Lubuntu qual versão para notebook fraco?

qual versão para um dual core 2.0GHz e 4GB RAM 1333MHz,

a 16 , 18 ?

Obrigado

2 Curtidas

Acho eu que nenhuma das duas versões afetarão muito o resultado, o Lubuntu já é projeto especificamente para computadores não tão parrudos.

Tudo dependerá do que você vai fazer no próprio.

1 Curtida

Show; Me diz qual o comando para atualizar apenas os drivers e programas.
Sem atualizar 100% do sistema.

Vou colocar a 16 então: só atualizar esses detalhes que citei acima, que não sei ainda.

Obrigado.

Por que não o mais atual? O LXQT tem uma proposta interessante, só não se está mais maduro e estável.

1 Curtida

Pena que com a mudança para o LXQT o Lubuntu deixou de focar em máquinas com baixo desempenho ao invéz de terminarem de completar o ambiente LXDE.

Agora para o 20.04, o melhor acaba sendo usar o XFCE. Ou pelo pacote xubuntu-desktop-core ou baixando só os pacotes principais(xfwm, xfce4-panel, xfce4-whiskermenu-plugin, xfce4-settings) ou baixando o Xubuntu da comunidade xubuntu, o Xubuntu Core e sair adicionando o que VOCÊ quer e precisa.
Assim o Xubuntu 20.04, acaba tomando o lugar como um Lubuntu Up.

2 Curtidas

Em termos de DE, o LXQT é mais leve que o XFCE, mas acredito que usando o Xubuntu Core e inserindo apenas o necessário, vai ficar muito mais leve.

1 Curtida

Apesar de ser órfão do LXDE, mas eu entendo eles, o GTK literalmente jogou o trabalho dos caras no lixo várias vezes

O lubuntu ainda foca em máquinas fracas, o que foi dropado foi o suporte a hardware mais antigo

1 Curtida

A 20.04, na verdade com esse hardware vc pode rodar bem até o KDE

1 Curtida

Gente, eu rodo Manjaro Gnome num I3 de 2N/4T de 1.9 MHz e 8 GB de RAM DDR3 1033 MHz - o que quero dizer é que essa CPU roda qualquer distro sem muitos problemas. O gargalo é a RAM. Aí qq XFCE, LXQt ou mesmo MATE roda suave com 2 GB de RAM. Pode engasgar se for renderizar vídeos no Kdenlive ou jogar com FPS muito alto. No mais, deve ser tranquilo, imagino… o que sugiro é testar várias distros com a mesma DE (ou seja, Xubuntu, Lubuntu, Ubuntu MATE, Mint com XFCE ou MATE, Manjaro com XFCE, LXQt ou MATE, Fedora, OpenSUSE e por aí vai, variando as DE’s… mesmo em live USB, dá pra ter uma ideia da fluidez - abrindo várias janelas de navegador rodando youtube em Full HD sem som ao mesmo tempo, por exemplo - e do uso de memória, pelo monitor do sistema e pelo terminal com free -h. Até pq, em geral, as live rodam sem swap ativado, aí vc sabe o que cada distro consegue fazer até travar pela falta de memória. O que vai variar é a otimização que cada distro faz da DE e como ela lida com a RAM, pelo número de processos abertos etc.)

2 Curtidas

O LXQt acaba sendo mais pesado que o LXDE, e eu não gosto muito do LXQt :sweat_smile:

1 Curtida

Me passa os comando pra atualizar apenas os drivers.

desde já obrigado.

:slight_smile:

o lubuntu é qual ? DE ou QT.

Você está assimilando coisas nada a ver.
DE = Desktop Environment, que significaria “ambiente gráfico”.
Qt é um framework, utilizado por algumas DEs como Plasma, LXQt e DDE.
O “inverso” de Qt que provavelmente o que você queria falar é o GTK, outro framework utilizado por GNOME, Cinnamon, Pantheon, LXDE e etc.

No caso o Lubuntu 18.04 ainda vinha com LXDE, escrito em GTK. É mais leve, também.

A partir da 18.10, começou a vir em LXQt, comparável a um XFCE da vida e escrito em Qt.

1 Curtida