Estou usando o Windows mas quero mudar para o Ubuntu

Regata OS tem como base openSUSE, parece que é o mesmo esquema do Linux Mint em relação ao *ubuntu. Talvez seja interessante você ver esse vídeo aqui.

Cara, a depender do seu olhar, as distribuições são tudo a mesma coisa. Um leigo não veria qualquer diferença em usar o Firefox no Manjaro-KDE ou no Kubuntu. É claro que, pra quem se liga nos softwares, o *ubuntu e o Manjaro são bem diferentes (a começar que um é fixed release e o outro rolling release).

Como usuário comum, o *ubuntu LTS está de bom tamanho. Não falo nada do Regata OS porque nem sequer cheguei a usar o openSUSE.

.

Segundo o site do RegataOS, essa distribuição possui otimizações e utilitários que melhoram a experiência gamer, mas certamente não é nada que você não possa replicar no *ubuntu ou em qualquer outra distribuição. Talvez seja interessante que você veja este vídeo aqui.

.

Seu computador é um monstro, nem precisa perguntar se ambiente gráfico X ou Y rodará bem na sua máquina. Eu mesmo tenho um notebook com processador i3 de 7ª geração com GPU integrada e 4 GB de RAM que roda bem com o KDE Plasma. Eu também poderia usar o GNOME, que é mais pesado, mas não creio que eu teria muita fluidez, embora eu esteja certo de que o sistema continuaria bem usável.

1 Curtida

Eu simplesmente amei o vídeo que você me mandou do Canal do Diolinux falando sobre o RegataOS, provavelmente hoje eu irei abandonar o famigerado Ruindows e trocar pelo RegataOS muito obrigado pela sua ajuda sua resposta foi de grande utilidade tanto para mim quanto para outras pessoas.

Só um toque, sugiro fortemente que você comece com um dualboot primeiro (dualboot é quando você tem 2 sistemas operacionais instalados na mesma máquina, eu mesmo tenho o Kubuntu 18.04 com o Windows 10 no meu notebook), não seja precipitado. Depois você mesmo vê se dá para ficar com o Linux puro.

Eu pessoalmente mantenho o Windows porque, apesar dos avanços impressionantes no Wine e seus softwares auxiliares, prefiro ter uma garantia que todos os meus joguinhos rodarão e recentemente tive um problema no Linux que me incentivou a manter o Windows.

Como meu computador é basicão (roda no máximo jogos de até 2009~2011, mais recente que isso só se for indie 2D), deixei apenas 100GB de espaço pro Windows. Mas como seu computador é mais potente (portanto instalarás jogos que consomem bem mais do que 10GB do HD), é bom você fazer uma conta de quanto você precisa dedicar a sua partição Windows. Se você pretende instalar 100GB ou mais em jogos, minha conta pra você seria assim:
20GB pro Windows em si + 5GB para softwares softwares basicões (quando no computador, 99% do seu tempo não-dedicado-a-jogos será no Linux, mas talvez você precise de uma versão mais recente do Microsoft Office ou outro programa pesado que não roda no Wine) + 25GB para ficar como espaço livre e ajudar no processo de uma desfragmentação de disco + espaço que você estima que será gasto na instalação de todos os seus jogos. Por exemplo, se você pretende instalar 200GB em jogos, nessa continha minha eu dedicaria 250GB para a partição Windows e o resto você deixaria pro Linux.



Como estamos falando de particionamento, você já sabe como vai particionar o Linux? Minha sugestão é a seguinte:

  • 500MB para boot_efi (o que é partição EFI)
  • 40GB para partição raiz /
  • Se seu computador for notebook, sugiro a criação de uma partição swap com a mesma quantidade de memória RAM que você tem, que no caso são 8GB
  • O resto pra partição /home