Porque o GNOME tem fama de ser pesado?

Eu sempre tive receio de usar o GNOME pois ouvia muito falar que era pesado e usava muitos recursos da máquina, porém usando o Ubuntu eu percebo que isso não é verdade, o meu Ubuntu usa 1,2 GBs de RAM quando acaba de iniciar, e nunca aconteceu de ter um memory leak.

Porque o GNOME tem essa fama de usar muitos recursos da máquina? Esses problemas já existiram no passado e a comunidade ficou com uma má impressão?

Xfce, MATE e mesmo KDE Plasma usam METADE do que usa de RAM o GNOME no pós-boot.

LXQt usa UM TERÇO.

Isso em termos gerais. Varia de distro para distro.

1 curtida

Acho que pq ele consome um pouco mais de RAM, mas acho que o principal motivo é o lag nas animações, pelo menos no 3.36 eu sempre via esse problema, não sei na versão 4 pra frente consertaram.

Esse video do wolfgang é bem interessante, mas é meio antigo.
We need to talk about GNOME. - YouTube

e o video do Dio tb
KDE vs GNOME - CONSUMO DE RAM - YouTube

2 curtidas

Sim, as animações estão bem fluidas no Gnome 41. E a partir da versão 40 caiu um tanto o uso de RAM, chegando a iniciar com menos de 1 GB de uso (ainda bem mais que outras interfaces, mas ainda assim mais leve)

3 curtidas

Gnome é de fato um pouco mais pesado que as demais DEs, ele é exige mais da placa de vídeo, se desativar os efeitos em PCs modestos o desempenho do sistema aumenta consideravelmente. A questão da RAM é muito relativo.

A partir do Gnome 40 houve uma melhora considerável desse problema, sistema está muito mais fluido e menos exigente principalmente a versão 42.

2 curtidas

Pra mim o 3.36 é bem fluído.

O GNOME de fato usa um pouco mais de recursos, porém a comunidade Linux trata ele como um devorador de RAM, dizem que ele usa RAM demais e sofre de memory leak, eu nunca tive nenhum problema com o GNOME 3.36 no Ubuntu LTS.

1 curtida

Me recordo de problemas de RAM no Gnome 3.32, na verdade até essa versão não era muito otimizado, as coisas realmente começaram a entrar nos trilhos a partir da 3.36.

1 curtida

Porque levou tanto tempo para corrigir isso?

1 curtida

Eu sinceramente considero que a comunidade tende a exagerar muito ao falar do “peso” do GNOME, apesar de ele realmente tender a exigir um pouco mais da máquina. Em boa parte das ocasiões - tirando os casos em que a máquina é realmente muito limitada - pouco importa a distro ou a DE que você usa, escolha a combinação que lhe agradar mais.

3 curtidas

A minha DE preferida é o GNOME, eu gosto dele por ser minimalista e intuitivo, a única customização que eu faço é desabilitar o dock do Ubuntu e instalar o Plank, eu acho o dock muito mais intuitivo que a tradicional barra de tarefas, tbm acho legal usar ícones grandes pq dá um foco maior.

2 curtidas

Pode usar o GNOME com bastante tranquilidade então. :wink:

A melhor distro e a melhor DE são aquelas que te atendem e funcionam bem.

3 curtidas

O problema mesmo foi no início do Gnome 3, onde não apenas o consumo era ruim, mas todo o sistema tinha a sensação de ser devagar e travado. Hoje em dia Gnome não é mais o que era antigamente. Há outros fatores que podem estar comendo sua RAM e muitas vezes não é culpa da DE em si (porém acho que isso já é outro tópico).

Já utilizei Gnome por um bom tempo com Debian 10 após os updates e está bem fluído. Caso seu PC não possua uma placa gráfica ou você tenha problemas de travamentos, sugiro testar com as animações desligadas, pode quebrar um pouco a “beleza” da DE, porém você ainda consegue utilizar o workflow.

3 curtidas

Ubuntu pós instalação inicia em 1.6gb, hoje com vários apps instalados o sistema inicia 1gb a mais.

Eu era critico com o consumo de RAM, programas veem consumindo cada vez mais recursos da maquina basta ver por exemplo os navegadores, player de vídeos até mesmos compactadores de arquivos muito disso é devido o incremento de novas tecnologias mas também vem da falta de otimização, programação porca ou por utilizarem determinadas linguagem, plugs ou frameworks que acabam inchando o programa final além é claro a telemetria. Hoje eu já não encrenco mais com o consumo de RAM, parece ser um caminho sem volta. Estamos chegando a um ono que 8Gb já não é o suficiente.

2 curtidas

Os meus 8 GBs me atendem bem no momento.

O GNOME é o melhor na minha opinião, minimalista, intuitivo, funcional, sem distrações, customizável, com as extensões vc pode deixar o GNOME do seu jeito.

Tem extensões como Dash to Dock, Dash to Panel, Blur my Shell (Achei meio bugado), Arc Menu (Achei super elegante), o GNOME tem uma variedade de extensões pra personalizar do seu jeito ou acrescentar novas funcionalidades, uma extensão que eu acho essencial é a Clipboard indicator.

De fato o gnome é mais pra quem quer focar no que tá fazendo sem ficar perdendo tempo com personalização. Pra mim o ideal é usá-lo com o mínimo de extensões.

1 curtida

As únicas extensões que eu uso são o clipboard indicator e o gamemode, e eu instalei o plank pq eu gosto de ter um dock no fundo da tela.

1 curtida

acho que um pouco das respostas acima. se analisarmos bem, todas as interfaces foram devoradoras de RAM quando se tinha “memory comb” de 250MB, 500MB, 1GB!!! quem vai saber? rsrs

1 curtida

Algumas pessoas se preocupam demais com consumo de RAM, os recursos da máquina que não forem utilizados estão sendo basicamente desperdiçados.

1 curtida