Google implementará mudança no Chrome que prejudicará o funcionamento de adblockers e ferramentas de privacidade

Parece que o Google vai arruinar mesmo os bloqueadores de propaganda do Chrome

Em outubro do ano passado, o Google havia anunciado que planejava implementar algumas mudanças nas extensões do Chrome. Uma dessas alterações incluía limitar bloqueadores de propaganda. Os desenvolvedores que trabalham nessa área obviamente não ficaram muito satisfeitos, ameaçando inclusive tomar providências legais.

Apesar do descontentamento, parece que o Google manteve sua decisão e esclareceu alguns pontos de como será essa mudança. Segundo a empresa, o projeto, chamado Manifest V3, tem como objetivo oferecer mais privacidade e segurança aos usuários, além de melhorar a performance das extensões. Mas, para isso, a gigante de tecnologia vai limitar como essas extensões poderão examinar os sites.

Google Chrome está testando recurso para avisar usuários sobre URLs suspeitas
Plano do Google de limitar bloqueadores de propaganda no Chrome tem enfurecido desenvolvedores

Simeon Vincent, funcionário do Google, argumentou que o atual sistema de instalação de extensões permite que os desenvolvedores declarem que precisam acessar uma série de informações e o usuário deve escolher entre permitir esses acessos ou cancelar a instalação. Com a mudança, o usuário terá maior controle sobre essas permissões.

O Google ainda revelou que considera abrir uma exceção em relação a essas mudanças para usuários corporativos.

De acordo com o ZDNet, a mudança do API webRequest vai impedir que os adblockers interceptem requisitos da rede para modificar, redirecionar ou bloquear requisitos API. Assim, ele seria reduzido a uma função “observacional”, tornando-se uma ferramenta de interações passivas em vez de ativas.

Desenvolvedores de extensões como uBlock e Ghostery insistem que a mudança será extremamente prejudicial aos bloqueadores e até mesmo para os usuários. Eles ainda acusam o Google de utilizar o discurso de que se preocupam com a privacidade dos usuários para justificar ações que garantem a dominação do mercado pela empresa.

Fonte

4 Likes

Aqui uso bloqueador de anúncios, e dia desses naveguei por alguns sites com ele desabilitado e digo 1 coisa…é impossível acessar diversos sites, tem mais propaganda do que conteúdo. Eu sei que a propaganda é para cobrir os custos de se oferecer conteúdo “grátis”, mas muitos sites passam, extrapolam os limites.

Agora o Google justificar que é por preocupação com privacidade do usuário é de lascar, o que eles querem é não perder seu lucro, que sofre impacto sim quando os anúncios não são exibidos.

6 Likes

Por isso, o criador da WWW está a trabalhar com a construção da Internet descentralizada.

Estou assustado em como tudo tem se transformado em propaganda, todo lugar, o dia todo, 24 horas, propagandas! Até o You Tube está tirando a paz por causa de propagandas.

Eu estava observando nesses últimos dias como a propaganda no You Tube está tentando “forçar” cada dia mais as pessoas a assistirem comerciais. Recentemente, ao começar um anúncio, depois que é liberada a opção de pular, se o usuário não selecionar essa opção rápido, ela some e tem de esperar o anúncio terminar e então começa outro; também em alguns anúncios a opção de pular o anúncio demora um pouco mais para aparecer. Além disso tem aqueles diversos anúncios durante os vídeos.

A tendência é que isso piore a cada dia mais. Vão estudar novas maneiras de colocar propagandas e as colocarão onde nós nem imaginamos.

3 Likes

Eu não uso bloqueadores de propaganda há um ano mais ou menos, a internet não é nenhum sacrilégio sem eles.

Mas cada usuário deve ter a liberdade de fazer o que bem entender, assim como a Google tem o direito de fazer o que quiser com seu software, permitindo inclusive que a concorrência se destaque por oferecer um recurso que o seu produto deixaria de ter.

7 Likes

era pro ad-sense ser uma plataforma unificada e organizada de publicidade deixando tudo simples e acessível, mas viro uma zona, as próprias propagandas do youtube parece um spam ideológico, gentes querendo me convencer de conceitos e em vez de oferecer produtos.

1 Like

Sabe, um estudo interessante, que ainda não vi sobre o assunto é o quão realmente efetivas são propagandas em sites, Facebook, Google, etc. Tenho a sensação de quando as propagandas são feitas pelas pessoas diretamente elas são mais efetivas do que esses formatos.

Acho que quando se está do lado dos produtores de conteúdo, se vê essa questão de forma ligeiramente diferente.

4 Likes

Existem formas de se evitar que determinado conteúdo apareça para você. Quanto mais você interage com algo ou pesquisa sobre, aliado ao sistema de leilão do AdWords pode fazer com que você seja “bombardeado” constantemente com uma mesma propaganda, o que é chato, definitivamente.

Mas para isso existem coisas como o YouTube Premium, ou a ferramenta que você diz que não tem interesse sobre um determinado anúncio https://adssettings.google.com/

Tem mais controle do que as pessoas acham que tem.

3 Likes

Embora a poluição visual seja incômoda, para mim o pior problema é em relação a privacidade, ter seus hábitos monitorados e informações vendidas são inaceitáveis para mim. Embora o Google ainda não tenha implementado a mudança, já migrei para o Firefox, por uma questão de princípio.

Não me lembro a fonte, mas essa semana tinha visto uma matéria mencionando que existem mais de 600 milhões de usuários de adblockers, se todos esses usuários migrarem para outro navegador o Google irá sentir o impacto de sua decisão.

5 Likes

Sei que existe um trabalho por trás de tudo isso, mas, na minha opinião, faz quem quer, quem gosta e pode.
Mantive um forum da Kawasaki ER6 por 7 anos sem cobrar nem um centavo e sem nenhuma publicidade. Chegou a ter mais de 10K usuários. Acabou porque preferiram fazer uma página no Face e o forum foi ficando abandonado. Fiz simplesmente porque podia e era uma satisfação.
Sem contar que 90% dos sites de notícias (sobre QUALQUER assunto) é apenas cut & paste de outros sites, com uma ou outra opinião pessoal (quando muito!).
Uso bloqueadores SEMPRE, independente do site.
E aqueles que proíbem seu uso eu simplesmente não o acesso. Caio fora.
Como o Dio falou, acho que deve existir a liberdade de quem quiser entupir de publicidade sua página e isso deve ser respeitado.
E também a liberdade de quem simplesmente não quiser vê-las, o que deve ser igualmente respeitado.
Grande (GRANDE MESMO!) parte da receita do Google vem da publicidade. O que você espera que ele faça? :joy:

8 Likes

Produzir conteúdo de qualidade é caro, isso é fato!! Temos que dar valor ao criador de conteúdo, mas é que muitas vezes tem muitos sites com trocentos pontos de propaganda do Google, e isso é chato pra caramba!! Sem contar que isso ajuda a deixar a navegação mais lenta, sem contar no gasto de dados a mais para quem depende do nosso maravilhoso 4G.

Mantenho um site sobre automobilismo, tem cerca de 18 anos, onde produzimos conteúdo, mas também publicamos releases, e arcamos com todos os custos que temos…chegamos a utilizar os anúncios do Google, mas no fim ficávamos com uma micharia e eles com a parte grande do bolo, sem contar que deixava o site coisa de 4 vezes mais lento. Fazemos isso por gostar de automobilismo, por gostar do que fazemos mesmo…mesmo que a tendencia seja notícias mais vazias e redes sociais.

Aqui uso o Firefox como navegador principal e o Brave como secundário, e estão me suprindo muito bem, ZERO falta do Google Chrome (até porque o Brave é um Chrome modificado).

3 Likes

Considerei migrar para o Brave, mas infelizmente ele deixa alguns anúncios passarem, não é tão eficiente quanto o uBlock Origin. Mas eu utilizo o Brave no smartphone a alguns anos, a versão mobile do Firefox é muito lenta.

4 Likes

No celular também uso o Brave, é muito mais leve que o Firefox.

2 Likes

A maioria dos desenvolvedores dos sites já tinham estado cientes dos bloqueadores de propagandas, por isso, encontraram uma maneira de barrar os bloqueadores e forçar-vos a desbloquear.

Reforço tudo o que vc disse e digo mais: Usar bloqueador de anúncios é um caminho sem volta. Quando vc se acostuma a acessar os sites sem travar e trilhões de popus e abas abrindo do nada nunca mais vai querer deixar de usar um bloqueador de anúncios. Aida bem que sempre usei Firefox e uso bloqueador de anúncios tanto no Desktop como no smartphone. Tem quem aguente esses sites poluidos de anúncios não.

1 Like

Um dos desenvolvedores disse que o foco é bloquear anúncios de terceiros, ou que não respeitam a privacidade dos usuários, anúncios first party são permitidos desde que apresentem boas práticas de privacidade.

1 Like

Meu fi. Taca ublock origin e vai assistir Youtube. Lindo dms homi sem anúncio interrompendo.

Já lá vai eu testar mais um navegador :joy:

2 Likes

Pior ainda é a quantidade de anúncios em sites pornográficos. Kkkkkkkkkkk.

E para quem não quer ver os anuncios nos vídeos do YouTube pelo celular, tem o YouTube Vanced ([APP][MOD][ROOT/MAGISK/NONROOT] YouTube Vanc… | Android Development and Hacking). Resumindo tudo: Propaganda é um caminho sem volta, e os bloqueadores também.