Está tendo problemas com software para Linux? Procure uma versão para Windows e seja feliz!

Olá usuários de Linux, venho tratar de um assunto que me deixa frustrado com as distros Linux. Não me considero um usuário iniciante, tão pouco avançado e ainda não intermediário. Eu diria que estou entre o iniciante e o intermediário pra ser exato, já faz alguns anos que uso Linux e pouco + de 3 anos que uso somente distros Linux.
Pois bem, inúmeras vezes já tive problemas com o uso de softwares para Linux, principalmente os que não estavam nos repositórios da distro em uso, mas nada que uma googlada ou um help em algum fórum não resolvesse. Afinal de contas, as comunidades Linux costumam ser prestativas, ajudando novos usuários a se adaptarem com o novo ecossistema. Acontece que talvez alguns usuários, assim como eu, que migraram do Windows para o Linux e nunca + querem voltar, podem se frustrar quando observam que conseguem usar um software sem nenhum problema instalado via Wine e o mesmo n ocorre com a versão para Linux.
O jogo Savage XR, emulador Fuse e o Zotero são alguns casos de programas que via Wine rodam tranquilo, mas para Linux apresentam vários problemas e praticamente acabam inviáveis para uso. Inclusive, no caso do Zotero, até mesmo a integração entre o LibreOffice com ele ocorre bem, ainda que o LibreOffice esteja nativo e o Zotero via Wine. Será que algum dia vamos deixar de depender do Wine e usar plenamente o Linux?

Isso é uma merda mesmo, ah como eu queria que o modo de instalação do Linux fosse igual ao do Windows.

Felizmente 99% dos softwares ainda são bem mantidos nos repositórios. O problema parecido com o seu que eu tive foi com o espcon. Não consegui os binários para Linux, mas depois de muita procura consegui achar o código-fonte para que eu mesmo o compilasse. Depois de muita luta, consegui compilar o programa, mas ele ficou muito bugado, deve ser porque seu código era muito dependente as instruções não mais usadas das versões antigas do GTK.

O que eu faço agora? Sempre instalo o GTK2 Runtime no meu prefixo Wine e rodo o executável espcon.exe com tranquilidade no meu sistema operacional Linux.

2 Curtidas

Infelizmente, isso fica por conta do foco que os desenvolvedores dão a versão para cada sistema.

As versões mantidas nos repositórios, geralmente para estarem lá para o uso e distribuição para todo o tipo de usuários, se deve ao fato desses mesmos apps, serem copiados da fonte, compilados, testados várias vezes… e então serem empacotados e distribuidos em seu repositório.

Mas caso um bug esteja na fonte, quem deve corrigir é o desenvolvedor, que é que está montando o app, não ninguém de fora alterar a estrutura para a correção.

Então como fica por parte do(s) desenvolvedor(es). Vai depender do foco que eles derem, tanto para o projeto, como para Qual sistema operacional ele vai querer dar a sua prioridade.

Nesse caso, nem Linux, nem Empresas, nem Comunidade tem a responsabilidade de entregar um produto final bem acabado. Mas sim o(s) Dev(s) do app.

Mas claro, incentivo nunca é demais, se uma pessoa entra com alguma contribuição com o Dev para determinado sistema, esse vai ser mais bem acabado na versão final a ser entregue ao publico.

Então, também, querendo ter um App bem polido, contribua se possível.

As vezes, vejo que por causa dessa ajuda, o mesmo App na mesma versão em um sistema têm mais recursos do que o mesmo App na mesma versão mas em outro S.O.

1 Curtida

Tenho o mesmo problema. Trabalho com contabilidade e alguns softwares ligados à área, como os da Receita Federal por exemplo, nem todos tem versões para Linux. Outros, como o Conectividade Social, software via web, da Caixa Econômica, só funciona no IE e nem sempre funciona instalando no Playonlinux, que só roda versões antigas do IE(até onde conheço). Conheço muitos escritórios contábeis que utilizam versões piratas do Windows(a maioria) e isso não é bom. Mesmo assim utilizo o Linux Mint com Windows rodando no Virtualbox. Com isso, não preciso de grandes investimentos em infraestrutura. É um sistema muito mais rápido, seguro e e principalmente livre. Até mesmo as grandes empresas de softwares contábeis(folha de pagamento, contabilidade, escrita fiscal), não dão importância ao Linux, por sorte, utilizo um software em nuvem que consigo rodar em Linux mesmo sem ser um usuário avançado.

1 Curtida

é uma pena ter de recorrer a este tipo de expediente, dado que hoje em dia j[a existem linguagens, frmaworks e empacotamentos que permitem fornecer soluções para qualquer SO, basntando que haja interesse do desenvolvedor. Quando posso, boicoto os produtos de empresas que não oferecem uma versão que rode em linux e sempre que possível dou preferência para alternativas livres.

1 Curtida

Olha, uso Skype e Teams tranquilamente, particularmente bastaria o Microsoft 365 no Linux e resolveria 100% para mim.

Quanto as comunidades acho tudo muito lindo no começo, rapidinho alguém começa a cagar regra e querer mandar no que você deve fazer - o que pra mim é coisa de fanboy. Aqui ainda é a mais tranquila nesse sentido.

1 Curtida