Microsoft multando empresas no Paraná

E a Microsoft resolveu visitar algumas empresas em Cascavel/Pr para verificar a questão de licenciamento dos programas e várias delas se ferraram

Essa questão de nível cultural é complicada, uma vez que as pessoas tem forte aversão a mudanças, tanto que o Windows 8 foi um fiasco justamente pela mudança radical da interface.
Nesse vídeo conto um pouco de história, de como se aprendia a usar um computador na década de 90 e como amenizar a questão da migração de uma empresa para o Linux.

2 Curtidas

Pra um usuário comum, não tem problema cobrar o dinheiro dele, já que o mesmo pode não pagar e ainda assim se viciar no seu produto. Já no caso de uma empresa, não tem desculpa, ela pode conseguir comprar uma licença não só do Windows, como de um programa qualquer.

1 Curtida

A questão é que o argumento/ato “não tem problema para o usuário comum” responsável pelo vicio que você citou acaba sendo repassado para o meio empresarial. Eu trabalho com suporte/desenvolvimento e uma coisa eu digo, se a Microsoft quiser, ela quebra muita empresa grande. Enfim, o problema dessas empresas é acreditar que um problema judicial nunca vai acontecer e isso não é por falta de aviso.

4 Curtidas

Eu somaria na questão cultural a “vontade de levar vantagem”. As vezes nem se pesquisa alternativas. A ideia é só crackear e dane-se. Faz um tópico em comunidade Windows pedindo editor de imagem pra ver se alguém recomenda GIMP. Maioria nem sabe que existe.

Tá tão enraizado simplesmente roubar licença de software que ninguém se preocupa em pesquisar alternativas. Resistir a mudança seria um segundo evento em minha opinião.

2 Curtidas

Cara, vivo xingando pirateiros nas propagandas da Adobe. Baita falta de caráter, das pessoas irem jogar na cara da empresa que pirateiam os programas dela por causa do preço.

Um profissional que usa ferramentas da Adobe consegue recuperar o investimento com até 5 trabalhos feitos. Se não consegue, mude de área que é um tremendo incompetente.

Mas como você disse: “vontade de levar vantagem”.

2 Curtidas

Menos até, a pessoa pode alugar no Creative Cloud

Plano de estudantes tá ainda mais barato:

1 Curtida

Isso é para quem acha que as empresas não vão atrás de piratas. É claro que um pequeno usuário comum difícilmente será alvo de uma grande empresa, mas, companhias, instituições (incluindo públicas) e hackers do tipo crackers evidentemente são alvos em grande potencial. Tem gente que eu acho que nem sabe que o Windows é pago, tem até esse clássico vídeo:


É uma inversão de valores fruto do desconhecimento, mas, (me refiro ao acontecido no vídeo) que faria todo sentido apenas se fosse um Macintosh e sua venda casada.

Observação: a “cliente” faz uso de vocabulário chulo no vídeo.

3 Curtidas

Tou rindo muito com esse vídeo :joy: :joy: :joy:


Geralmente o usuário médio não sabe nem que o Windows é pago, mas uma empresa crackear o Windows é ■■■■

1 Curtida

Sim concordo integralmente, mas, em alguns casos que eu já presenciei o problema também está nos funcionários. Tem empresa que a direção nada sabe de tecnologia, claro que falo de empresas que não são da área, e existem funcionários que recebem da direção uma demanda técnica e recebem carta branca para resolvê-la custe o que custa, muitas vezes esse “profissional” vai pelo caminho “fácil” da pirataria. E como as pessoas são resistentes à mudança, você já viu…
Se você for pesquisar por exemplo a quantidade de software pirata presente em órgãos públicos menores (escolas por exemplo) por iniciativa de servidores públicos ou de pequenas assistências técnicas que prestam serviços ao setor público vai ficar abismado. E ao mesmo tempo vai encontrar um monte de gente falando mal de soluções gratuitas, como a maioria das distribuições Linux por exemplo (se bem que isso tem lá suas razões reais como o contato com distros ruins ou o imaginário que se tem de Linux).

2 Curtidas

Realmente, não tem desculpas. Maioria dos notebooks já vem com Windows devidamente legalizado.

Ah, mas o cara vai montar PC gamer. Beleza, e não pode comprar Windows?

Sou do tempo que simplesmente se não pode não tenha. Mas a geração atual é muito mimada.

1 Curtida

Na década passada, atendia muitas empresas na parte de manutenção preventiva (XP principalmente) e o que tinha de funcionário instalando programas piratas, é assustador. Eram empresas minúsculas, que não tinha condições de comprar 1 servidor e menos ainda, o Windows Server, para ter maior controle.

Aliás, em se tratando do PR, com os computadores com o Linux Educacional, vi professor reclamando que baixava um programa pirata e com vírus, mas como o LE não tinha antivírus e não fazia nenhum alerta, quando o prof chegava em casa e ia rodar o programa infectado, detonava o Windows.

2 Curtidas

Concordo contigo! O Windows 10 o pessoal chora falando que tá caro e tudo mais, mas na hora de comprar um PC gamer o cara não pensa duas vezes antes de gastar o dinheiro.

Caso a pessoa quer ter uma máquina potente e não quer ter dor de cabeça com sistema pirateado (acredite, dá muita dor de cabeça) vai de Linux, ou se ferre calado.

1 Curtida