O LibreOffice 7 está chegando e porque eu amo software livre

Versão final sai em agosto, aqui estão as release notes e um artigo em português resumindo as mudanças mais importantes.

O que as pessoas geralmente marcam:

  • traz o novo código de renderização da Skia com suporte à aceleração Vulkan (mas pelo o que vi nos release notes, é apenas para Windows, não sei como está a situação no Linux, depois eu pesquiso)
  • suporte de escala HiDPI com o código Qt5;
  • eliminação progressiva do suporte ao Adobe Flash;
  • novas funções de planilha;
  • diferentes aprimoramentos de filtro de importação e exportação;
  • um novo tema de ícone e muito mais.

Mas eles não destacaram a mudança mais importante:

Experimental support for very large spreadsheets (16 millions of rows, 16384 columns) were added. tdf#50916

Pra quem não sabe inglês, basicamente o LibreOffice Calc agora suporta – ainda que experimentalmente – 16 milhões de linhas e 16384 colunas.

Antes o LibreOffice Calc suportava até 1024 colunas. Isso é um grande avanço!

“Mas quem precisa de tanta coluna?!”

Quem faz pesquisa, meu amigo ou minha amiga. Já baixei planilhas do IBGE que usavam uma quantidade imensa de colunas. O que me deixava com duas opções.

  • Ou usar o Microsoft Office via Wine…
  • …ou usa o Gnumeric (que é pra Linux e é software livre)

É muito vergonhoso que um projeto da envergadura do LIbreOffice não tivesse suporte a um número maior de colunas, ainda mais quando o Gnumeric tinha suporte a isso. Esse bug do Calc ser limitado a 1024 colunas foi reportado em 2012 e só agora que apresentaram uma solução.

É isso que amo em softwares livres, o quão palpável são as suas melhoras, vê-los crescerem e se tornarem softwares capazes de substituírem, sem prejuízo, as suas equivalentes proprietárias.

7 Curtidas

Vamos ver como vai ficar…

E será que irá melhorar a compatibilidade com arquivos de Office da Microsoft…

Mal ou bem é importante, atualmente recebemos mais documentos criados pelo Office da Microsoft do que código aberto.

A cada nova versão eles sempre trazem melhorias nesse quesito, basta olhar os release notes de cada versão para você ver que falo a verdade. Agora a questão é se há melhorias especificadamente para o que você está esperando.

Por exemplo: uma coisa que me incomodava bastante era que o arquivo DOCX criado pelo LibreOffice perdia a quebra de página criada no documento original em ODT (veja aqui com mais detalhes). O que fiz? Reportei o bug e sem demora eles disseram que a correção estaria na versão 6.4 do LibreOffice. Como concluí a universidade e não lido mais com arquivos DOCX, não me preocupei ainda em testar novamente, mas penso em fazer um novo teste; bem que você poderia me dar sugestões do que testar :slightly_smiling_face:.

É o que sempre falo, REPORTEM BUGS!!!

3 Curtidas

Hoje eu estou tendo que fazer uma documentação e para aproveitar que o LibreOffice 7 foi lançado, fiz o download do mesmo em formato AppImage para utilizar ele nesse projeto. Tenho que dizer que estou amando, está cada vez mais profissional (não que não fosse), é impressionante o quanto eles estão melhorando o app. Estou sentindo que essa versão está bem performática.

Engraçado, apesar do formato ODT ser “padrão” para TCC, muitos professor ainda persistem em usar docx ou similares.
Ainda não tive problemas, mas vejo colegas que são obrigados a se render ao formato da MS.

Muito deles nem sequer sabem desse padrão (ou quando são avisados, a informação entra num ouvido e sai no outro) e como “todo mundo” usa Microsoft Office e Windows (graças a pirataria, diga-se de passagem), fica difícil de mudar.

1 Curtida

eu diria que a grande maioria, quem conhece esse formato é quem está ligado ou tem interesse pela área de tecnologia.
Eu conheço diversas pessoas que nem se quer sabem da existência de outra suíte office.

O problema é que isso é da área deles também. Se eu não me engano, o formato oficial ABNT é .odt; o problema é a comodidade/preguiça. Espero não enfrentar problemas com isto.

A última vez que teste o Libreoffice em *.appimage ele não criava todas as relações com os diversos tipos de documento. Sabe se isso foi corrigido? Ou tem alguma forma de automatizar isso?

Talvez esse guia do AppImage Launcher ajude: Integrando Appimages ao sistema

Excelente notícia! Já tive esse exato problema e justamente com dados do IBGE… Essa melhoria no suporte de colunas é um divisor de águas.

Estou escrevendo minha Dissertação em .docx justamente porque sou obrigado a me render ao formato da M$. Mas hoje perguntei para minha orientadora, na cara dura, se ela pode baixar o LibreOffice…

1 Curtida

Bro, como eu disse… o formato livre é padrão ABNT, eles são obrigados a aceitar.
É uma briga pra se comprar, se quiser kkk

2 Curtidas

A única coisa é que entrar em atrito com o orientador nunca é uma boa coisa. rsrsrs :crazy_face:

2 Curtidas

Você pode fazer como eu fazia. Faz seu trabalho no LibreOffice, quando for mandar pra outra pessoa e o arquivo realmente precisa ser editável (caso um PDF não seja o suficiente), você converte o documento para DOCX e o abre com o Microsoft Office pra ver se nada desconfigurou. Se tiver algum problema, aproveite a oportunidade pra fazer um bug report.

2 Curtidas