MBR/GPT em servidor de arquivos Raspberry Pi

Ok, eu caí na besteira de criar um servidor de arquivos em um raspberry pi e estou adorando. Porém… nunca vi tantos pequenos problemas pra resolver.

Vamos lá: estava tudo correndo super bem e eu tinha chegado em um ponto bem legal com meu servidor. Resolvi então comprar um HD de 3TB pra ficar como um NAS no servidor paralelo aos meus HDs de trabalho.

Só pra deixar mais claro o setup: Os HDs são alimentados por uma fonte atx externa ao Raspberry Pi 4B e plugados via USB com um adaptador. O sistema operacioinal é o Raspbian Lite. Aquele probleminha com o USB3.0 que é típico do Raspberry Pi já foi resolvido (de ficar montando e caindo por conta dos protocolos de comunicação).

Quando eu comprei o HD e fui formatá-lo pela primeira vez no Raspbian eu estava apanhando um pouco sem saber o que estava dando problema recebendo a mensagem de “Structure needs cleaning”. Depois de alguns dias resolvi plugar ele no windows e percebi que ele estava formatado com MBR.

Fiz a minha pesquisa e pelo Ubuntu (meu desktop é um dual boot) consegui transforá-lo em GPT e inclusive já comecei a jogar uns arquivos para lá pelo Ubuntu mesmo. Hoje fui plugá-lo no Raspberry e me deparei com o seguinte problema:

1- lsblk me mostra apenas a unidade /dev/sdc sem qualquer partição;
2- gdisk -l /dev/sdc me retorna:


Partition table scan:
  MBR: protective
  BSD: not present
  APM: not present
  GPT: not present

Creating new GPT entries.
Disk /dev/sdc: 732566646 sectors, 2.7 TiB
Model: PURZ-85AKKY0    
Sector size (logical/physical): 4096/4096 bytes
Disk identifier (GUID): 57C39901-BE91-45B9-B2F5-FD9DFB2B06CD
Partition table holds up to 128 entries
Main partition table begins at sector 2 and ends at sector 5
First usable sector is 6, last usable sector is 732566640
Partitions will be aligned on 256-sector boundaries
Total free space is 732566635 sectors (2.7 TiB)

Number  Start (sector)    End (sector)  Size       Code  Name

3- Porém, fdisk -l /dev/sdc mostra a partição GPT:

Disk /dev/sdc: 2.7 TiB, 3000592982016 bytes, 732566646 sectors
Disk model: PURZ-85AKKY0    
Units: sectors of 1 * 4096 = 4096 bytes
Sector size (logical/physical): 4096 bytes / 4096 bytes
I/O size (minimum/optimal): 4096 bytes / 4096 bytes
Disklabel type: dos
Disk identifier: 0x203b0809

Device     Boot Start        End    Sectors Size Id Type
/dev/sdc1           1 4294967295 4294967295  16T ee GPT

Uma coisa que eu não entendo é o fdisk indicando size como 16T (supondo que seja 16 TB, uma vez que o disco tem apenas 3TB).

O disco tem alguns arquivos, mas nada de grande impotância, e todos são cópias. Caso seja necessário formatar mais uma vez o disco, tá tranquilo.

O que eu faço? Sinceramente, fiquei perdido e não tenho encontrado nada parecido pesquisando pelo Google.

Olá!

Pelo Ubuntu, usa o “Disks” ou o “Gparted”
Desmonta o drive e depois mata todas partições.
Faz uma nova tabela GPT.
Depois adiciona uma partição e em caso de sistema de arquivos você pode usar o padrão ext4 que ainda é mais difundido em geral maior parte das distros. Agora particularmente prefiro utilizar o BtrFS ou XFS (importante estar com o sistema mais atual para usar as versões mais recentes dos filesystem).
Depois ao plugar no Pi, veja se é identificado e utilizável.
Daí faça os compartilhamentos e tal, montar como item la na fstab, etc.

*isso pois você disse que não tem problema em formatar tudo e começar do zero.

Vai levar uma vida haha mas coloquei aqui pra formatar.

Estranhamente quando abri no Ubuntu ele tinha 3TB livre com partição tipo PMBR (exatamente como indicava no Raspbian).

Vai entender. De qualquer forma, estou no processo aqui :upside_down_face:

Ah é que você deve ter selecionado formatação completa, nuhhh ai vai demorar bastante mesmo, rs.
Vai ficar top. Vai funcionar beleza.

Screenshot from 2021-08-25 21-33-29
Buguei.
O que eu faço?

Olá!
Poxa… que pena o erro.
Conseguiu fazer algo nesse meio tempo?
Engraçado…
Como você está usando esse hdd? Via porta USB3.0 ou diretamente numa porta sata ligada ao PC?
Pelo que entendi você estava preparando o disco em um Ubuntu num PC para depois utilizar ele no RPi, certo?

Você pode passar as configs do seu PC? Versão do Ubuntu…
No setup do cmos/bios você está utlizando sata ahci ativado? Além disso seu sistema está instalado em modo EFI? Utiliza o secure boot desabilitado?

Você tem o Gparted instalado?
Por ele acredito que será mais fácil e ágil entender os problemas ai.

Nossa, várias perguntas haha
Vou coletar essas informações toda que eu sinceramente não sei te responder todas de bate-pronto agora.
Mais a noite eu consigo dar uma parada e coletar essas informações todas.

Ótimo! Assim ficamos mais alinhados quanto ao hardware e configurações.
Para entender o que pode estar acontecendo.
#tmj

Ok, vamos lá. Antes de passar as infomações, vou falar dos avanços na situação. No meio da tarde estava eu trabalhando no Windows com o HD plugado na máquina e pensei: será que por aqui rola? E não rolou. Aí eu decidi então ligar diretamente com um cabo sata na placa mãe, sem usar o cabo usb. E funcionou.

Pelo windows consegui formatar para GPT e parei por aí. Agora a pouco reiniciei o computador para entrar na bios e conferir as informações que você havia perguntado e loguei no Ubuntu novamente. O HD foi reconhecido, formatei a partição para EXT4 e tudo funcionou lindamente. Só que não.

Joguei uns arquivos idiotas no HD só para teste, copiaram normalmente. então fui eu plugar o HD no Rasp. Mesmo problema de antes, aparece como partição PMBR e não monta. o Rasp não consegue ver a partição.

Pensei então que o problema poderia ser o cabo. Troquei o cabo por um funcional (que já está sendo usado com outro HD de 1TB há meses no Rasp). Nada.

Tentei plugar via USB no meu computador de mesa usando o mesmo cabo usb funcional. Nada.

Voltei para o cabo Sata diretamente na placa mãe. Tudo funcionou perfeitamente. O Hd monta, eu consigo ler e escrever arquivos normalmente.

Por um lado eu acredito que não seja o cabo pois o cabo do segundo teste é funcional e não deu resultado nem no meu PC nem no Rasp. Por outro lado não é o HD pq ele está funcionando. Mas acho que esse HD não está curtindo esse cabo e o combo deu ruim.

Será alguma limitação do Raspberry Pi?
Os Hds que estão plugados no Rasp atualmente são 2 discos de 1TB cada.

Já ia esquecendo das informações (apesar de q não sei a relevância mais):
Ubuntu 20.04 LTS num i59400F com 16GB de RAM
Sata AHCI: Não encontei nada relacionado na bios, não sei te responder
Secure boot desabilitado: não e a BIOS me mestra q ele está ativado, mas não me dá opção de mudar
GParted instalei assim q li sua pergunta haha
O Hd estava, sim, plugado usando o USB
E sim, estou preparando o disco no Ubuntu pra usar ele no Rasp

Olá! Que saga hein, rs…
Vai dar certo!
Borah!

No Raspberry existiam mais problemas com hdds na usb3, mas muito patch e correção foi feito e contiuam melhorando.
Pergunta, quando você pluga esses drivers no Pi4, você está usando fonte externa para alimentar essas Hdds? Pode estar havendo de não conseguir sustentar corrente suficiente para o drive atuar de fato, ele liga a controladora, mas…
Reparou se aparece algum raiozinho quando você pluga os hdds?

Seu Pi4 esta rodando com eeprom atualizada e tudo mais?
Sugir que você prepare um cartão uSD com o Raspberry Pi OS completo, daí você faz todos os upgrades
sudo apt full-upgrade
depois faça o sudo rpi-update, espera tudo… depois de realmente finalizado da um reboot completo.
Ao voltar abre o terminal novamente e veja o bootloader
sudo rpi-eeprom-update
depois
sudo rpi-eeprom-update -a
depois
vai em:

sudo raspi-config
Seleciona Advanced Options
Vai em: Bootloader Version
Seleciona Latest para ele iniciar com a última versão estável
Reboot

Esse são passos que faço para atualizar geral depois de um tempo ou quando saem novas versões do conjunto todo…

Com isso pelo menos vocês estará com tudo atualizado, daí vale a pena voltara tentar os esquema do HDDs nele.

Outro ponto,você deve ter ai “Pi Imager” a ferramenta de fazer disco do RPI.
Abre essa tool no seu Ubuntu i5 e pluga o hdd na usb, o que vai formatar.
Procura nas opções do Pi IMager (mais abaixo) o erase disk
Ele vai formar e colocar num padrão universal fat32.
Feito isso… daí espeta la no Pi4 e veja se identifica de boas.
Se tudo der certo, daí tentar novamente recriar a tabela em GPT e depois formatar com o sistema de arquivos de sua preferencia.

#torcendoVaiDarCerto

Ok, os procedimentos todos de atualização eu fiz aqui.

Os HDs estão sendo alimentador por uma fonte ATX de 500W. O USB está ligado somente ao SATA. Como estou usando a versão lite do raspbian, não saberia te dizer sobre o raiozinho. Mas no boot não estou tendo nenhum erro.

Não tentei o esquema do Pi Imager ainda, mas enquanto eu esprava as atualizações e reboots, encontrei isso aqui: https://www.zayblog.com/computer-and-it/2013/07/22/mounting-gpt-partitions-on-raspberry-pi/

Aparentemente existe uma dificuldade do Raspberry Pi em ler partições GPT. Eu tentei o procedimento, mas sem grande sucesso. Quando uso o fdisk -l ele lê e identifica a partição /dev/sda1 apesar de achar que ela tem 16TB.

Quanto tento o parted -l ele indica “partition table unknown” mas vê que o disco tem 3TB. Nenhuma partição é identificada pelo GNU Parted.