Experiências com Virus

Conte aqui as suas experiencias com :desktop_computer:PCs, :electric_plug:Pendrives, :iphone: Smartphones, e até se possível, como resolveu o caso.

:microbe::shield:

2 Curtidas

Na minha época de Windows, tinha um processo em segundo plano puxando cpu, quando eu fui ver , o danado transformou minha maquina em zombie e tava minerando bitcoin kkkk (certeza que veio de brinde com um dos jogos crackeados que eu tinha).
como dizia um colega meu, formatou , tá novo.

4 Curtidas

Windows XP o que não falta é história de virus.

2 Curtidas

Dado o tempo que eu lido com windows, acredito que eu tenha tido poucas experiências com vírus.

Lembro-me do final da década de 90 quando houve uma onda de infecção entre eu e meus amigos que nos infectamos com o W95.CIH, por sorte minha placa mãe ainda não possuía BIOS atualizável e por isso me livrei de perder meu hardware, porém, um de meus colegas da época chegou a ter problemas do tipo.

Ainda na época do windows 98, era incrível a quantidade de casos que vi de gente com Netbus ou Back Orifice instalado…

Na época do windows XP atendi vários casos de worms que eram espalhados por meio de flashdrives, particularmente espalhados no xerox da faculdade. Para evitar esse problema, eu desativo até hoje por completo toda e qualquer auto execução no windows.

Em relação à contaminação na minha própria máquina, exceto pelo W95.CIH não tenho lembrança de outras infecções.

2 Curtidas

Eu não sei como as pessoas pegam vírus, admito que pus um vírus uma vez num computador (quando eu tinha menos de 10 anos e usava o Windows 98, não faço ideia de como isso aconteceu…) mas isso foi séculos atrás.

Na época em que usei o Windows XP (meados dos anos 2000 e até recentemente), eu baixava muito programa/jogo pirata e nunca tive problemas na minha máquina. É verdade que, de vez em quando, o antivírus implicava com algo, mas era com os cracks ou falso positivo. Se peguei um vírus, ele era muito eficiente e silencioso.

Mas, na universidade, eu tinha problemas com vírus no pendrive que eu não tinha como evitar, pois eu precisava espetar meu pendrive nos computadores das casas de xerox para imprimir meus trabalhos (eu não tinha impressora e eu não logaria em qualquer conta minha num computador público). O que acontecia era que todos os arquivos e pastas eram transformados em atalhos (que ativariam o vírus) e as pastas e arquivos reais eram ocultos. A solução para esse problema era:

  1. Tirar o vírus com um antivírus
  2. Usar o comando abaixo no prompt de comando do Windows para recuperar os arquivos e pastas:
    attrib -h -r -s /s /d E:\*.*
    (substitua esse E: pela unidade onde se encontra o pendrive)
4 Curtidas

Uso PC desde meus 9 anos de idade e tenho certeza que peguei vírus três vezes (sou guerreiro?), mas só consigo lembrar de duas. Uma foi quando baixei um daqueles programas gratuitos que vinham com várias porcarias junto. Nestes dois casos que lembro, era um programa que ficava rodando de fundo e que só exibia um ícone da barra de tarefas mostrando a previsão do tempo - provavelmente um spyware - e não tinha como desinstalar. Nas duas vezes resolvi o problema usando o Malwarebytes Anti-Malware.

2 Curtidas

Nossa, esse malware que escondia todos os arquivos e criava atalhos com mesmo nome mas que executava o malware junto com o arquivo oculto era um clássico mesmo.

Perdi a conta de quantas vezes vi essa desgraça vindo no meu pendrive depois de levar arquivos pro xerox na era do windows XP.

No meu caso eu simplesmente limpava o pendrive (um format rápido mesmo) porque sempre usava só para o transporte do arquivo pro xerox, assim o original estava a salvo na minha máquina. Nunca tive a necessidade de recuperar um arquivo atingido.