Pc de mesa ou notebook

Olá pessoal.
Nos últimos anos tenho tido muitos problemas com computadores de mesa.
Apesar de fazer manutenções constantemente e sempre estar monitorando
minhas máquinas sempre surge um problema.
Por outro lado, Tenho dois notebooks há mais 6 anos e tive poucos problemas.
Analisando o meu perfil de uso acredito que não teria problemas em usar apenas notebook,
pois as atividades mais comuns que executo no meu computador são: Estudo, Streaming de vídeo e
música, programas de simulação de elétrica, ou seja nada que demanda um processamento mais robusto.
Tal experiência está me fazendo pensar que minha próxima máquina será um notebook.
O que podem me dar de conselhos com base na suas experiências ?, quais bons notebook no teto de 3.600,00 R$?
poderiam me ajudar?

1 curtida

Nessa faixa de preço recomendo o Lenovo IdeaPad 3.
Tenho um desse e rodo bastante coisa em segundo plano e com bateria de boa autonomia

Não se engane, um notebook atualmente nessa faixa de preço eu classificaria como: notebook pra não ter dor de cabeça.
Maaaaasss, isso se vc usar apenas para estudo, consumir videos, musica, editar videos simples, e jogar games simples e antigos.

Se vc que Stremar e jogar games 3A, limitado ao mesmo valor( 3600 reais), será melhor um Desktop de 3600 reais escolhido a dedo.
Lembrando tmbm que 3600 - 4000 reais é uma faixa de PCs gamers de entrada/crise como o pessoal do Adrenaline gosta de chamar.

Eu uso os dois, mas gosto mais do desktop.
Laptop só uso quando estou com preguiça de ficar sentado à mesa, hehe.

Ambos tem prós e contras, atualmente, tenho como propriedade apenas notebooks. Um dado que deve ser levado em conta, já que você vem do mundo dos desktops, é que o hardware para notebook sempre será mais caro que o seu equivalente ao desktop (acho que, deva girar em torno de 30 - 40%), dado as especificidades das tecnologias de portabilidade. Outra coisa que se deve levar em conta é que, processadores móveis, normalmente, são energeticamente mais eficientes, porém, também têm um desempenho relativamente inferior, exemplo: um Intel i7 de desktop é diferente de um i7 de notebook (claro que, tem a opção de adquirir um notebook de linha gamer ou workstation com processadores tradicionais, mas, além disso cobrar o seu preço, vais ter que usá-lo de forma mais fixa, tal qual um desktop, e ai, talvez não compense) e por fim, considerando as limitações de upgrade de hardware, tenha em mente que você precisará de uma máquina com um pouco mais de desempenho do que a que você tinha como desktop, dado que você não poderá substituir facilmente a maioria dos componentes (isso pensando que você queira ter a máquina por uns anos, e portanto, não trocá-la em um curto espaço de tempo).
E o mais importante de tudo: faça uma tabela com prós e contras (contrapondo) desktop e laptop e veja em qual das duas seu perfil se enquadra mais.

Computadores de mesa montados a dedo podem ser tão confiáveis - senão mais confiáveis - que notebooks. Os problemas se originam, geralmente, no uso de fontes de alimentação de baixa qualidade combinado com o uso de pragas elétricas (como estabilizadores e no-breaks com estabilizador integrado). Não estou dizendo que é o seu caso, mas é o que ocorre frequentemente na prática.

Como exemplo de durabilidade, estou usando o mesmo desktop há mais de 8 anos e ele continua sólido como uma rocha (embora upgrades tenham sido feitos ao longo do tempo, o kit original permanece o mesmo, assim como a fonte de alimentação). Tenho outro desktop com mais de 4 anos que nunca teve qualquer problema também (e permanece com a configuração original).

Notebooks são excelentes para quem precisa de mobilidade, mas tendem a ser bem ruins em termos de ergonomia e conforto para trabalhar por muitas horas seguidas (o que você pode contornar plugando um monitor, mouse e teclado externos enquanto estiver em casa). Além disso, o potencial de upgrades é bem limitado caso você queira manter a máquina por muitos anos e a manutenção tende a ser mais delicada.

Neste momento que estamos vivendo, devido à crise no setor, cabe ressaltar que o preço das placas de vídeo, principalmente, subiu muito, e alguns notebooks acabam apresentando custo x benefício mais interessante, em termos de desempenho, por causa disso, especialmente no segmento mid-high ou high-end. Fora o fato do desktop depender da disponibilidade de algum monitor e demais periféricos.

O que você disse, via de regra, está correto, mas nesse momento atípico em que estamos vivendo - embora pareça ter começado a melhorar -, acaba dependendo do que se consegue encontrar.

Interessante ressaltar que mesmo nos casos onde um processador de desktop é utilizado no notebook, o desempenho pode não ser o mesmo, podendo se distanciar consideravelmente. Isso porque os requisitos de eficiência - redução de consumo - e refrigeração do notebook acabam comprometendo o desempenho, e o chip não alcança a plenitude que alcançaria em um desktop. :wink:

6 curtidas

Alguns fatores que aumentam a vida útil de um computador geralmente são mais fáceis de encontrar em PCs de mesa, como dissipação térmica bem dimensionada.

Agora, desconsiderando hardware problemático, Eu já cansei de ver aparelhos de todos os tipos durarem mais de 15 anos em ambientes controlados (ar filtrado e baixa umidade). De longe esse é o fator que mais observei afetar durabilidade.

Uma questão que eu percebi também é que ter um pc de mesa ajuda na longevidade do notebook que permanece a maior parte do tempo não sendo usado.

2 curtidas

vc ja respondeu a pergunta. eu, por exemplo, já uso NoBo há anos. não tenho mais pc de mesa. e estou migrando minhas atividades para o smartphone. hoje uso NoBo só para trabalho (texto, apresentações, pesquisa). o resto é melhor no celular mesmo. mas cada caso é um caso.

1 curtida

Bem lembrado isso.

1 curtida

mal comparando, imagine a instalação de um motor de ferrari num fusca e na própria ferrari. n basta o motor. o carro, transmissão, eixos. desenho do veículo etc influenciam.

1 curtida

eu acho melhor desktop… você pode ter maior controle do seu hardware. se algo der problema, ou se você simplesmente quiser fazer um upgrade, não vai ter tanta dor de cabeça.

3 curtidas

Depende do uso.

Desktop é mais barato. Contudo ocupa espaço, mas é mais potente e de fácil alteração no hardware.

Notebook é mais caro , mas tem a mobilidade, mas é mais complicado para alterar hardware.