Porque uso Linux?

Você já parou pra pensar porque usar Linux? Vou te contar porque eu uso Linux!

São algumas pequenas coisas e recursos que uso no dia a dia que fazem á diferença e são as vantagens do Linux em relação ao Windows!

4 Curtidas

Concordo com a liberdade de expressão, e que você possa expor seu ponto de vista da maneira que quiser. Porém, achei meio expressivo demais, de modo a poder ser visto como algo simplesmente diminuindo um sistema operacional ¨porque sim¨. Sei que você colocou alguns pontos (inclusive concordo com alguns deles), mas acredito que você também deveria expor alguns contrapontos. Afinal, nenhum sistema operacional é perfeito. Há algumas coisas no Windows que podem ser consideradas ¨melhores¨ (subjetivamente, claro) como a padronização da distribuição de programas (muito importante para um usuário comum, lembre-se que ele apenas quer o programa instalado), e portabilidade de um sistema para outro (que aqui ajuda os desenvolvedores, a migração ou atualização de um programa do Windows X para o Y geralmente é bem mais simples que portar um programa do Ubuntu para outras inúmeras distribuições, por exemplo).

Enfim, esse quesito é bem pessoal, não é possível convencer alguém a usar um sistema operacional simplesmente dizendo ¨o meu é melhor¨.

3 Curtidas

Uso Linux há quase 14 anos, amo e não vivo sem ele. Mas passei dessa fase de “romantismo”, de achar ele maravilhoso e achar o Windows uma droga. Windows é sim excelente, está a frente do Linux SIM em muitos quesitos e creio que isso não mudará. Enquanto não houver uma padronização pelo menos na questão de pacotes e outros recursos que viabilizem uma maior integração entre as zilhões de Distros existentes (sem a menor necessidade), creio que não haverá um aumento expressivo no número de usuários, pelo menos não domésticos. Aliás me parece que é exatamente isso que algumas comunidades querem, que realmente não se torne um sistema difundido e mais usados e continue nichado. Vide a galera do Arch que demoniza qualquer tentativa de facilitar o uso ou instalação da Distro, abominam instaladores amigáveis, etc… Vai entender. Enfim, minha opinião. Galera do Arch me perdoa.

4 Curtidas

Digo isso pelo motivo de facilitar a criação é portabilidade de mais apps de peso para o mundo Linux e que fazem falta SIM pra muitos usuários, além de jogos.

2 Curtidas

Porque é mais rápido, tem uso de recursos mais otimizado, e me oferece um nível de personalização o qual eu não tenho em outros tipos de sistema operacional.

o arch é bom para quem quer instalar o sistema aprendendo realmente mais a fundo o linux
é uma distribuição para usuários avançados ou para quem quer dar saltos de aprendizado maior em linux

Eu fui mais além, usava arch antes mas hoje estou no slackware, uma distro bem mais complicada (tipo no nível do gentoo)

Não preciso mais dizer que eu sou contra usar “Linux” como se fosse um competidor direto com o Windows, só tem alguns detalhes, por exemplo:

  • Usando CTRL+Shift+Esc na aba Desempenho, você tem o uptime do Windows
  • O Windows possui o comando cat, ele só tem um nome e função mainstream diferente: type

O cat vem de concatenate, ele foi pensado pra ser usado assim, o que é óbvio que se passar apenas um ele vai funcionar:

cat "arquivo1.ext" "arquivo2.ext" "arquivo3.ext"...

Ou seja, juntar vários arquivos, o type é quem faz exatamente o que vc quer

  • E por fim, como o mestre @nando3d demonstra nesse excelente artigo uma vez configurado, instalar programas “simultaneamente” no Windows é tão simples como no Ubuntu, MAS… nenhum dos dois é de fato simultâneo, apenas AppImages podem ser instalados simultaneamente e snaps tem esse potencial

Agora me permita discordar do @Aghbi:

Na verdade, desde um pouco antes de 2016 essa padronização já existe, e funciona aos mesmos moldes do Windows, o problema é que parte da “”"""""""""“Comunidade”""""""""""" Linux simplesmente ignora isso e resolve gastar tempo, energia e recursos em algo que os devs simplesmente não querem adotar

2 Curtidas

Porque me atende e não enche meu saco com atualizações bugadas.

Pois é, se juntassem todo esse tempo e energia em melhorar o que já existe ao invés de querer reinventar a roda ou criar fork do fork do fork, tudo seria melhor.

3 Curtidas