Modificação de partição EFI

Pessoal,

No meu PC está instalado o Windows 10 e Ubuntu 19.10. Irei instalar o POP! no lugar do Ubuntu e manter DUAL BOOT. A documentação do POP! pede para criar uma partição EFI de 500 mb. O meu SSD já possui uma partição EFI, porém é de 100 mb (foi criada automaticamente na instalação do Windows). Eu tentei aumentar essa partição via Gparted, porém não foi possível. Tentei instalar o POP! do jeito que tava, mas o sistema retornou uma mensagem informando que a partição EFI de 100mb era muito pequena.

Minha dúvida é a seguinte: posso apagar minha partição EFI atual e criar uma nova de 500 mb e esse procedimento não irá danificar minha instalação atual (windows 10 que tá instalado) ?!

Eu recomendo criar outra partição EFI de 500mb para o bootloader do POP e não mexer na do Windows.

Informação retificada conforme postagem abaixo!

Pop!_OS + Dual boot = Problemas

O ideal é pesquisar mais sobre a instalação do GRUB no Pop!_OS antes de fazer a instalação do sistema.

Interessante o tema e irei pesquisar pra entender melhor isso. Por enquanto me aventurei e fiz da seguinte forma:

Criei uma partição EFI de 500mb conforme recomendação do POP! Bem, “ainda” não apareceu problema, estou conseguindo acessar tanto o Windows quanto o POP! (escolhendo o S.O via configuração do boot na placa mãe - tecla F8).

O @anon17586640 me passou os comandos para instalar o GRUB, mas estou com receio de fazer isso e perder o acesso ao Windows. Se alguém puder me passar outra dica, serei muito grato. Enquanto isso vou pesquisando aqui pra aprender mais.

1 Curtida

Quais coisas estranhas podem acontecer ?

Se tiver um link com uma explicação menos superficial mande-me.
Pq sempre utilizei duas partições EFI aqui e queria fica por dentro dos riscos.

Fiz como vc orientou, mantive a partição EFI criada na instalação do WIN10 e criei uma outra com 500mb. Por enquanto tudo normal.

1 Curtida

Nos firmwares recentes não há problemas. A especificação UEFI prevê que o firmware procure mais de uma partição EFI nos discos rígidos.

Placas antigas podem ter um firmware que não aceite essa configuração, mas é falha de programação que deve ser tratado como exceção.

Me confundi com os dispositivos removíveis, que possuem tratamento diferente na especificação, que restringe a apenas uma partição EFI. Nos pendrives/CDROMs não deve funcionar ter duas ou mais partições EFI. (Ou se funcionar deve ser tratado como exceção.)

Pra quem quiser se aventurar na especificação UEFI: https://uefi.org/specifications

2 Curtidas

Perder o acesso do Windows você não vai.

1 Curtida