Histórias Engraçadas no Linux

Pessoal, esse tópico foi criado pra falarem histórias engraçadas que ocorreram com vocês no Linux, algum erro que quebrou o sistema, algo assim.
Sei que tem tópicos assim, mas a diferença desse é para as histórias mais engraçadas e malucas.
Mas se for necessário, Pode fechar o tópico @thespation.

6 Curtidas

:wave:t2: Eu sei que não é interessante rir disto mas… :sweat_smile:

Teve uma época que o Ubuntu tinha a “sessão convidado” e setores importantes uma vez usaram logar nesta sessão. Dia inteiro trabalhando e adivinha no dia seguinte, :joy:. Eu acredito que como o Ubuntu da Canonical começou a ficar mais “Nivel Corporativo” eles tiraram esta funcionalidade.

3 Curtidas

A maioria vai ser alguem falando de como conseguiu destruir o sistema rodando comandos que viu em tutoriais e etc…

2 Curtidas

Do lixo ao luxo ;
hoje completou três dias de achei um gabinete de PC da Q-bex no lixo , meio que com vergonha eu peguei e levei para casa , ao abrir o gabinete vi que tinha
1- gravador de dvd da SONY ,
2- FONTE ATX que provavelmente explodiu por algum curto ,
3 placa mãe integrada AMD C-60 APU with Radeon™ HD Graphics ,
4- um pente de memória 4,00 GB DDR3 ,
5- GPU - AMD Radeon HD 6290 Graphics 1GB 750mhz
Lavei a placa mãe e o pente de memória com isopropanól e limpa contato , eu ja tinha uma fonte ATX nova e um SSD de 120GB , montei tudo instalei um sistema operácional e tô usando ele agora pra postar essa historia… :joy: :joy: :joy:


Falta apenas uma melhorada no CASE :sweat_smile:

8 Curtidas

Teve uma vez que o problema de loop no login me acometeu no Lubuntu, isso foi lá no finzinho de 2019. Na época eu só tinha essa máquina em casa, e fiquei dias e dias tentando resolver o problema, fuçando na net como resolver e coisas assim, até que descobri que o problema tava no .Xauthority, e pra resolver era apagar esse arquivo e reiniciar um processo (não lembro o nome). Então segui para fazer isso, entrei no modo terminal e… Cadê o .Xautority? O modo terminal havia entrado direto no / do sistema, e não na home (lugar onde fica o .Xautority). Na época eu não fazia idéia da diferença entre / e home, e isso me fez achar que os arquivos haviam sido excluidos. A solução foi marcar pra ir na casa de um amigo e fazer um pendrive bootavel do Debian no PC dele.

Nossa cara! Hoje vejo que esse problema poderia ter sido resolvido de tantas formas diferentes… Era só eu entrar na Home, apagar o .Xautority e reiniciar um processo. Se isso não desse certo era só dar um wget em alguma distro e fazer um pendrive bootavel com o DD.

4 Curtidas

– Hey! I’m new at the Linux world, could you veterans help me?

– Of course, why won’t we?

Three minutes later...

image

5 Curtidas

Não me julgem! As vezes eu faço VM só pra dar esses comandos “destruidores” e ver a distro se desmanchando toda.

3 Curtidas

Já eu hei de reservar meu pobre laptop antigo para testes destruidores como chmod -rf 124 /* enquanto ouço o disco rígido lamentar ter sido fabricado.

2 Curtidas

Nossa… E ele sobreviveu?

2 Curtidas

Ainda se encontra vivo, mas o primeiro disco rígido já foi para o espaço. Eu tinha outro guardado para este caso, though.

2 Curtidas

As vezes até é bom (Pra quem quer destruir o sistema).

Quando eu destruí o Lubuntu

Bem, eu estava meio que iniciante ainda no Linux, “preso” na bolha do Ubuntu, não tinha testado nem Manjaro ainda (que foi a primeira distro que testei sem ser baseada nele). Mas já sabia usar o APT, instalar pacotes e gostei. Tava testando as flavours do Ubuntu e cheguei ao Lubuntu (que é o Ubuntu com LXQT). E eu simplesmente odiei ele, sem mais nem menos. Pq não era bonita como as outras, e só tem tema light pros aplicativos. Então decidi deletar todos os arquivos na /, ou seja sem aqueles arquivos o sistema não inicia, e eu sabia perfeitamente disso. Exclui as pastas com um sorriso no rosto (de verdade) e reiniciei e obviamente o Sistema não iniciou. Fiquei sem usá-lo por muito tempo. Mas hoje uso LXDE. Enfim, a hipocrisia.

1 Curtida

Um Airis Praxis N1111, meu daily-driver de 2017 até maio desse ano. Core 2 Duo T5250, 2GB de RAM DDR2, integrada que não rodava nem Pou e um disco rígido de 120GB.

1 Curtida

Detalhe, este lap é de 2007. Tem a minha idade.

2 Curtidas

Bom eu estava começando a ver python e a mecher no linux, então eu vi que pra executar python teria de usar “python” isso no windows onde estava rodando python 3 ai ja no linux, rodei “python” e não estava funcionando tal comando(estava usando tkinter configurado pra abrir no python 3 de script a ser executado). Porém eu não sabia que no linux rodava os 2 python(na epoca do ubuntu 16.04 ainda tinha os dois instalados ao invés do python 3 só) ai ta eu “instalei o python 3” seguindo algum tutorial e após isso nada de executar com “python” o script então achando que tinha bugado eu tive a brilhante ideia de remover o python 2 e nessa brincadeira após eu remover e reiniciar o sistema minha DE foi pro saco (“eu tava rodando cinnamon na hora”). kkkkkkk sorte que eu estava rodando num pc de teste e aparentemente unity ainda estava a funcionar “ou não eu não me lembro”. Só se que reformatei a distro kk.

1 Curtida