Nativefier (como passo criar icones de atalho?)

Olá pessoal, como estão?

Recentemente descobri o nativefier e estou gostando muito. Ainda tenho que aprender algumas coisas sobre esse programa. Estava eu tentando colocar apps como Whatsapp e Slack na tray, consegui com a opção --tray. Porém o icone da tray não mostra se chegou novas mensagens e também se eu tentar abrir o whatsapp outra vez e aperto um segundo icone na tray. (se alguém tiver dicas sobre isso agradeço :slight_smile: )

Hoje usei o nativefier para fazer um app do site globo play (pra minha sogra poder assistir só clicando no icone na area de trabalho). Porem não consigo criar um atalho do executável. Até joguei o executável pra /bin, mas minha sogra acha difícil abrir o terminal e escrever. Alguém sabe como posso criar um icone de atalho?

Testou o ICE? Eu achei muito fácil de usar. No caso do Whatsapp, para duas contas diferentes, basta colocar cada uma em um navegador diferente. Agora, isso de novas msgs, acho que só o clente oficial pra Windows fazia. O Ferdi, que é o que uso - baseado em Electron - não me avisa exceto com os bipes e com notificações na área delas…

1 Curtida

não testei o ice, vou tentar ele também :slight_smile:

1 Curtida

O nome é só ICE?

1 Curtida

Como vc usa Linux Mint, em breve chega uma versão feita pro sistema em base ao ICE. Se quiser usar o beta, em inglês, já dá:


Guia de instalação - deve funcionar normal, caso não ache na loja (procura pro ice peppermint)

Ou baixa o .deb e instala direto. Link aqui:
1 Curtida

Nas opções do nativefier:

  --single-instance                      allow only a single instance of the application

Isso vai permitir apenas uma cópia de cada app aberta de cada vez.

Pode-se usar um editor de arquivos .desktop, como MenuLibre, KMenuEdit, etc:
image
Ou mesmo, como sugeriu o @Rodrigo_Chile, utilizar o ICE em vez do Nativefier.


Até onde eu sei tem um Flatpak nativo, não?

2 Curtidas

O Slack, como outros serviços, como Whatsapp, Telegram e Skype, podem rodar todos num lugar só, como o Ferdi (e acho que no Rambox, como nunca usei, não posso dar certeza). Mas há várias aplicações em Snap e Flatpak que não tem versões para sistemas 32 bits. Aí o ICE (e no Nativifier) servem muito bem, pois (no caso do ICE, que é o que usei), cria os apps, os integra corretamente aos menus e cria os arquivos de config na home do usuário. Num netbook que tenho, primeiro instalei o Ubuntu MATE 18.04 32b - que ficou pesadinho e pouco prático -, daí coloquei o Mint 19.3 32b XFCE, que se adaptou melhor ao net. Os apps em ICE, como mantenho a /home separada e não a formatei ao reinstalar o sistema, estavam lá, lindinhos…

também tenho um /home separa e deixo a pasta nativefier com os apps nela. Reinstalei o sistema e foi lindo voltar e ver minhas configurações como deixei :smiley: kkkkk

1 Curtida

tentei o slack em snap, mas não funciona. Simplesmente não abre. Usei o --edge mas também não funcionou. Então estou usando com o nativefier mesmo. Cara muito obrigado pela dica da tray, li o help do nativefier umas três vezes e não consigue achar isso kkkkk.

A respeito do editor de arquivos, vou tentar usar agora :slight_smile:

Ultimamente estou usando mais o Arch linux que o Mint, vou tentar achar o ICE pro arch também. ^-^ Vlw meu caro, vou testar o .deb

1 Curtida

Tem no AUR!

1 Curtida

Valeu meu querido deu tudo certo com o --single-instance ^-^. Não conseguir abrir o menulibre no arch, mas ainda vou pesquisar mais um editor de menu pra ele. Na verdade o pc que minha sogra assiste os programas esta com mint. To esperando ela acabar de ver novela e essas paradas e vou correndo testar o MenuLibre nele kkkkkk

1 Curtida

Acabei de ver aqui que o MenuLibre no Arch é exclusivo do AUR, eita.
Mas tem os equivalentes específicos de cada DE que você pode tentar, todos no repo:

  • alacarte (GNOME/Cinnamon)
  • Mozo (Mate)
  • KMenuEdit (KDE/LXQt) ← o que está no meu print, mas os outros não devem ser muito diferentes.

O MenuLibre só tenta criar uma opção universal que não puxe dependências específicas de cada DE.

1 Curtida

Baixei o Libre do AUR mesmo, mas não abriu. No Arch estou usando o i3wm, estou gostando muito de ter os bindsym. No pc que vou colocar está com o Mint xfce, vou tentar o menulibre nele

1 Curtida