Por que ainda existe o problema de screen tearing no Linux?

Tive um problema com screen tearing, mas o resolvi facilmente com a ajuda deste tutorial.

Este é um problema que diminui a “qualidade de vida” de quem usa o sistema operacional Linux, mas pode ser facilmente corrigido. Pelo menos pra mim, que usa Intel HD Graphics, foi simples.

Por que as distribuições já não trazem um arquivo de configuração em /etc/X11/xorg.conf.d/ com a opção Option "TearFree" "true" por padrão? Não pega bem deixar o usuário leigo passar por isso. Pesquisando pelo Google, vi que esse é um problema comentado pelo menos desde 2016…


No Windows 10 – instalado no mesmíssimo hardware – eu não tive esse problema, embora o sistema operacional da Microsoft apresente tearing para algumas pessoas às vezes.

1 Curtida

notas via archwiki sobre ativação do tearfree:

Esta opção pode não funcionar quando SwapbuffersWait for false.
Esta opção pode aumentar consideravelmente a alocação de memória e reduzir o desempenho. [9]
Essa opção é problemática para aplicativos muito exigentes quanto ao tempo vsync, como o Super Meat Boy.
Esta opção não funciona com o método de aceleração UXA, apenas com o SNA.

creio que seja por isso que não vem default ativada…

1 Curtida

Obrigado pelo esclarecimento.

1 Curtida