Por que o DNF é tão lento em comparação ao APT?

Digamos que eu baixei um .deb no Ubuntu na pasta Downloads.

Vou no terminal e em Downloads eu escrevo o comando:

sudo apt install Pa ( aperto tab ) e é completado automaticamente sudo apt install Pacote.deb

Tentei fazer o mesmo com o dnf no Fedora.

sudo dnf install Pa (aperto tab… espero… e ele no máximo escreve) sudo dnf install Pac

Há um problema de lentidão e ineficácia.

É só comigo que isso ocorre?

O autocomplete do dnf é ruim, se você mudar o Shell para o fish melhora bastante, existe muita discussão quanto a isso na web, se não me engano tem um tutorial para corrigir em algum lugar da web, mas se comparar as vantagens, recursos e segurança na instalação isso acaba sendo algo irrisório, experimente usar coringas ao invés do autocomplete.

Um dos calcanhares que o pessoal reclama no fedora é sobre a lentidão do dnf, essa do autocomplete é um fato.

Porém as outras não levam em consideração o fato que o dnf “sempre” atualiza os repositórios antes de qualquer transação, checa a integridade do rash dos pacotes, testa se a instalação vai dar certo antes de ela ser aplicada (é mais ou menos uma atualização atômica, só será feita se a checagem for bem sucedida) e somente depois disso ela será feita e também pode ser desfeita caso algum pacote dê problema na sua máquina, é um gerenciador de pacotes super confiável ao meu ver.
O que ele entrega compensa sua lentidão no processo, com excessão desse caso do autocomplete que é realmente um problema utilizando o bash.

5 curtidas