Existe a possibilidade do GitHub morrer?

Foi só um pensamento que me surgiu e queria saber o que vocês acham :blush:

Aliás se isso acontecesse, entrariam em desespero ou ficariam de boas?

1 curtida

O dia que o Mcdonald’s falir e a Microsoft quebrar…
Impossível? Não. Mas é extremamente difícil. Github (Gitlab as well) são as mais famosas plataformas de hospedagem de código. É muito capital sendo aplicado e Nerd, no bom sentido, junto ajudando a manter de pé aquilo lá.

3 curtidas

Bom, nada é eterno, mas tudo vai morrer um dia, a questão não é se vai morrer, mas quando. A questão é, o GitHub morrerá nos próximos 10 anos? Creio que não.

Acho até que é mais fácil que o GitHub venha a ser substituído por um serviço que oferece um conceito novo do que porque a Microsoft faliu ou esta desistiu do GitHub.


Eu ficarei de boa porque sempre haverá serviços substitutos, inclusive serviços gratuitos.

Minha única preocupação será se será viável a migração do histórico de mudanças do código.

4 curtidas

Vira e mexe eu penso na possibilidade da distro que eu estou usando simplesmente desaparecer,
Mais acho que nunca pensei isso sobre o github.
Hoje ja temos o git e gitlab com o github vivo, imagina se um dia estiver morto?
Vai existir varios serviços para substituir.

Eu custumo utilizar muito de projetos que não tomarão um rumo ainda, e não criarão um site. Se eles forem migrados para outra plataforma, eu ficaria tranquilo.

Respondendo o titulo: Existe a possibilidade do Github morrer?
existe, pode ser daqui uma semana ou daqui anos ou decádas,mais enquanto alguem estiver lucrando com isso,ainda vai existir.

Como já foi dito por aqui, GitHub tem um enorme patrocínio empresarial e comunitário, então duvido que seja algo que ocorrerá em um futuro próximo, e mais improvável ainda de ser algo que ocorra do nada sem prazos de adaptação ou migração.

Mesmo que acabe, a natureza descentralizada do Git dá duas vantagens caso o GitHub caia:

  • Um git clone te dá acesso a todo o histórico do código, e um git remote set-url origin $NOVO_REPO && git push é o suficiente para reenviar todo esse histórico para outro lugar. Várias pessoas tem o histórico completo de projetos open-source nos seus PCs (talvez até sem perceber), tanto que frequentemente quando um projeto open-source é encerrado, recebe DMCAs ou etc., é bastante comum aparecer, horas depois, espelhos com o histórico completo.
  • Há vários serviços com a mesma proposta. Gitlab, Codeberg e Sourceforge são os principais exemplos gratuitos, mas há também há opções pagas e outras que dá para colocar em um servidor de propósito geral como Gitea e CGit.

É o principal lugar, mas se acabar não será o fim do mundo.

Como eu falei lá em cima, histórico de código é uma preocupação até que pequena, porque mesmo projetos open-source pequenos têm dezenas de pessoas com a cópia do histórico completo. A preocupação para mim seria a perda de discussões e issues – coisa que não é coberta pelo Git e realmente é uma história triste de se perder.

2 curtidas

A Nokia achava que nunca perderia a liderança em celulares.
A BlackBerry acreditava que o setor corporativo jamais usaria outro tipo de aparelho.
A Motorola não acreditava que as concorrentes poderiam ameaçar seus aparelhos Android.
A Kodak desdenhou da tecnologia de fotografia digital.
A Blockbuster não acreditou que o streaming daria certo.
O Yahoo se recusou a comprar o Google.

"
Empresas não fecham porque os concorrentes estão fazendo o que elas fazem.
Empresas fecham quando os concorrentes começam a fazer o que elas não fazem.

Edson C Silva
"

O fim do Github seria apenas o fim de mais uma empresa e provavelmente muito do código realmente importante seria migrado para outros serviços, é importante lembrar que a tecnologia GIT é opensource e qualquer um pode utilizar ou fornecer serviços baseadas nela.

:vulcan_salute:

6 curtidas

Não parece ser algo que vá acontecer, dada a importância e popularidade do projeto, além de ser peça central da aproximação da Microsoft dos desenvolvedores.

Mas como é uma empresa (uma empresa dentro de outra), é um departamento, digamos assim, que pode fechar ou mudar, mas isso já era verdade antes mesmo da Microsoft comprar. O Git, no entanto, é open source, e deve continuar a ser usado como principal ferramenta de versionamento, outras empresas, como o GitLab já oferecem soluções concorrentes ao GitHub usando ferramentas parecidas.

Assim como qualquer empresa, pode acabar, mas parece improvável.

1 curtida

Não digo apenas do Github. E o dia que o Gmail morrer, que o Adsense morrer, que o Youtube morrer, que o Windows ou o Office morrerem, ou se o iPhone morrer?
Acho uma questão muito interessante após a pane que ocorreu ontem com o Whatsapp/Instagram/Facebook. Embora gratuitos e igualmente fáceis de usar instalar, quase nenhum dos meus conhecidos tinha uma opção alternativa. E quando foram correr para o Telegram, sobrecarregou o serviço de tal forma que também não o conseguiram adicionar ontem.

Nós temos que pensar no quanto os serviços nos são úteis, quanto valem, e quais são as portas de saída. Muito dos erros da nossa sociedade é ficar dependente de uma única solução que nem é única, e muitas vezes sequer é a melhor alternativa disponível.

3 curtidas

O Github talvez caia, mas o git como um todo permanece, lembrando que esse é de código aberto.
Muita gente nem sequer usa o github como seus repositórios de código (alguns com seus próprios servidores Git). Então a queda do Github não seria tão fatal.

1 curtida

A possibilidade dele morrer existe, assim como qualquer coisa nesse mundo, mas neste momento acho que está longe de acontecer. Se acontecesse, possivelmente eu iria para o GitLab.
Concordo que a perda maior seriam as issues porque como já dito, o histórico de contribuições é mantido pelo Git.

PS. Acho importante ressaltar que o Git não é apenas open source, ele é também um software livre.

Viva o modelo descentralizado!

2 curtidas

Como disseram, nada é eterno, um dia o GitHub vai acabar (assim como a Steam), mas talvez demore décadas, e ainda sim não há motivos para entrar em desespero, pois sempre há um anúncio de encerramento fornecendo meses de prazo para o usuário realizar o backup e/ou migração de seus projetos.

Há outros sites alternativos ao GitHub, estes tomarão o lugar, consequentemente melhorando a qualidade por conta da migração em massa.

1 curtida

Não deixei isso claro. A minha preocupação é com os MEUS códigos :sweat_smile:
Hoje em dia está tudo estável e parado, mas quando eu estava no meio do desenvolvimento, teve uma ou duas vezes que tive que ver o código anterior e as últimas modificações para entender como foi que aquele bug apareceu.

Se você tiver um git clone (sem chaves como --depth=1 que “truncam” o histórico para poupar tempo) recente no fatídico dia que o GitHub cair do nada para nunca mais voltar, você está a duas linhas de shell script de upar o código e todo o histórico para outro serviço. Mesmo em serviços de nuvens “genéricos”, basta deixar a pasta .git quieta para conservar o histórico.

(senti o cheiro de um usuário de git bisect no ar…).

1 curtida