Em meio a crise, Ratinho Jr revogará Lei do Software Livre no PR, doando R$ 1bi para MS

Já havíamos comentado aqui sobre alguns deputados paranaense estarem lutando para derrubar a Lei do Software Livre, que gerou uma economia de (aproximados) R$ 1bilhão para o estado.

São nossos deputados mostrando que pouco se importam com o dinheiro da população!

Eita! De 12 dias atrás e só fui ver agora. Passou e eu nem vi.

É uma pena, mas de certo modo eu entendo os argumentos citados no texto. É uma discussão bastante complexa. Pelo o que eu lembro na Alemanha aconteceu mais ou menos a mesma coisa e agora que estão voltando a usar software livre para algumas coisas. O SwLivre não significa que é mais barato e nem mais fácil, e sim que é mais “transparente”, mas eu entendo que certas coisas não precisam ser 100% abertas. Todo dia usuários do Linux jogam jogos que são completamente fechados.

O que dói é ver o estado gastando milhões apenas em licenças do Windows e do Office, salvando documentos em tipos de arquivos fechados, …

Dinheiro público, código público
Acho que essa frase é um bom modo de pensar. Ou seja, se se você realmente precisa usar o MSOffice para abrir alguns documentos, tudo bem em usá-lo, mas novos arquivos serão em formatos abertos. Mesma coisa para um programa novo, e outros aplicativos que têm boas alternativas livres.


Esse vídeo também dá um ponto de vista interessante para a discussão:

1 Curtida