MSIX vs. Snap, Flatpak, etc

#1

MSIX desenvolvido pelo microsoft que pode se usado tanto no linux com no windows pode ser melhor que o Snap, Flatpak, etc… ?

#2

Sim, não, talvez… depende talvez se compare com os Snaps por ter o amparo da Microsoft:

  • AppImage, funciona como os .dmg do Mac, uma evolução deles na verdade, tudo que o programa precisa está dentro de um arquivo somente leitura o que blinda ele contra vírus já que o vírus não pode se injetar dentro do arquivo, sua maior desvantagem é que ele é um formato de empacotamento ou seja não se tem atualização (apesar de existir o AppImageUpdate) e nem suporte a repositórios

  • Snaps, segue a mesma linha do AppImage mas roda dentro de um ambiente enjaulado outra diferença é que ele usa o dispositivo Loop ao invés do FUSE o que faz eles serem reconhecidos como dispositivos, sua principal vantagem é o amparo legal da Canonical, sua desvantagem é que os programas não se integram com o sistema

  • Flatpaks, em termos técnicos seu diferencial é que eles usufruem da segurança do GIT o que praticamente inviabiliza invasões do lado servidor, do lado usuário a principal vantagem são as atualizações delta que baixam apenas os arquivos modificados, eles também são enjaulados mas isso é mais uma desvantagem que uma vantagem já que a integração com o sistema como o FastOS mostra pode ser definido com uma palavra: Gambiarra

  • MSIX, tem seu diferencial o “crossArch” ou seja um arquivo para todas as arquiteturas e o cross plataform, até onde eu li ele usa containers com tudo (mesmo) que o programa funciona com arquivos comuns entre as plataformas e os arquivos específicos de cada plataforma dentro do pacote teria instruções para identificar a plataforma (mais ou menos como os scripts python fazem) e executa o binário da plataforma, infelizmente não tenho nenhum pra testar os prós e contras (possivelmente o tamanho) mas eu diria que isso só vai ser útil pra nós quando lançar o WPF, UWP, e Windows Forms do NET Framework pro Linux

2 Likes
#3

Eu vi o vídeo do diolinux sobre .deb e possível rodar em todas as plataformas Linux, se os desenvolvedores compactar em .deb não facilitaria na hora de instalar?

#4

Os pacotes .deb são usados em distros de base Debian, tipo: Debian, Ubuntu, Mint, Elementary OS, Pop!_OS, etc.
As distros de base RedHat, como o Fedora, utiliza pacotes .rpm
Claro, dá pra instalar um .deb em uma distro que usa .rpm se tu descompactar e mover os arquivos um por um para os diretórios adequados, ou se tu executar o binário desse software, mas aí já são outros 500.
:slight_smile:

#5

Sim tem até um software que automatiza isso, só tem um problema, o “inferno de dependências” esses novos formatos visão eliminar a necessidade dessas dependências (ou por completo inserindo as bibliotecas dentro do pacote como Snaps e AppImage) ou aglutinando em um superpacotes (com o flatpak e seus runtimes e o MSIX e seus containers)

#6

Na verdade, são .app e não .dmg. O .dmg é como .iso e .img. Fui utilizador do macOS.

2 Likes
#7

O AppImage é exatamente uma imagem (SquashFS) a diferença é que ele possui uma camada executável, a pasta .app do OS X seria equivalente a pasta .AppRun dentro do AppImage

1 Like