Frequência e geração do procesador interferem muito no desempenho do notebook?

Porque não? a CPU suporta PCIe x16.

1 Curtida

A CPU suporta. E a placa?

:joy:

1 Curtida

Os de desktop até têm (apesar de serem bem inferiores aos modelos de 2ª Geração). Contudo, esses de notebook são meio fracos. Esse primeiro notebook que ele citou provavelmente tem um Core i5 430M ou algo parecido. A título de comparação, seria consideravelmente mais fraco que um Pentium de notebook atual, como um 5405U, por exemplo: UserBenchmark: Intel Core i5 M 430 vs Pentium 5405U

Para esse primeiro notebook compensar, precisaria ser vendido a um preço muito baixo. Afinal, é uma máquina de 2010, e já está bem ultrapassada tanto em termos de processador quanto chip gráfico.

Antigamente havia muita diferença entre um chip gráfico de notebook e um de desktop. Essa distância foi diminuindo com o tempo, especialmente a partir da arquitetura Pascal, conforme comentado pelo colega @romulopb.

Contudo, o problema principal aí é que estamos falando de um chip gráfico de 2010. Naquela época ele já era muito simples. Atualmente, escorrega mesmo para as tarefas mais básicas e fica bem atrás de chips gráficos integrados da Intel.

Lá no Clube do Hardware eu vejo frequentemente esse tipo de questão com desktops também. Nem toda placa dedicada é melhor que um chip gráfico integrado.

O fato do processador ter suporte para receber comunicação das trilhas (é a isso que essa informação se refere) não significa que a placa-mãe onde será instalado oferecerá esse recurso, conforme mencionado pelo colega @Aghbi. No caso, são notebooks, e não desktops. O primeiro tem o chip gráfico soldado, não substituível, e os outros nem oferecem suporte. Nos três casos não existe um slot para inserir uma placa dedicada, e infelizmente não há como melhorar esse aspecto.

Fazer upgrades em notebooks, no quesito gráfico, sempre foi algo meio complicado. São poucos modelos que permitem isso. Além da peça raramente ser removível, entram ainda duas questões: alimentação (a fonte nem sempre é suficiente ou a própria placa-mãe pode não suportar) e dissipação de calor (que é projetada para os componentes originais).

1 Curtida