Particionamento, dual-boot e recomendação de distro

Boa noite, pessoal.
Sei que este tópico é um pouco batido, porém, me considero bem leigo em computação no geral.
Minha dúvida é a seguinte: Quero começar a usar o linux e aprender computação voltada para segurança da informação, no entanto, baby steps, não pretendo mexer no kali e em nenhuma ferramenta de pentesting ainda porque meu conhecimento de programação, hardware e software ainda é muito limitado.
Nas minhas poucas leituras, vi que o particionamento é bom pra separar os dados do SO (não sei em que medida também da pra separar eles das aplicações também) e queria tentar fazer uma experiência de deixar meu notebook bem organizado, com cada coisa em seu lugar. Isso também envolveria um dual-boot que gostaria de ter, com a possibilidade de acessar os dados de uma partição NTFS separada do windows 10 que uso atualmente e uma distro linux. Não faço questão do caminho do caminho inverso (do windows pro linux) e a minha dúvida sobre a distro é entre o mint ou o Ubuntu.
As especificações do meu notebook são:
Lenovo Ideapad 330
Intel Core i5 8ªgeração
8GB de RAM
1 TB de HD (disso eu tenho 765, 52 GB livre)
Intel UHD Graphics 620
Desde já agradeço e peço desculpas pelo tópico repetitivo.
PS: Se isso ajudar na recomendação de distro, estou estudando Hardware, um pouco de programação e redes e se alguma delas tivesse alguma vantagem sobre isso, uso muitos pdfs e vídeo aulas.

1 Curtida

não pretendo mexer no kali e em nenhuma ferramenta de pentesting ainda

Amém, tu não sabe quanta gente entra no Kali no hype de ser hasker, e isso é uma péssima ideia.

O instalador da distro vai detectar o Windows e permitir que tu particione bonitinho, com uma fatia pra cada, além disso Linux pode acessar NTFS perfeitamente (mas Windows não pode acessar as partições com FSs do Linux), no Linux as coisas do sistema são guardadas na root, grafada como simplemente /, e tuas coisas pessoais ficam salvas na /home, o instalador provavelmente vai te dar a opção de separar elas em partições distintas tbm.
E eu vou te recomendar o Debian como distro, Kali é baseado nele, é bem estável, não é tão atualizado quanto outras distros mas tu pode optar pela versão testing e conseguir pacotes mais novos, programação é uma coisa que vai fluir basicamente do mesmo jeito em qualquer distro, então sem problema. Mas Ubuntu tbm é uma boa opção, ele é baseado no Debian e o uso não vai diferir muito.

2 Curtidas

Muito obrigado pela resposta! Não tinha considerado o Debian, mas vou dar uma olhada melhor nele :slight_smile:
Vou olhar o vídeo do Dio Linux e ver certinho como faz o dual-boot. Eu tava pensando em dividir o root, a home, fazer a partição do boot (que é a única que é obrigatoriamente primária, né?) e a swap tudo certinho, mas tô morrendo de medo de errar shauhsaushau

segue um recomendaçào do arch

Veja também aqui
https://wiki.archlinux.org/index.php/Partitioning#Discrete_partitions

Segue algumas recomendações. Não há nenhuma regra rígida sobre o tamanho da partição.

Se usa ssd deixe no total 25% do tamanho do ssd livre. Mais informações https://wiki.archlinux.org/index.php/So … rives#TRIM

O tamanho das partições depende da preferência pessoal, mas as seguintes informações podem ser úteis:
/boot/efi - 50MB já é o suficiente
/boot - 200 MB e 500 MB se for UEFI.
Ele requer apenas cerca de 100 MB, mas se tem várias imagens de kernels no /boot pode ser util aumentar o uso, 200 MB ou 300 MB é a melhor escolha e 500 MB se for UEFI.
/ - 15-20 GB
Tradicionalmente contém o diretório /usr, que pode crescer significativamente dependendo de quanto software está instalado. 15-20 GB deve ser suficiente para a maioria dos usuários com discos rígidos modernos. Se você planeja armazenar um arquivo swap aqui, talvez seja necessário um tamanho de partição maior.
/var - 8-12 GB
Conterá, entre outros dados, a árvore ABS e o cache pacman. Manter esses pacotes é útil no caso de uma atualização de pacote causar instabilidade, exigindo um downgrade para um pacote arquivado mais antigo. O cache do pacman, em particular, vai crescer à medida que o sistema é expandido e atualizado, mas pode ser limpo com segurança se o espaço se tornar um problema. 8-12 GB em um sistema de desktop deve ser suficiente para /var, dependendo de quanto software será instalado. Não é recomendado usar em um SSD já que trabalha com muitos arquivos pequenose logs do sistema. Neste caso armazene em um HDD separado.
/home - [varia]
É tipicamente onde residem dados de usuários, downloads e multimídia. Em um sistema de desktop, /home geralmente é o maior sistema de arquivos na unidade. O uso também é recomendado em um HDD,
swap - [varia]
Historicamente, a regra geral para o tamanho da partição swap era alocar duas vezes a quantidade de RAM física. Como os computadores ganharam capacidades de memória cada vez maiores, esta regra está desatualizada. Por exemplo, em máquinas desktop médias com até 512MB RAM, a regra 2x é geralmente adequada. Se uma quantidade suficiente de RAM (mais de 1024MB) estiver disponível, talvez seja possível ter uma partição de swap menor.
/data - [varia]
Pode-se considerar a montagem de uma partição “dados” para cobrir vários arquivos para serem compartilhados por todos os usuários. Usar a partição / home para esta finalidade é muito bom também.
/tmp
Já é uma partição separada por padrão, em virtude de ser montado como tmpfs pelo systemd. Portanto, não há necessidade de criar uma partição para ele.