Existe uma comunidade de desenvolvimento para o Ubuntu ou apenas a Canonical?

Olá pessoal, boa noite.

Estou me enveredando cada vez mais pelo mundo open source e andei vendo muitos vídeos do canal do Diolinux. Vejo que existem projetos desenvolvidos por comunidades, coo o OpenSuse, Fedora, etc. Vejo também projetos como Gnome e KDE ( que particularmente gostei bastante de algumas ideias deles). Estava pensando o seguinte: já que o Ubuntu é um produto da Canonical, existe uma comunidade aberta de desenvolvedores para ele ou apenas os engenheiros da Canonical?

1 Curtida

Ambos, Tux. Existe o time de desenvolvedores da Canonical que dão suporte profissional às versões LTS e que de fato desenvolvem o Ubuntu, mas existem desenvolvedores independentes que enviam patches de correções, melhoras, … Inclusive o tema atualmente usado pelo o Ubuntu, o Yaru, começou de um projeto da comunidade.

1 Curtida

Obrigado pela resposta. Eu sei fazer coisas bem básicas em programação. O máximo que fiz foi umas janelas em Qt, mas queria me envolver com algum projeto desses, para pelo menos acompanhar de perto ou tentar ver se dava alguma contribuição. Você sabe se eu poderia entrar numa comunidade do Ubuntu ou alguma outra?

1 Curtida

Lembrando apenas que o OpenSuse também tem tanto uma comunidade, quanto uma empresa mantenedora (EQT) por trás da distribuição.

2 Curtidas

Exatamente, TiagoCardoso.

Apenas elaborando um pouco mais a resposta, todas as grandes distribuições possuem um time de profissional fixo, desde programadores até designers, assessor de imprensa, … e, dependendo do projeto, uma empresa por trás. Esse é o caso do Ubuntu (Canonical) e Fedora (Red Hat), por exemplo, que além de produzirem essas distribuições também desenvolvem outros produtos, normalmente voltados para grandes empresas, laboratórios de pesquisa, internet das coisas, servidores, … Muitas empresas pagam um bom dinheiro para ter suporte personalizado para essas distros, incluindo soluções customizadas. Por isso elas precisam de uma grande equipe por trás.

Outros projetos como o Gnome, KDE, outras distros e até mesmo o Linux também possuem um time de devs contratado, mas não a estrutura empresarial desses outros exemplos. Esses times que ditam os rumos dos projetos e tomam as principais decisões, o que inclui aceitar ou não as contribuições da comunidade.

Porém, como todos esses são projetos OpenSource (código aberto), a comunidade tem acesso à todo o código-fonte e pode contribuir também, e é incentivada a isso. Uma contribuição muito comum é a tradução de documentação, novos programas, … Outra que não precisa tanto conhecimento de programação é testar os lançamentos para encontrar bugs e reportá-los nos meios indicados.

3 Curtidas