrível que pareça, não aconteceu nada com a bateria, carregou até o final, utilizei o aparelho e estava tudo funcionando normalmente, mas o aparelho foi aposentado! :rofl: :joy: :rofl:

2 Curtidas