Porque o opensuse não faz muito sucesso por aqui(Brasil)?

O OpenSuse foi a primeira distribuição linux, que instalei em meu notebook, lá em meados de 2012, só que na época que não tinha tanta paciência de aprender como tenho hoje, atualmente utilizo Ubuntu.

Mas sabe aquele carinho que você sempre tem pelo seu primeiro amor? então.

Tenho vontade de usar, mas o que me impede é que meu conhecimento em linux é beeeem baixo pra não dizer que é nenhum.

E todo suporte que vejo está em Inglês(Ai donti ispiak inglish), não vejo comunidades do opensuse no Brasil, em contra partida é fácil encontrar suporte para ubuntu, debian e até o Fedora.

Enfim, porque o suse não consegue embalar por que será que eles não embalam por aqui como o Ubuntu?!..

Enfim, foi só um desabafo mesmo, se você leu até aqui… Obrigado hahsuasha

3 Curtidas

Marketing!

Lembro-me quando comecei a usar Linux, em 2006, com a ReFiSeFuQui FeniX. Várias empresas que conversei usavam o SuSe, elogiando sua praticidade, estabilidade e facilidades trazidas pelo Yast 2.

Porém, com o surgimento do Ubuntu e a política da Canonical de enviar trocentos cds personalizados gratuitamente para qualquer parte do mundo foi uma bela jogada de marketing. Pode não parecer grande coisa, mas essa simples iniciativa gerou uma mega publicidade gratuita, pois como as pessoas recebiam diversas mídia oficiais, de maneira gratuita e só precisavam de 1 delas, saiam oferecendo as demais mídias para outras pessoas, ensinando-as a dar boot, instalar e usar.

Por mais que o Ubuntu originalmente fosse o Debian Testing com outros wallpapers, ícones e programas base, o fato de ter uma empresa responsável pelo seu desenvolvimento ajuda a passar credibilidade.

A compra da Suse pela Novell embora tenha ajudado com a publicidade no inicio, acabou sendo um tiro no pé, pois o investimento de marketing deles foi muito pequeno, não que antigamente fosse algo espetacular.

Com o surgimento de novidades no Ubuntu, como sua Central de Programas, por mais feia que fosse na época, ajudaram que a distro realmente se diferencia-se do Debian, ampliando sua popularidade.

Vale a pena pesquisar sobre o assunto, pois a Novell chegou a contratar 500 desenvolvedores para a distro em 2004, porém nunca conseguiram competir com o marketing gratuito que a Canonical conseguiu.

5 Curtidas

Obrigado pelo feedback, pelo que entendi, o ubuntu veio depois do suse e engoliu.

Suse é de 1992, Ubuntu de 2004.

1 Curtida

Divulgação e reprodução de comportamento. Sistema muito divulgado é sistema usado (efeito placebo, vide o caso do Windows) e as pessoas tendem a ter um comportamento de manada (moda, fama e redes sociais estão ai para servirem de exemplo).

Comecei com essa brincadeira do Ubuntu de enviar CDs, peguei um dos últimos.

@Kazvko: o que aconteceu foi que a pessoa pedia o CD pra ela, recebia diversos e, ao invés de jogar os demais fora, distribuía para os amigos. Afinal, se vc ganhou gratuitamente algo tão caprichado, por qual motivo simplesmente descartar? Essa simples ação fez com que o marketing boca a boca fosse realizado a um preço muito baixo.
Se a Canonical fosse investir para chegar em cada pessoa que conheceu o Ubuntu por meio de quem recebeu a mídia por um conhecido, o gasto seria muito maior.

2 Curtidas