Pós Instalação no Fedora Silverblue 29

fedora
#1

O Fedora Silverblue é um sistema com o “core” imutável, com foco em aplicações tipo contêiner (flatpak’s). Ela é uma variante do Fedora Workstation tradicional.

Vale ressaltar que este tutorial está sendo feito em 03/03/2019 onde o sistema é recente e está recebendo muitas melhorias/mudanças, irei atualizar e acrescentar mais informações sempre que possível.

Codec’s

Uma das primeiras coisas a se procurar quando se instala o Fedora, pois não possui o VLC, ffmpeg, h264… no repositório padrão, mas vamos seguir a recomendação do sistema e optar por aplicações tipo contêiner Flatpak/Appimage (os Snap’s ainda não são totalmente suportados, aplicativos “–classic” não funcionam devido a necessidade do link simbólico na raiz do sistema) o que não for possível usamos .rpm via rpm-ostree.

RPMFusion

Para adicionar os repositórios RPMFusion, abra o terminal e cole o comando recomendado no site:
sudo rpm-ostree install https://download1.rpmfusion.org/free/fedora/rpmfusion-free-release-$(rpm -E %fedora).noarch.rpm https://download1.rpmfusion.org/nonfree/fedora/rpmfusion-nonfree-release-$(rpm -E %fedora).noarch.rpm
[caption id="attachment_417" align="alignnone" width="1359"] Neste momento pode reiniciar o sistema[/caption]

Após reiniciar podemos instalar quase todos pacotes do RPMFusion (akmod/driver Nvidia, Google chrome não são compatíveis até o momento)

obs: rpm-ostree é construído sobre o ostree e possibilita a instalação do rpm’s como uma “camada” no topo de uma imagem do ostree. Na prática, isso significa que você pode instalar rpm’s como de costume, basta usar o rpm-ostree install em vez do dnf install.

No exemplo vamos instalar o ffmpeg e o navegador Chromium com codec’s:

rpm-ostree install ffmpeg chromium chromium-libs-media-freeworld

[caption id=“attachment_media-98” align=“alignnone” width=“1358”]

aguarde o processo…[/caption]

[caption id=“attachment_media-103” align=“alignnone” width=“1357”]

Concluído[/caption]

Perceba que sempre é exigido o reboot do sistema após o uso do rpm-ostree e veja que no grub irá ser criado uma nova entrada:

Após o reboot do sistema, teremos 2 navegadores já com codec’s:

[caption id=“attachment_434” align=“alignnone” width=“1359”]

Chromium[/caption]

[caption id=“attachment_435” align=“alignnone” width=“1357”]

Firefox[/caption]

Flathub

Para termos acesso aos mais de 500 apps via Flathub em nossa GNOME Software:

Acessamos o site e clicamos no logo do Fedora:

Em seguida, clicamos no botão “Flathub repository file”:

OK para abrir com a GNOME Software:

E instalar repositório Flathub:

[caption id=“attachment_422” align=“alignnone” width=“1358”]

concluído[/caption]

Em “Repositórios de programas” pode verificar se está instalado:

Ou via terminal com o comando:

flatpak remotes

Agora precisamos reiniciar a GNOME Software, pode fazer isso clicando em “atualizar” na aba “Atualizações”

[caption id=“attachment_426” align=“alignnone” width=“1359”]

Ao tentar atualizar o GNOME Software deve se “auto fechar”[/caption]

Ou forçar o fechamento do GNOME Software via terminal com o comando:

gnome-software --quit

Ao reabrir irá obter os dados sobre o repositório adicionado:

Agora é só "ir as compras!"

Você pode verificar/pesquisar/instalar os programas mais populares pelo site também, se preferir

5 Likes

#2

Conteúdo bastante instrutivo e interessante!

0 Likes

#3

Rapaz, parabéns. Se um dia eu tiver a paciência para sair do Mint vou testar o Fedora e usar sua explicação

0 Likes