Nova matéria ruim para o Dio e OcaradoTI comentar? (CanalTech)

eu li pouco, fiz uma leitura rushada, achei tentaram demonstrar menos a implicância deles e tentaram ser mais criativos, justificaram melhor as opiniões deles, claro que ainda esta muito evidente que a matéria é muito particular e carregando o que eles querem que as pessoas vejam. mas ainda acho positiva ter mais e mais pessoas falando sobre o Linux, interdependente do que seja .

2 Curtidas

Eu acho que a escolha do sistema operacional vai muito além de “ideologias”.

Cada usuário vai ter uma necessidade diferente e o mais justo é que supram suas necessidades e pronto.

Pra quem quer jogar de verdade no computador vai sofrer usando GNU/Linux, não adianta querer migrar pra jogar, as engines anti-cheat ficam barrando o Wine e talvez até o Proton da Steam. Pra CAD vai sofrer com as versões que tem na plataforma, pra edição de vídeo também.

Não existe esse Sistema Operacional Unificado e Perfeito Para Todos, cada qual vai ter um uso e é necessário respeitar isso, não pode achar que é especial e participa de um clube da elite intelectual pinguiniana.

Eu falo isso sendo usuário exclusivo de GNU/Linux em casa (no trabalho não tenho escolha), por estar aprendendo desenvolvimento web e ter achado a experiência muito decepcionante no Windos, mas cada qual é cada qual.

3 Curtidas

Eu abandonei de vez o Windows, mas fiz isso porque quis aprender Linux e tbm porque não estou jogando tanto quanto antes, e o pouco que jogo o Linux me supre muito bem.

O que ainda bate forte e nem eu e nem ninguém vai mudar é a mentalidade de ninguém a respeito disso é sobre a pirataria, cada um tem seu caráter e não tem como mudarmos o de ninguém.

4 Curtidas

O que penso a respeito da matéria e comentei la inclusive foi:

Achei a parte do Linux tão curta em relação ao resto, alguns bons exemplos, que poderiam ter sido citados.

O Linux faz uma integração com Android bem como o Mac faz com iPhone e iPad, se falam desse recurso em um tem que falar no outro.
A questão da compatibilidade de jogos e outros softwares no Linux também mal explicada, Linux tem crescido nisso de maneira incrível e com a ascensão do Vulcan isso tende a ser ampliado(no caso dos jogos), mas o leitor simplesmente não vai saber.
A questão de segurança que as lojas de distribuições Linux e Mac têm, deveria ser explicado, porque é um atrativo pra quem não domina o uso de um computador, os programas que estão ali são verificados, portanto sem vírus e gratuitamente muitas vezes…

2 Curtidas

o texto foi claramente escrito por um fan da apple que nunca usou Linux, onde ironicamente ele comentou no início da matéria, “os que se dizem especialistas” e claramente ele não é algum especialista para realizar comparações do tipo, o próprio Dio que é focado em Linux falo sobre Mac com bastante honestidade, provavelmente não do jeito que um usuário Mac gostaria.
Seja como for jornalismo imparcial é impossível já que o ser humano é parcial, especialistas para o tipo de comparações acho que não existe, o que se da pra fazer é tentar o mais honesto possível, não que tenha achado o autor da matéria muito honesto, mas em nível do que se tinha por ai, a coisa ta melhorando.

1 Curtida

Uma ideia que sua mensagem me suscitou foi de colocar um usuário de cada sistema pra debater, nada mais justo na verdade. Sejam para uso profissional ou pessoal, seria provavelmente, muito mais honesto e com chances de fazer pontuações muito mais contundentes sobre o que cada OS têm que melhorar.

3 Curtidas

ai ta uma boa ideia, fora o risco dos analistas se pegarem nos tapas, seria bacana, cada redator escrever a sua parte na materia.

Ate tentei fazer as minha ponderações e criticas, mas o cara nao se toca que o conteúdo q ele postou sobre Linux ta defasado ou incompleto. O pior sao os puxas sacos do site ou sei la o q kkkkk O cara q escreveu, falou q ja usou Kurumim, fez projetos em Python, que usa Linux e os cambaus e que tem 15 anos de TI, mas comete erros primários e de novatos no mundo Linux, como chamar o WINE de emulador. E ja me estressei la por causa dele e dos puxas sacos do mesmo, da ate vontade de fazer um video sobre, mas é como querer conversar com uma pedra kkkk

3 Curtidas

Faz o vídeo que nós nos encarregamos de fazer o redator recebê-lo.

2 Curtidas

Entao Daigo, é só ver o meu comentário la no site e ver a má vontade do editor Sergio com as criticas que fiz. E o vídeo seria naquela linha. E pra ser sincero, esse tipo de conteudo é muito desgastante, pois seria, se nao me engano, o 5ª video do canal “refutando” esses tipos de materias.

1 Curtida

Lhe entendo, seria o mesmo que dar murros em ponta de faca.

Tem gente que se fecha para certos assuntos e que se acham os donos da certeza, infelizmente esse é o tipo de jornalismo que temos, uma vez comentei uma matéria que fizeram e fui alvejado de todos os lados pelo seus fiéis seguidores, que mesmo eu sendo objetivo e apenas dando meu ponto de vista fui chamado de fanboy Linux, por apenas dizer que eles poderiam ter se empenhado mais na pesquisa para a materia

1 Curtida

Achei a matéria bem equilibrada e sem puxação de saco.

1 Curtida

Eu achei ela bem rasa e com argumentos bem fora da realidade. Equilíbrio passou longe dali rs.

1 Curtida

Outro erro da matéria é dizer que apenas a Dell oferece modelos de computadores com Linux. Lenovo, Acer e a Positivo também oferecem, basta dar uma olhada rápida no site deles.

3 Curtidas

Essa discussão sempre rende!!! :smiley:

O próprio Linus já demonstrou sua frustração com a limitada adoção do GNU/Linux nos desktops.
E sinceramente ainda não vejo um aumento dessa fatia tão rapidamente.
O fato é, que por muitos anos, tivemos soluções que funcionavam quase que exclusivamente em Windows. Sempre tinha um site que só funcionava no IE, aplicativos que não tinham concorrentes a altura ou nem tinham soluções em outra plataforma etc etc etc.
Outro ponto é que sempre zombaram do next next , mas isso sempre fez a supremacia da Microsoft ser forte.
Isso acaba refletindo também nas opiniões da “mídia especializada?!!?”
O dia que mais e mais computadores forem vendidos com Linux instalado, cada vez mais jogos multiplataforma aparecerem e a experiência “user-friendly” ser realmente amigável ao usuário, talvez aí a fatia de mercado aumente, e as opiniões também evoluam.

Para mim o Deepin está neste caminho…

1 Curtida

Sério? Cita aí uns exemplos de argumentos rasos no caso. Fiquei curioso.

Todo ser humano é partidário.
Os programas televisivos são partidários.
Os programas de rádio são partidários.
Os jornais impressos são partidários.
O forum do diolinux é partidário.
Todos somos partidários, pois todos nós pomos em relevância aquilo que apreciamos e rebaixamos aquilo que, mesmo sem um bom motivo, desprezamos.
É como futebol, apreciamos um, desprezamos os outros.
Uns dum modo mais fanático, outros dum modo mais lógico.
No mundo da informática não poderia ser diferente.
Há os que preferem Linux e há aqueles que preferem Windows.
Há inclusivamente aqueles que preferem aquela distro e desprezam as outras distros.
E isto dentro da própria Linuxfera.
Tudo muito Natural!
Só é pena que alguns cérebros ainda não tenham percebido isto.
Este fato que é corriqueiro, quotidiano e que nós próprios praticamo-lo no nosso dia-a-dia.
Quais dos amantes de Linux aqui que nunca disseram mal do Windows que arremesse a primeira pedra!
Portanto, a matéria em epígrafe não é ‘ruim’, mas apenas partidária, como todos nṍs. Aliás, foi escrita por um ser humano, não foi?

A questão é: na última década, os smartphones e tablets estão tomando o lugar dos computadores domésticos, que continuam sendo usado em massa para jogos e algumas coisas em específico. Trabalhei muitos anos fazendo manutenção de computadores, mas nos últimos 5 anos as solicitações de suporte caíram vertiginosamente, pois as pessoas estão dando preferência pro mobile.

Quem ainda faz uso forte de computadores e notebooks são as empresas, principalmente por conta da obrigatoriedade de emitir NFe e outros documentos. Muitos fornecedores desses ERPs incluem manutenção remota do computador, o que reduz ainda mais a necessidade de suporte técnico.

Essas e outras questões dificultam e muito a adoção do Linux no Desktop.

2 Curtidas

O cara nao se deu o trabalho de colocar mais programas que rodam no Linux, como por exemplo o DaVinci Resolve, o Krita, o FreeOffice. Outro ponto foi falar que da “trabalho configurar” jogos no Linux… ahhh ta, como se no Windows fosse facil assim, quantas vezes vi uma galera apanhando pra deixar o jogo "jogavel’ no Windows. Ele usou argumentos de uns 7 anos, que hj em dia nao fazem muito sentido.

1 Curtida

Entendi seu ponto de vista.