Quais as melhores distros Linux com ambiente MATE?

Bom, sempre fui um grande amante do GNOME2. Gostava do jeito que era tudo extremamente personalizável e ajustável. Não gostei nada quando o GNOME3 saiu. Por isso, quando conheci o MATE e fui procurar, não vi tantas distros assim. Sei que o Ubuntu com MATE é muito bom, mas nunca fui muito fã do Ubuntu, nem do APT. Sou mais Fedora :V
Porém, não gostei muito também da spin Fedora MATE-compiz, pois não é tão polido e não gostei da coesão visual.

Por isso quero saber se vocês conhecem boas distros com MATE sem ser Ubuntu e Fedora :stuck_out_tongue:

1 Curtida

Você consegue instalar o mate em basicamente qualquer distro como debian, mint, manjar o, arch…

Eu estou usando o Manjaro MATE a algumas semanas já e recomendo, até agora nenhuma reclamação. Mas tu pode dar uma olhada também no Arch se preferir algo mais puro. Tem também o Solus com MATE, nunca utilizei como principal, mas pelos testes que fiz em VM, me parece uma boa distro.

Fui lá eu tentar instalar o Arch seguindo o tutorial do Diolinux, e quando eu transfiro o ambiente root (arch-chroot), o bash não encontra mais nenhum comando básico, como o nano.
Simplesmente diz que não encontrou o comando

Bom o Linux Mint tem um dos melhores “Mate” na minha opinião ate pq e bem estável com o ambiente gráfico bem atualizado

2 Curtidas

Não gosto do MATE do Mint por que é muito customizado. Gosto do MATE puro.

1 Curtida

Ué vá para o Debian ou Arch com Mate

Linux Mint MATE é muito bem-feito. Atualmente são poucas distros que entregam o MATE como padrão, apesar de todas permitirem a instalação. A diferença para aquelas que entregam ele por padrão, é que estas geralmente tem um maior cuidado em relação ao acabamento.

3 Curtidas

Exatamente, gosto do MATE puro, sem aquelas modificações que a equipe do Mint faz.

Arch Linux nunca modifica nada, é onde vc encontra as interfaces sem ajustes, o Debian modifica muito pouquinho, um wallpaper aqui um software ali. Mas na real, vc pode pegar qualquer uma dessas distros e deixar o MATE “puro”, basta remover o que vocẽ não quiser é alterar a aparência.

2 Curtidas

Eu curti o mate do opensuse bem legal.

Quando vou instalar o Arch seguindo seu tutorial quando eu mudo o ambiente root (arch-chroot) o bash não encontra mais nenhum comando básico, como o nano.

1 Curtida

Tem que Instalar o Nano

sudo pacman -S nano

Font

O Trisquel adotou o MATE como ambiente padrão. No Solus, tem alguma customização, e o visual é bem bonito. No Mageia o MATE vem também customizado. Opção “pura” é com Debian e Devuan e também com Arch e derivados (EndeavourOS, RebornOS e Arcolinux). Acabei de trocar o Linux Mint na versão XFCE pela versão MATE, porque esta mantém a leveza no uso de recursos do computador e tem um visual mais elegante e próximo do padrão Cinnamon.

(Aliás, é comum a gente ver brasileiro pronunciando o nome desse ambiente gráfico como “Matê”, só que ele foi desenvolvido inicialmente por um argentino, que homenageou a erva mate — então a pronúncia é “Máte”.

Ou não…)

1 Curtida

Aproveitar o embalo aqui, qual Gerenciador de Arquivos vcs preferem: Thunar ou Caja?

Lembrei-me de que o PCLinuxOS também oferece MATE “puro”.

Caja, porque o Thunar é um dos gerenciadores mais fracos (não que seja ruim).

Voto com o relator, Leandro Ramos:

1 Curtida

O MATE é meio que um xodó pra mim. Eu comecei com Cinammon mas logo migrei pra ele e gostei de como ele se comporta.

Mas acho que o principal é o seu ecossistema, que acho excelente; Caja, Terminal MATE, Atril e Pluma são muito bons, tanto que os usava quando migrei pro Gnome. Não uso mais, mas indico para iniciantes mais curiosos, que querem uma DE bonita de cara, bastante customizável e que permite fuçar, ajustar e, ao mesmo tempo, ser leve.

1 Curtida

Me apeguei bastante ao Thunar, então escolho ele.

1 Curtida

O meu gerenciador de arquivos preferido é o Nemo, depois vem o Nautilus, Caja, Thunar e PCManFM, na ordem de preferência.


Editado (17:31)

Esqueci do Dolphin, que eu colocaria depois do Nautilus.

1 Curtida