Processadores descontinuados?

Pessoal desculpem a ignorância. Existe algum problema em usar processador descontinuado? Se existe qual é o problema? Da para usar um processador descontinuado de boa?

1 Curtida

Processador descontinuado simplesmente significa que ele não é mais fabricado. O importante é o software rodando em cima dele pode continuar recebendo atualizações de segurança.

Se você consegue atualizar o computador e ele roda os programas normalmente (sem reclamar de instruções ilegais, etc), não há problema nenhum em processador descontinuado.

5 Curtidas

Processador descontinuado? Processador que não é mais fabricado? Acredito que sim. Se está em pleno funcionamento e atende suas necessidades, por que não!?

2 Curtidas

To em duvida entre o Celeron N3350 e o Pentium N3700…

Quais são os preços deles?

$1699 o pc com celeron n3350
$1598 o pc com pentium n3700

1 Curtida

Vc pode utilizar processadores que ja saíram de linha sem problemas, pode utilizar ele até o processador queimar ( o que muito mas muito difícil) ou até ele não te servir mais.

Olhando as especificações desses modelos
Pentium

Celeron

Nesse caso ficaria com o Pentium, apesar dele ser da geração anterior tem maior clock base além de ser um Quad Core sendo consequentemente mais rápido do que o Celeron que é um Dual Core com HT.

Mas essa diferença é muito significativa??

Não existe nenhum pelo mesmo preço com AMD? E é PC fixo ou portátil? (apenas curiosidade :slight_smile:)

Assim que você compra um processador, ele já é descontinuado :joy:

minha CPU é ( Intel Atom D2550 Dual Core “2/4” 1.86ghz ) e já foi anuciada a descontinuação no site ma microsoft , mas aqui com o Linux roda de boa com todos os drivers instalados e sem data de validade rsrsrs.

Verdade hoje em dia então! :joy: :joy: :joy:

1 Curtida

Portátil…

1 Curtida

Zero problema. Se o sistema operacional suporta não tem problema o hardware não está sendo mais fabricado ou suportado pelo fabricante. Tanto é assim que muita máquina antiga por ai é por exemplo reaproveitada para com o uso de distribuições Linux modernas (atuais) mais leves ou especializadas em retrohardware.
Já com software é outra história…