Estou pensando em cursar Ciência da Computação, mas tenho dúvidas por conta de dois motivos

1 - Ano que vem estarei com 30 anos, de forma que eu concluiria o curso com 34 ou 35 anos de idade. Sei que podemos aprender linguagens de programação em qualquer idade, mas como o mercado de trabalho recebe novatos nessa faixa de idade de 35 anos?

2 - OK, este aqui é mais viajado: a tecnologia de inteligência artificial evolui exponencialmente, embora seja óbvio que algo como GPT-3 (ou até mesmo um eventual GPT-4) jamais tomaria o lugar de um programador. Mas a AGI é inevitável a não ser que a civilização se destrua antes, e nem precisa ser AGI, suponho que uma inteligência artificial boa o suficiente para fazer o trabalho de um programador júnior, creio que a oferta desse trabalho para humanos reduziria drasticamente. Tudo bem que atualmente a inteligência artificial seja apenas uma ferramenta, mas não vejo porque as inteligências artificiais não poderiam evoluir de meros assistentes para programadores de fato.
2.1 - Como eu disse, uma inteligência artificial capaz de substituir um programador é inevitável, a não ser que a civilização se destrua. O problema é saber quando. 10 anos? 20 anos? 30 anos? Sei que ninguém aqui tem bola de cristal, mas pela sua experiência, você acredita que o trabalho de um programador que se formasse em 2026 ou 2027 estaria seguro?
2.2 - Você acredita que a área de programação seria uma das últimas a serem automatizadas? Pergunto isso, porque se todo o resto tiver sido automatizado, a sociedade já terá aplicado mudanças radicais (como UBI ou outra solução), de forma que não é como se a vida do programador tivesse acabado.
2.3 - Com o curso de ciência da computação, em que outras áreas o estudante poderia investir que são mais difíceis de serem automatizadas?

4 Curtidas

1- Recomendo assistir aos dois vídeos a seguir:

2- Não sei responder;

2.1- Bem improvável da carreira de programador desaparecer, ainda mais que como que faremos para a tecnologia evoluir? Quem criará novas e mais polidas linguágens? E de brinde: tu acha que uma IA seria capaz de decifrar o que o cliente quer? Acrescento mais um ponto: metodologias ágeis, máquina alguma é capaz de substituir o humano nesse “pagode” de aplicar um Scrum, JAD e Etnografia;

2.2- Como abordei no ponto anterior, acho improvável ser totalmente automatizada, a não ser que um futuro não tão distante com a pegada do filme Terminator aconteça;

2.3- Não sei responder.

4 Curtidas

Eu tenho dois pontos, primeiro, mercado contrata até quem não tem faculdade, pq é uma area que precisa de gente, mas o outro ponto é q não pagam muito se vc estiver na onda geral

Compara o serviço de programação como o de Pedreiros, a gente tem o engenheiro, arquiteto, mas pedreiro é o cara q constrói, e mesmo tendo anos essa profissão existindo, não tem uma automatização, e mesmo sendo essencial, há bastante gente na área e não pagam muito.
Há ferramentas que automatizam o trabalho do pedreiro, mas ele que sabe usar. (desculpa mas eu amo comparações)

4 Curtidas

Então…se você tem vontade/interesse/empolgação para estudar a área de TI, 30 anos ainda é jovem/novo. Se não conseguir de imediato ser contratado em uma empresa, experimente fazer projetos sozinhos e/ou fazer freelas para ir ganhando bagagem.

3 Curtidas

:wave:t2: Me falaram que conseguir o “primeiro ingresso” nesta área de tecnologia é o mais difícil mas depois que conquista este ingresso daí chove empregos, oportunidades de todo lado independente da idade.

Não vejo uma substituindo a outra AI e HI (Artificial Intelligence and Human Intelligence). O Ser Humano apareceu sabendo apenas se alimentar igual como qualquer outro animal. Mas o Ser Humano evoluiu e continua evoluindo até hoje. Mas de todas as raças o Ser Humano foi o único que ficou racional então ele não teve outra raça racional que coagisse com ele se tornando “supremo” entre as raças vivas e ao mesmo tempo egoísta, conveniente e hipócrita. Dizendo isso e vendo que a AI é lógica se ela se tornar racional ela irá agir lógicamente, ou seja somar é melhor que perder, então 2 raças racionais são melhores que uma. Vejo um mundo futuro com 2 raças racionais coagindo para a contínua evolução AI e HI e até uma 3rd raça racional híbrida de componentes orgânicos (humanos) e componentes artificiais(máquina) o famoso Android. Analisando mais a fundo, raças racionais superiores não destroem e sim constroem.

Daqui um tempo eu posso confirmar sobre o “primeiro ingresso” na área de TI pois, felizmente e honradamente eu consegui um serviço temporário de construir um site inteiro do front até o back end, colocando minhas teorias de cursos em prática. Se o site for sucesso eu serei contratado definitivo.

Sobre a faculdade, foca especialmente em faculdades que te darão o maior número de contatos possíveis e não nas que te oferecem “os melhores conteúdos” pois a área da TI é lógica, ou funciona ou não funciona não existe meio termo. Se a faculdade A e B tem os mesmos cursos, linguagens, então serão as mesmas coisas e se a B é melhor em contatos vai na B.

Fechando o raciocínio para que estes empregos, oportunidades vão para uma escala mundial é bom colocar o Idioma Inglês no foco, nos estudos como uma “poção de up”, “nitro ou kers/drs para realizar ultrapassagens históricas!” Outro detalhe que assusta no Brasil talvez é que as empresas pedem várias qualificações e isso eu acho super errado pois o país não educa nessa area desde criança como fazem nos USA, Canada, Europa e quer exigir, comum do Brasil em qualquer area isso mas, como exigir algo sem dar condições? Tenta atravessar o oceano com um carro normal e exige isso do carro para ver, tenta tirar ou apertar um parafuso sem chave, constroe uma casa com as mão… Agora dada as condições certas com modificações então ae as coisas funcionam. Tenho amigos lá fora que só se especializam no backend ou no frontend, ou só em php, ou só em python e conseguem empregos de respeito, independente da idade. Vai do foco e estratégias. :pray:t2:

4 Curtidas

Atualmente dá pra aprende muita coisa sem precisar um curso de ensino superior. Mas não ter o curso superior vai te barrar em algumas colocações, especialmente onde é requisito legal (tipo concurso público ou algum projeto mais formal).

Muita gente consegue conciliar o curso superior com trabalho, serão alguns anos bem puxados, mas a maioria consegue! (minha formação é engenharia, mas ainda assim acho válida a dica)

3 Curtidas

O que vocês acham do curso técnico em desenvolvimento de sistemas? Como é a empregabilidade dessa profissão em relação a quem se forma em ciência da computação?

1 Curtida

Claro, código é código, tu pode ter 200 anos que não vão ligar

Quando atingirmos a singularidade com a inteligência artificial, ou seja: quando ela se tornar criativa e velho… Nem Hardware pra isso a gente tem pela lei de moore revisada bota pelo menos uns 100 anos na conta até ocorrer o primeiro projeto viável

Dada a expectativa de vida projetada pra 2027, considerando que o padrão +18 se mantenha… Vai sim, relaxa

Não só programação, como todas as áreas voltadas a criatividade, por mais que as GPTs e AGIs da vida possam automatizar toda a criação, ainda vai depender de um “tive uma ideia!” sem contar que é sempre necessário revisores manuais em áreas delicadas

Sabe quais tarefas vão ser automatizadas? As mecânicas, essas tarefas SEMPRE puderam ser auromatizadas, a grande diferença é que ao invés de preencher um formulário, você vai passar os valores do campo usando linguagem natural, então se não quiser ser automatizado, simplesmente não seja um autocompleter, seja criativo

3 Curtidas

Muito obrigado pelas respostas.

4 Curtidas

Desculpa por ressuscitar o tópico, mas me veio esta nova pergunta. Um curso de Ciência da Computação se divide em 2 ramos pelo que me disseram:

  • Programação
  • Infraestrutura

Me interessei por essa área de infraestrutura, pois segundo me disseram, o preconceito de idade é menor. Vocês podem confirmar isso?

Outra questão: sou um cara competente e esforçado, mas não tenho muito o perfil de empreendedor, sou o tipo de pessoa que gosta mais de trabalhar para uma empresa. Me falaram que a área de infraestrutura atente este perfil, vocês podem confirma isso também?

Em questão de empregabilidade, como fica o ramo de infraestrutura em relação ao ramo de programação?

Desculpem-me por tantas perguntas.


@JG22 , @M.Mazur , @MarcosVin98 , @Deleterium , @RuKsu , @Natanael.755 , estou marcando vocês caso vocês puderem responder a essas perguntas.

2 Curtidas

Relaxa, meu bom. Pode marcar a vontade que, sendo de nosso alcance, tentaremos ajudar.

Essa é nova para mim. Creio que independentemente do curso/área, isso ocorrer é uma falta de humanidade e de caráter, mas pode sim ocorrer visto que o mundo tem muita gente filha da …

Então, eu sou bem como o seu perfil, falta de um lado Businessman, mas meu foco é na área de programação, visto que gosto de codar/produzir, ter resultados e ajudar a minha equipe a seguir em frente. Sugiro a assistir o seguinte vídeo do Professor Juliano Ramos para ter um norte a mais sobre a área de infraestrutura: Eu amo ser de Infraestrutura - YouTube

Vida longa e prospera :vulcan_salute: :lizard:

2 Curtidas

:wave:t2: Eu peço perdão, eu iria responder esta questão também mas deixei passar e acabei esquecendo. Bom que eu posso formar mais opiniões a respeito :sweat_smile:

Cursos do SENAI são excelentes, mas oque realmente conta nesta área de TI é o network, quaisquer áreas aliás, nossa rede de contatos, quanto maior melhor. Eu perguntei para um amigo que mora nos USA a diferença entre as universidades “normais” com Harvard e MIT, ele me disse:

“Just Network. Harvard e MIT são capazes de aprensentar seus alunos para “poderosos ocultos” em lugares remotos do mundo, dispostos a pagar muito dinheiro pelo serviço que o aluno irá prestar. Na área de TI mesmo não sendo Universidade o aluno que faz um curso de python não é melhor que o outro de Harvard.” Python é igual em qualquer canto do mundo e fora dele. Claro que os equipamentos para praticar dentro de Harvard, MIT são superiores. Tem até notícias sobre o Google Careers Certificates Program em que a Google disse que vai desbancar as Universidades num futuro próximo. Universidades e Faculdades irão ser apenas parte da história de uma nação. Isso faz total sentido pois se a Google nos contrata só de prestar este programa então para que “perder tempo” com Universidades e um monte de coisas que nunca iremos usar. Isso vale para quaisquer Empresas, elas escolhem quem elas querem e não pelo que as pessoas fazem.

Antigamente(não muito tempo, recente até) as Faculdades eram para uma pessoa saber muito mais que a outra e ser competitiva, pois o mundo tinha “pouca gente” capacitada então ela acabava que usando muito do que aprendeu, contava também a dificuldade de buscar informações, tinhamos de ir em bibliotecas, equipamentos muitos não tinhamos condições de ter e as Faculdades orientavam os alunos. Fatores como dificuldade de uma Empresa achar empregados capacitados antes também conta, não tinha internet ou a internet era fraca.

Hoje a Faculdade é mais para agregar contatos pois a internet e a tecnologia chegaram a um nível que não precisamos mais guardar milhões de informações no nosso cérebro, apenas ter a habilidade de pesquisar rápido e ágil, pois os conteudos estão lá livre e de facilimo acesso, além do que tem “muita gente” no mundo então cada um faz um pouco. As empresas acham empregados capacitados tomando café sentado no sofá hoje. E vai além, o sistema automático acaba fazendo isso, tem filtros nos sites para facilitar etc…

Esse paradigma Universidades e Faculdades está se encerrando entrando para a história.

Indo para as perguntas Desenvolvimento de Sistemas, Programação e Infraestrutura todas elas tem espaço. Repetindo, oque facilita a empregabilidade são os contatos. Então um curso bem feito, atitudes super positivas, humildade e gentileza são varias das chaves para crescer o network e então a empregabilidade fica sustentável, faça muitos amigos, entre em grupos online, fisicos e etc. Network é essencial.

Estamos no Hoje então como disse o Deleterium ainda existem empresas, especialmente partições do Governo que exigem faculades, se você pretende trabalhar nestas áreas então é bom focar em uma Faculdade, mas para sair ganhando mais foca na faculdade que te oferecer o maior numero de contatos possíveis, afinal de contas Javascritp é igual em qualquer lugar do mundo e fora dele. Então foca em fazer muito network. Eu não canso de repetir isso porque eu sou “anti social” e até então eu levei 3 anos para conseguir um serviço temporário. Meu irmão que tem um network gigante por causa da igreja dele não fica 1 mês desempregado e ele já perdeu 5 empregos e hoje está empregado. Então faça network, qualquer que seja a profissão!

Outra coisa que ajuda é ser especialista, tenta separar o tempo maior para especializar em algo e parte do tempo você vai aprendendo coisas básicas ligadas ao que você está se especializando. Evita fazer oque nós brasileiros somos doutrinados a fazer, aprender Química sendo que o gosto é em Tecnologia, repetindo, isso funcionava antigamente, hoje tem muita gente no mundo e o Empregador de TI vai contratar quem sabe um pouco de Química e um pouco de TI ou é expert em TI? Vice-versa também tanto quanto para quaisquer profissões. Inglês é fundamental, tentem treinar o idioma Inglês todos os dias.

Eu não tenho perfil de empreendedor mas todos nós temos um nível de empreendorismo, seja pequeno, seja grande. Eu tentei ser empreendedor nos lugares errados, Loja física, Drop Shipping, Uber, Taxi99 e cia, perdi todo meu dinheiro até descobrir que Web Dev está me fazendo bem. Estou com a honrosa oportunidade e serviço de construir um site para uma pequena empresa e acordo trabalhando e vo durmir trabalhando e é muito bom. Então eu tenho um perfil empreendedor mas não sabia aonde até então. Não sei do futuro mas aparentemente estou no caminho certo então é fazer o melhor.

Este vídeo do Dionatan e a Luana irão dar uma clareada sobre o empreendorismo, pois todos nós temos um empreendedor dentro de nós, uns mais outros menos. Deveria ser inclusive matéria de grade da educação nacional, orientar o empreendedor ao caminho certo, seja trabalhar para si só, seja trabalhar para os demais. In the end, no final mesmo trabalhando sozinhos quase todos nós trabalhamos para os demais. Só que mora em florestas, fazendas sozinho que planta e cultiva, sabe ser auto suficiente não trabalha para os demais.

Enfim, acho que digitei muito :joy: :sweat_smile: mas vai com foco, força e fé sem desanimar, tenta analisar oque você mais gosta, serve para todos e foca e especializa nisso!

O show não pode parar e tem de continuar!

:pray:t2:

4 Curtidas