GTK 4.0 foi lançado

2020 foi um ano muito longo. Que melhor maneira de terminar isso do que com um grande lançamento! Hoje, lançamos o GTK 4.0.

GTK 4.0 é o resultado de muito trabalho árduo de uma pequena equipe de desenvolvedores dedicados. Teremos uma postagem separada para revisar as estatísticas, mas o breve resumo é que, desde o lançamento 3.89.1 em novembro de 2016, adicionamos mais de 18.000 commits e fizemos mais de 20 lançamentos de desenvolvimento.

Parabéns e muito obrigado a todos que participaram desse esforço, e em especial a Benjamin, Emmanuele, Timm, Carlos, Jonas e Christian!

O que há de novo

É impossível resumir 4 anos de desenvolvimento em um único post. Escrevemos artigos detalhados sobre muitas das coisas novas neste lançamento no ano passado: transferências de dados , controladores de eventos , gerenciadores de layout , nós de renderização , reprodução de mídia , listas escalonáveis , sombreadores , acessibilidade . Aqui estão alguns dos destaques, em forma visual:

Reprodução de mídia:

Arrastar e soltar:

Gerenciadores de layout e transformações:

Listas e grades escalonáveis:

Shaders:

0lrLjb.gif

O que é velho

GTK 4 agora está estável e o consideramos pronto para o consumo. Isso não significa que o GTK 3 está morto - continuaremos a oferecer suporte e atualizá-lo no futuro previsível (a versão mais recente, 3.24.24, saiu silenciosamente há alguns dias). Isso significa, no entanto, que o GTK 2 chegou ao fim de sua vida útil. Faremos um lançamento final 2.x nos próximos dias e encorajamos todos a portar seus aplicativos GTK 2 para GTK 3 ou 4.

Como conseguir isso

Os tarballs de origem estão disponíveis no local usual . Pacotes binários devem aparecer nas principais distribuições em breve.

O lançamento do GNOME 40 terá um número de aplicativos portados para GTK 4. Se você quiser experimentar GTK 4.0 hoje, você pode usar as compilações noturnas flatpak de gtk4-demo e gtk4-widget-factory :

$ flatpak install https://nightly.gnome.org/repo/appstream/org.gtk.Demo4.flatpakref $ flatpak run org.gtk.Demo4

Se você está ansioso para portar seu aplicativo para GTK 4, nosso guia de migração está disponível como parte da documentação .

Como dar suporte ao GTK

GTK não poderia ser desenvolvido sem os muitos voluntários que contribuem com relatórios de erros, patches, traduções ou idéias. Obrigado a todos vocês. Também somos gratos à fundação GNOME por apoiar GTK com recursos de desenvolvimento, infraestrutura e assistência em viagens.

Doar para a fundação GNOME é uma boa maneira de apoiar o desenvolvimento futuro do GTK.

O que vem depois

Somos muito gratos por todos os primeiros testadores que nos forneceram relatórios de erros e feedback, o que tornou esta versão muito melhor. Mas esperamos que haja um rápido lançamento 4.0.1 para consertar os descuidos e pegadinhas que só vêm à tona após um lançamento .0.

Agora que temos uma versão 4.0, precisamos trazer o ecossistema da biblioteca para permitir que os aplicativos o usem. vte, webkit e gtksourceview são algumas das bibliotecas mais notáveis ​​que tendem a ser usadas junto com GTK. Esperamos que as portas GTK 4 destes estejam disponíveis em breve.

Se problemas mais sérios surgirem, faremos um lançamento 4.2 a tempo para o GNOME 40, caso contrário, poderemos esperar até o verão para isso.

O que o futuro trará além do GTK 4 ainda está para ser visto. Temos algumas coisas divertidas no pipeline, mas também gostaríamos de ouvir quais recursos os desenvolvedores de aplicativos gostariam de ver no GTK. Nos digam!

Uma celebração

Vamos comemorar o lançamento 4.0 com uma reunião (online) na próxima sexta-feira. Sinta-se à vontade para passar por aqui!

8 Curtidas

babyWOGUE deve estar enlouquecendo no YouTube rs

Tão esperado GTK 4 saiu, mas não sei se consigo apreciar ainda o que muda pra mim.

Quando sair o Gnome 40 (preferivelmente com um backend Vulkan no shell ao invés de OpenGL para eu poder ser feliz) terei uma ideia melhor.

1 Curtida

Temas com blur será uma possibilidade no GTK 4 ou não?

4 Curtidas

Também quero saber kkk

(Mudei pro plasma pelo blur)

1 Curtida

Por ter suporte a transformações visuais, shaders e aceleração de hardware, é possível o efeito de blur nativo pelo novo GTK 4, porém, será necessário portar as aplicações em questão para usar ele, o que vai ser um processo lento, gradual e não serão todas as aplicações que serão portadas, principalmente considerando que muitas aplicações GTK nem foram portadas para o GTK 3 ainda, como o GIMP

3 Curtidas