Não acredite cegamente em uma fonte de informação antes de pesquisar em outras

A motivação desse post

Nota, isso não é um ataque, tudo está argumentado com informações técnicas e links, quando foi necessário

Isso poderia ter sido resolvido com o autor do vídeo em questão, o Renato Araujo do @fastos2016 mas o mesmo preferiu me excluir do grupo e me bloquear por causa de uma pergunta anterior então, resta o fórum, pra mostrar o erro e tentar amenizar o estrago potencial que esse tipo de coisa traz

Introdução

Eu concordo com a ideia de,não baixar e instale softwares sem saber sua origem, recomendo pesquisar a origem do software e o que as pessoas relatam sobre ele, especialmente sobre segurança e privacidade. Pra quem quiser ver na integra e o original em vídeo, o tema começa aqui. Mas resumidamente se trata de informações equivocadas sobre GitHub, AppImage, e o “pessoal do AppImage”.

Desenvolvimento

Em 13:50 ele diz o seguinte “Eu não recomendo apps de GitHub aleatórios” [reitero que eu concordo com isso, não estou discordando dessa parte em específico], no entanto em seguida ele completa com “A não ser que seja, por exemplo o Flathub, o Flathub se não me engano, está no GitHub, mas é uma loja”, novamente nada contra essa informação é relevante. Em 14:20 começa a desinformação.

Aviso: Irei transcrever a partir daqui, as falas em bloco, porque assim eu posso explicar mais detalhadamente onde está o erro,. Irei também transcrever a fala toda (sem alterações, apenas como eu as ouvi) pra evitar descontextualizar a fala, porque definitivamente não é minha intenção

Eu acho sacanagem quando eu vejo, assim, nada contra divulgar ferramentas, software e etc…, tem que ser divulgado pra incentivar a contribuição ao open source, que é um dos objetivos do GitHub, mas não tratar como uma loja de apps como o pessoal do AppImage faz, eles tratam o GitHub como se fosse uma lojinha de apps

Não, isso aqui não é verdade, A maior parte dos AppImage 970+ de 1300 que estão disponíveis no AppImageHub então o “pessoal do AppImage” não trata o GitHub como lojinha, mas sim hospeda a mesma lá. E cada AppImage passa por testes via TravisCI para descobrir falhas, erros e até código maliciosos… enfim, são testados, e se oferecerem risco ao usuário… ele é cortado da loja, então, os apps que existem na AppImageHub são tão ou até mais seguros que os encontrados na FlatHub, além do mais, pelo menos no meu caso, sempre que eu indico um software em AppImage eu mesmo testo antes, esse inclusive é um dos motivos de eu nunca indicar Flatpaks ou Snaps.

Vamos ver aqui a definição de GitHub na wkiki? Vamos ver na Wikipédia… GitHub é uma plataforma de hospedagem de CÓDIGO-FONTE, não de apps!

Isso é uma meia verdade, o objetivo principal é obviamente hospedar código, no entanto, o GitHub também hospeda as releases (o resultado da quele código, a liberação do software ao usuário final), a documentação oficial da plataforma diz que “Você pode criar uma versão para fornecer software, notas de versão e arquivos binários empacotados para uso de outras pessoas.” ou seja, sim, os AppImages estão fazendo o uso correto e recomendado da plataforma

Ele permite que programadores, utilitários ou qualquer usuário cadastrado na plataforma contribuam em projetos privados e/ou Open Source de qualquer lugar do mundo. GitHub é amplamente utilizado por PROGRAMADORES para divulgação de seus trabalhos ou para que outros programadores contribuam com o projeto, além de promover fácil comunicação através de recursos que relatam problemas ou mesclam repositórios remotos issues, pull request.

O problema é o enfase em PROGRAMADORES, isso não significa nada, é o mesmo caso por exemplo das linguagens de programação, PHP foi feito para programadores, no entanto, não significa que todo mundo que usa as aplicações da plataforma PHP seja programador, enfim, a plataforma é para programadores gerenciarem seu código e para os usuários finais (não programadores ou mesmo outros programadores) baixarem e usarem seus produtos SEM CUSTO de hospedagem

Tu vai acabar tendo que distribuir softwares uma hora ou outra, mas vai ser distribuir para serem empacotados para alguma loja

Isso não necessariamente é uma regra, existem casos onde o desenvolvedor faz a ferramenta apenas pra teste de conhecimento, ou mesmo trabalhos acadêmicos e pesquisa , sendo assim, softwares de nicho que não faz sentido estar em uma loja quem se interessa por esses softwares sabem onde pesquisar ainda que não sejam programadores, existem repositórios que sequer são softwares mas sim sites… e no caso dos AppImages existe uma loja

No meu blog, eu recomendo apps, eu recomendo todos numa loja de uma loja de apps, eu nunca (eu não digo nunca, porque nunca diga nunca), eu prefiro não recomendar, não ter que fazer o usuário, ter que que ir num GitHub aleatório, baixar um app aleatório, de um empacotador/mantenedor/desenvolvedor aleatório

Quando alguém recomenda um Flatpak da FlatHub, na maioria dos casos, essa pessoa está recomendando um app aleatório, de um GitHub aleatório, a única diferença prática além dos formatos é que o Flathub centraliza esses “empacotadores/mantenedores/desenvolvedores aleatórios” (na maioria das vezes o projeto porque o desenvolvedor não foi quem empacotou ou se interessou pelo formato

Essa de ficar caçando aplicativos em vários sites que o pessoal do AppImage faz, é muito arcaico, é muito voltar atrás, tipo anos 90, Windows XP saca?

Mas a maioria, não faz isso, os AppImages (boa parte pelo menos) indexados no AppImageHub, basta localizar na “loja” e mandar link de download direto pra pessoa, similar ao que você faz com o FlatHub, a diferença é que é um link direto pro app… e o Windows XP não é dos anos 90

Existem tantas ferramentas facilitadoras e integradas hoje em dia, principalmente no desktop Linux

Existem ferramentas facilitadoras que indexam os software, como o AppImageHub e Flathub fazem inclusive, no entanto todas requerem integração com o sistema, por exemplo, Flatpaks não possuem, tecnicamente falando integração com o sistema, você integra o Flatpak ao sistema adicionando runtimes (não estou falando das platform) e afins o que triplica (por causa do OSTree) a quantidade arquivos de libs, drivers, temas… você mesmo já abordou isso no seu canal… se não for isso, não ficou claro

As outras plataformas já estão… já abandonaram esse tipo de software

Somente Fedora Silverblue e Endless OS “abandonaram” (porque ainda dá pra instalar). Ativar o suporte a Flatpak por padrão não significa abandonar outros meios, mas sabe algo curioso, o Nitrux está migrando para ser uma plataforma full AppImage abandonando de fato todos os outros meios (GIF demonstrando)

O Windows tá focando na sua Store, o Mac OS sempre focou na sua Store, o Android foca na sua Store

Em tópicos:

  • Você está comparando produtos com um kernel, é como comparar uma pintura com a tinta, o próprio @Dio explica isso em O que você AINDA NÃO entendeu sobre “O LINUX”, mesmo que não tenha citado diretamente, é trabalho das distros escolher como distribuir os softwares ou mesmo dos desenvolvedores dos apps

  • O Mac OS não foca na AppStore mas sim em usabilidade, por isso também focam em softwares de fora da loja com os .dmgs e .pkgs

  • O Windows está nessa mais por questões comerciais

  • O Android por necessidade, afinal, originalmente o sistema rodava emtelas pequenas de baixa resolução, então caçar apps seria inviável sem uma loja


Conclusão

Meu intuito não é ofender (tanto é que se isso tiver ocorrido, peço desculpas), nem “desmentir” a live, mas sim fazer um apelo, você tem todo o direito de não gostar e não querer recomendar uma tecnologia (AppImages no caso), no entanto busquem saber como funciona, o porquê funciona assim e principalmente se o motivo que que leva você a pensar assim é real, porque muitas vezes não é, e como vocês são divulgadores isso acaba espalhando informações erradas impedido a tecnologia de melhorar, nesses aspectos.

Aviso final

Se esqueci de algo, ou disse algo errado, por favor, me avisem nos comentários, mas evitem falácias de ataque. Se em algum momento do texto eu usei ad hominem, espantalho ou outra falacia de ataque/distorção, me avisem que eu mudo ou mesmo retiro do texto. Se o tópico estiver na seção errada, a mesma coisa

11 Curtidas

É importante ver um tópico desses por aqui.

As pessoas precisam entender que acreditar cegamente na palavra de criadores de conteúdos digitais é um erro terrível, assim como acreditar em tudo que dizem na televisão, por exemplo.
Assistiu a um vídeo no youtube que fale sobre determinado assunto ? Beleza, você já tem uma visão superficial da coisa. Agora vá e procure pelo mesmo conteúdo em outras fontes, em outros veículos de comunicação, leia sobre e adquira um conhecimento mais embasado, concreto.

9 Curtidas

Realmente, existe muita desinformação na maioria dos canais brasileiros sobre Linux, mas pior do que isso é o fato de que a maioria dos criadores de conteúdo fazem vídeos opinativos, fazendo afirmações baseadas no próprio umbigo, daí o iniciante que não tá por dentro desse universo, acaba tomando isso como verdade absoluta.

É triste.

6 Curtidas

Além disso, há uns criadores que fazem vídeos baseando-se em ideologia, querendo defender o ponto dele no espectro político/ideológico. Na época em que os ministros tomaram um caller ID spoofing e vazou um monte de conversas do telegram, um criador de conteúdo Brasileiro sobre Linux desses aí, fez um vídeo dizendo que iria falar sobre a parte tecnológica da coisa e foi um dos piores vídeos que já assisti na minha vida, não havia nada em relação a parte tecnológica, era só ele defendendo a direita kkkkkk. Enfim, ele até editou o nome do vídeo e tirou a parte na qual dizia ser um vídeo sobre a parte tecnológica.

4 Curtidas

O cara tem todo o direito de falar sobre as opiniões políticas dele nos vídeos, afinal, o canal é dele, mas não é ético fazer essas associação.

3 Curtidas

Perfeitamente.

Se ele colocasse o nome do vídeo como: “Minha opinião sobre o caso…”
Estaria lindo hausauhsaa.

4 Curtidas

Concordo com você, como disse o @Lavrudinho o ideal seria colocar “minha opinião” mas ainda assim deveria ter alguma base, nesse caso foi puro achismo travestido de verdade

2 Curtidas

Não creio que seja nescessário por “minha opinião” nos títulos, o espectador também não pode ser tratado como um idiota. É evidente que sempre haverá opinião em qualquer assunto, mesmo que mínima. Quanto ao tópico abordado anteriormente, como bem disse na live (participei nos comentários…KKK), já indiquei e indico inúmeros apps em AppImage, porém, mesmo com o AppImageHub sendo uma alternativa não é incomum encontrar softwares bem desatualizados. Já no Flathub e Snapcraft os apps estão em versões mais atuais ou não tão antigas assim.

Concordo que o Github não é apenas para hospedar códigos, entretanto não é o mais convidativo para usuários comuns. Nem sempre o download da aplicação está tão evidente como em uma loja (Cabe ao dono facilitar com links ou uma boa “página inicial”, algo que as vezes não ocorre).

Particularmente, minha opinião, oferecer software em um local mais prático é sempre mais simples ao usuário comum (que é quem eu me importo, já os demais tem conhecimento o suficiente para proceder como bem entender). Outra forma que é super valida, em minha visão, é conforme o projeto Kdenlive procede, oferecendo o AppImage em seu site oficial.

Resumindo, como já afirmei em meu vídeo sobre os diversos formatos de empacotamento do Windows e Linux, uso e gosto muito destas novas opções e sei que cada uma tem seus pontos fortes e fracos. Assim sendo, o AppImage peça em alguns aspectos, o Flatpak e Snap em outros, como DEBs e RPMs.

3 Curtidas

Não é questão de tratar o espectador como idiota, é questão de separar informação da opinião, assim como é feito em todo veículo de comunicação sério.

3 Curtidas

Como falei, é impossível não dar o mínimo possível de opinião que seja. Outro ponto, sendo certo ou não, esse é o direito de expressar sua opinião. Cada um pode falar o que bem quiser na internet, e arcar com as consequências se for algo ilegal.

O canal é do FastOs, ele fala o que bem entender. Em muitos aspectos eu não concordo com ele, já em outros sim (isso com diversos canais inclusive). Não é preciso uma tarja de “minha opinião” em cada vídeo. Se em veículos conceituados vc já vê as opiniões, imagina em um canal pessoal.

O leitor/ouvinte deve ser apto a comparar com outras fontes. Assim como tem muita gente que fala bobagem sobre Windows, canais grandes e veículos enormes inclusive, outros também tem essa liberdade. Tudo isso pode ser benéfico por um lado, dando liberdade de expressão, e tbm pode ocasionar situações ruins…

Volto a mencionar, qualquer um pode falar o que quiser na internet e depois arcar com as consequências, caso seja crime.

Tbm deve-se observar as regras vigentes, um bom exemplo é este fórum. Eu não posso falar o que quiser, na real até posso, mas serei expulso ou até pior (se for um crime).

Na verdade, é possível sim não dar opinião e passar apenas a informação, basta querer.
Esse negócio de impossível é balela. Não só na internet, todo mundo pode falar o que quiser em qualquer âmbito e arcar com as consequências depois, em nenhum momento eu disso o contrário.

Bom, em veículos conceituados e sérios, existem áreas específicas para opiniões, afinal, qualquer opinião mas forte pode acarretar problemas para uma empresa de comunicação inteira e não só para um indivíduo, até por isso é importante separar.

Enfim, separar a coisa ou não, vejo como uma questão de respeito aos próprios espectadores. Mas, cada um sabe o tamanho e o nível de seriedade do próprio trabalho.

2 Curtidas

Essa é a questão, e se o camarada quiser sempre dar a opinião dele. E sobre ser possível ser 100% imparcial, isso eu creio ser balela…kkkk (vc crer o contrário), você tem a sua opinião e eu a minha. E detalhe, quem garante que ele não tenha falado algo que tinha certeza que era certo? O que podemos fazer a respeito? O que o @Natanael.755 fez, contra argumentar e mostrar os eventuais equívocos.

Sou extremamente a favor disso, agora impedir ou querer falar que o cara tem que fazer X ou Y aí não. Afinal, o canal não é meu… Ele sabe o que faz, se é certo ou errado aí são outros 500.

Quando o trabalho é passar informação, você necessita ser imparcial, caso contrário, não é informação.

Se o camarada quer fazer um canal, cujo conteúdo é exclusivamente a opinião dele, perfeito, não há problema nenhuma nisso. Um youtuber chamado “Tio Lu”, fez exatamente isso, ele começou com um canal de informação e misturava com a opinião dele sobre a informação, começou a dar problema, ele, inteligentemente, criou outro canal somente para opiniões e deixou o principal para informações, dividiu as coisas.

Vou deixar bem claro novamente: Eu, em nenhum momento, disse que alguém tem que ser proibido de falar kkkkk, muito pelo contrário. Eu, também, não disse que ninguém TEEM que fazer uma coisa ou outra.

Enfim, não entendo o motivo pelo qual você está querendo levar a conversa para esse caminho de censura, querendo fazer parecer que estamos querendo isso. Entendo que o fast é seu amigo, mas não é de censura que estou falando.

2 Curtidas

Não estou levando a conversa para outro lado, apenas falei que por “minha opinião” no título é tratar o espectador como idiota.

E eu respondi: (20caracteres)

E eu falei que é impossível ser 100% imparcial. Resumindo…

E eu respondi: (20 caracteres)
Hoje está um belo Domingo para ficarmos num loop infinito hausuhasaa

Mas não sou eu que estou no loop… Vc já disse que acredita no oposto. Simples…kkkkkkkkk

Quem tá certo ou errado? Eu te digo, nem vc nem eu… Ambos estão certos ou errados, depende da opinião.