O que vocês achariam se o Mint tivesse uma versão com gnome e kde?

Gente, parei aqui pra pensar: como seria se o linux mint tivesse uma versão com o gnome e com o kde, como vocês acham que seria?, e se o pessoal do mint lançasse essas versões vocês gostariam da notícia?

2 Curtidas

Plasma eles já tiveram e descontinuaram. Portar tudo pra Qt ia dar um trabalhão. Gnome acho difícil, mas - quem sabe? - algo bem mexido, tipo o do Zorin…

2 Curtidas

Concordo, eu tô só tentando imaginar como seria a aparência do mint com o gnome

1 Curtida

Do jeito que o povo do Mint é, ia ser algo bem jeitão do Cinnamon…

2 Curtidas

kkkk (10 caracteres)

1 Curtida

Acho que o “Gnome” deles já é o Cinnamon rsrs

4 Curtidas

Cê acha? ksksks

1 Curtida

Eu acho, prints de um Gnome com o Dash-to-Panel configurado certinho são quase indistinguíveis de um Cinnamon:

De modo contrário, um Cinnamon sem ícones na área de trabalho e com o painel com relógio em cima é bem convincente (mas a falta de “Atividades” entrega)

It's all GNOME? Always has been.

O Cinnamon inclusive começou como um conjunto de extensões do Gnome 3 chamado MGSE:
New features in Linux Mint 12 - Linux Mint

Mas na versão 13 eles chutaram o balde e realmente forkaram o GNOME 3:
Introducing Cinnamon – The Linux Mint Blog

3 Curtidas

Sinceramente o Mint já teve seu tempo de glória, o próprio Clement está matando a distro agora!

Como gosto da base Ubuntu e Fedora e já tem distros com KDE Plasma, para mim não faria/fez diferença.

1 Curtida

Agora que você falou, o cinnamon na verdade pode ser uma versão customizada do gnome
Mas também acho que não faria muito sentido

Pois é. Fora que é muito difícil acompanhar o GNOME 100% atualizado para quem quer manter extensões.

Sinceramente, depende. Se o Cinnamon fosse seguir o padrão de barra de tarefas + menu iniciar no GNOME, não acho que ficaria lá muito diferente do restante. Puxaria pro lado Zorin OS da coisa, mas com outras customizações.

Porém tem um problema: o mutter do gnome zoa com suas gravações no OBS de aplicações 3d, já o muffin (baseado no mutter) do Cinnamon não tem esse problema. Se fosse pra usar o Gnome com essa metáfora de desktop tradicional, era melhor ficar no Cinnamon. Dá melhor implementar um menu de aplicações estilo gnome e um overview do que ir pro Gnome e ter esse detalhinho.

Em questão de beleza, though, se houvesse um linux mint gnome edition, baseado no Ubuntu/Debian, que tivesse o blur nas janelas e barras de tarefa do GTK 4.0, e rodasse liso que nem o Cinnamon, eu utilizaria como main, mesmo com a metáfora de desktop tradicional (seria facilmente mudável).

3 Curtidas