Intel Core i3 3220 ou AMD FX-8300 para o dia a dia?

Olá a todos!
Eu tenho atualmente duas máquinas
Uma Intel(placa B75 da revenger) com um I3-3220 4GB RAM
E um AMD(placa Asrock n68 FX) com um FX8300 e 8GB RAM
Gostaria de saber qual dos dois e a melhor opção pro dia a dia pensando em performance e economia de energia na conta de luz(com maior prioridade na economia da luz)kkkkk(a fonte e uma Corsair CX430)
Agradeço desde já!

FX 8300 é melhor opção, ele equivale ao core i5 de 4º, sobre o consume de energia será o menor dos seus problemas.

2 curtidas

De acordo com https://technical.city/pt/cpu/FX-8300-vs-Core-i3-3220 os gastos de cada um em carga são aproximadamente 95W e 55W. Porém a performance do FX é 135% maior do que a do i3.

O problema é que maior parte do tempo o computador vai ficar em vazio, e eu não achei o consumo dos processadores quando estão ociosos. Então fica difícil dizer quanto será o gasto de energia, a menos que o seu uso seja carga total todo o tempo.

A diferença entre eles, 40W, é equivalente a um custo R$ 0,04 por hora ligado, considerando que o kWh custa R$ 1,00 na sua região (geralmente custa um pouco menos). Ou seja, 10 horas (full power) seria 40 centavos, mas 10 horas todo dia seria 12 reais a mais na conta de energia (rodando full power).

Pra saber corretamente, vc teria que medir o gasto do PC inteiro funcionando durante o seu uso normal e daí fazer o cálculo pelas horas ligadas. Para medir o gasto existem aparelhos, mas também é possível descobrir com um certo esforço pelo seu medidor de energia elétrica, dependendo do modelo.

5 curtidas

Não acredito que você conseguirá ver diferença em conta de luz com máquinas razoavelmente semelhantes. A não ser que uma máquina tivesse uma placa de vídeo “ultra power” e a outra não, por exemplo.

Além disso, com máquinas semelhantes, nem sempre a que consome menos vai fazer você gastar menos energia. Afinal, você pode demorar mais para fazer suas atividades e, ainda por cima, vai passar raiva.

4 curtidas

Imaginei exatamente isso. A diferença seria irrisória.
E olha que você considerou rodando no “talo”.

1 curtida

Também acho. A diferença aparece somente em casos muito extremos, como esse que vc falou, ou quando alguém resolve colocar um PC velho pra servidor de arquivos, onde um mini pc que consome 3W poderia fazer o mesmo trabalho que um dinossauro gastando 100W.

3 curtidas

Então vou nas recomendações de vcs
O único chato e que essa AsRock usa Chipset NVIDIA e no Linux já começa a apresentar as dores de cabeça kkkkk(adaptador rede gigabyte que não pega endereço nem a pau) mas como vou manter o Windows não e lá um problema (placa de vídeo e NVidia então já sabem o resultado)

3 curtidas

Sua placa usa o GeForce 7025/630? Esse são os piores chipsets do lado da AMD, apresentam problemas com o tempo, a ASROCK e a Asus tiveram a audácia de relançarem essas placas com esses chipset “revisadas” para suportarem os FX.

2 curtidas

Sim
Como esse FX não usa integrada acabou tendo que usar essa 8600gt pra quebrar o galho, mas o desempenho está ótimo até o momento usando um HD de notebook, mas a integrada dessa Mobo e péssima kkkkk
Mas vale a pena ainda ou e melhor eu encarar a 1155?

Depende do seu tipo de uso.

O Core i3 3220 levará ligeira (porém perceptível) vantagem no desempenho single-core e na responsividade diária, com consumo de energia em carga consideravelmente mais baixo. O FX 8300, por sua vez, levará clara vantagem no desempenho multi-core (cenários acima de 3 ~ 4 núcleos).

Essas placas-mãe N68, contudo, são bastante conhecidas por apresentarem problemas de superaquecimento dos reguladores de tensão. As consequências vão de perda de desempenho a travadas.

Essas placas foram feitas para suportar os processadores Phenom AM3, que tinham padrão de consumo bastante diferente dos FX. Uma “gambiarra” da AMD foi o que permitiu adaptá-las para os FX.

O FX 8300 perde consideravelmente para um Core i5 de 4ª Geração em desempenho single-core e também perde na maioria dos cenários multi-core.

A arquitetura usada pela AMD nesses processadores consistia em módulos compostos por dois núcleos com recursos (especialmente a FPU) compartilhados. Consequentemente, o desempenho de floating point é bastante prejudicado. O FX 8300 é um processador de 4 módulos e, portanto, 8 “núcleos incompletos” (ele é 4M/8T, e não 8C/8T).

Sites como Technical City e CPU Boss não são boas referências. UserBenchmark e Passmark, por sua vez, podem ser usados, mas com muitas ressalvas:

É importante também diferenciar TDP e consumo, que são grandezas diferentes. :wink:

3 curtidas

Bom saber, por enquanto não vi sintoma do gênero mas meu gabinete e bem refrigerado tbm mas oq vc acha melhor? Usar a N68 ou a G-B75 no mais equilibrado entre performance e economia de energia

A refrigeração do gabinete - principalmente ao redor da área do processador, onde ficam os VRMs - é muito importante para as placas N68. Se for bem feita, pode ser que você nunca tenha problemas. :wink:

Pessoalmente (e considerando que as duas máquinas estão funcionando sem qualquer problema), eu escolheria o desempenho multi-core superior do FX-8300 no lugar do desempenho single-core superior do Core i3 3220. Isso porque a diferença no multi-core é grande e dá mais liberdade para realizar atividades diversas no computador.

Por outro lado, escolhendo o FX, você tem o problema da Nvidia… E o fato do Core i3 3220 ter vídeo integrado Intel é um baita bônus para quem usa Linux.

Outro ponto forte a favor do kit LGA 1155 é a possibilidade de realizar upgrades. Verifique no site do fabricante se essa placa-mãe suporta processadores Xeon. Você pode adquirir modelos de 4C/8T de 3ª Geração, muito semelhantes a um Core i7 3770, por valores bem baixos (abaixo de R$ 100,00, e isso já com impostos) no AliExpress. Um exemplo é o Xeon E3-1230v2. E esses processadores ainda são bons mesmo nos padrões atuais (deixam o FX comendo poeira em praticamente todas as situações).

Eu não colocaria o consumo como algo tão relevante nesse cenário. Na maior parte do tempo o sistema não estará em carga elevada (imagino eu).

P.S.: importante destacar que o upgrade para um Xeon implicaria na necessidade de usar placa de vídeo dedicada.

2 curtidas

Sinceramente não tenho vontade de dar nenhum upgrade nas máquinas kkkkk, o FX já está com 8GB então pra mim acabou sendo um upgrade
Mas e bom saber por esses pontos
E tbm como vou mexer muito com virtualização acho que realmente vai ser uma boa, agora o único detalhe e fazer a rede funcionar no Linux mas vou deixar pra quando não tiver opção mais de sistema ai vejo oq posso fazer
Mas agradeço a recomendação de todos!

2 curtidas

Este tópico foi fechado automaticamente 3 dias depois da última resposta. Novas respostas não são mais permitidas.