É possível carregar o sistema antes de entrar com o usuário?

É possível fazer com que o gnome carregue o sistema antes de entrar com usuário? Para que assim, ao entrar com o usuário seja quase como entrar no sistema após bloquear o mesmo.

  • Resumindo a ideia, quero apertar o power do gabinete e ir tomar o famoso “café”, e quando voltar e entrar com o usuário todos os programas que inicializam com o sistema já estejam carregados.

  • Mesmo eu utilizando um SSD, o sistema demora aí seus 15 segundo (Se o café já estiver no copo da tempo de beber), e ficar parado naquela tela de usuário é um tempo perdido enquanto os programa iniciais já poderiam ir carregando.

1 Curtida

Acredito que não, mas confesso que nunca vi uma dúvida assim. Já que os programas abrem só após você logar com o seu usuário.

Uma alternativa para o seu caso, pode ser deixar o login automático. Ai ai ligar o pc quando chegar no gerenciador de login, ele vai iniciar automaticamente.

Pois é, também pesquisei aqui e não achei nada.

Essa do login automático realmente funciona, podendo até mesmo definir uma senha na BIOS, assim podendo manter uma senha e iniciante tudo automaticamente.

Mas manter senha na BIOS pode ser burlada facilmente retirando a bateria.

E também não quero deixar o sistema tão desprotegido assim, afinal existem dados sensível no sistema. Esse negócio de salvar senha deixa tudo bem vulnerável.

1 Curtida

Você quer que o sistema carregue todos os programas abertos de uma sessão anterior? pq o KDE Plasma faz isso! recomendo dá uma olhada!

Olá @Renan_Bodom tudo beleza?

Esse recurso varia um pouco de funcionalidade em cada ambiente de desktop e você pode chegar em resultados similares de formas diferentes.

Hibernação: se você ativar o recurso de hibernação ao apertar o power, o sistema será “congelado” e irá retornar ao mesmo estado quando for reativado (para isso é preciso configurar a swap adequadamente na instalação).

Salvar sessão: alguns desktops como o Gnome e o Pantheon possuem o recurso de salvar o estado da sessão corrente, permitindo que no próximo login você comece “de onde parou” - nunca testei esse recurso para valer, mas creio que será ao menos necessário fazer login em alguns aplicativos novamente.

Mas é preciso que você entenda que existem limites “mecânicos/elétricos” para o funcionamento dos computadores, fazendo com que seja impossível eliminar completamente algumas esperas.

Não utilizar a tela de bloqueio apesar de economizar algum tempo, te expõe a riscos de segurança como deixar seu ambiente com acesso liberado para qualquer um que se aproxime do computador.

:vulcan_salute:

Coloca uma senha no grub, ativa o login automático e usa a hibernação

Não seria de uma sessão anterior não.

Sabe quando iniciamos uma sistema, e ao colocar senha do usuário e enter, ele começa a carregar interface, cliente do Mega ou até do Gdrive, cliente de e-mail, etc… Esse processo só começa depois de apertar o enter com a senha correta.
Eu gostaria de quando apertar enter, a interface e esses programas já estejam carregados.

Isso que estou falando, eu sei que já acontece no Windows 10. Teve uma atualização alguns anos atrás que trouxe isso. Até que se você usar um usuário diferente da ultima sessão, ao tentar desligar ele avisa que outro usuário esta logado. (E isso acontece justamente por esse fato, toda a interface e programas segundarias já são carregados mesmo antes de entrar).

Um “congelamento” não é exatamente o que estou querendo. Expliquei um pouco melhor numa postagem anterior aqui.

Realmente ficar sem senha é um grande problema de segurança.

@Natanael.755 essa foi a melhor solução que encontrei até agora. Mas fiquei pensando no fator segurança. Essa parte do GRUB pode ser desfeita ao iniciar um Linux direto de um pendrive não seria? (Claro que só usuários mais avançado conseguiria isso, mas bora discutir!)

Mas eu acho que só um suporte a perfis

Não é bem isso que acontece no Windows 10, o sistema hiberna, depois lança a tela de bloqueio é basicamente o que o pessoal disse, mas issp tem um problema bem inconveniente, o tempo de espera não diminui além do que o recurso hibernar proporciona, no Windows da vez que eu usei deu 16s

É uma hibernação que acontece? Se não me engano quando testei isso, se entrar bem rápido nessa parte, tipo colocar rapidamente a senha, você consegue pegar o sistema iniciando ainda.

Eu achei que era isso, e estava na verdade voltando da hibernação.

O que já pude aprender, vendo alguns erros na inicialização, é que tudo depende do Gerenciador Gráfico - Xorg em muitos casos (Xorg digo, mas se aplica a Wayland, e outros…).
As aplicações gráficas dependem do “Xorg” para saber aonde está o display e carregar o layout do aplicativo. Sem isso elas dão o erro “Display não encontrado” (tente entrar em modo texto, desativando o servidor gráfico -sudo service lightdm stop - pra vc ver).

A solução seria se sim, os aplicativos pudessem se carregar na memória com o seus layouts - “estando eles criptografados pela senha de um usuário ou não” - , para que, assim que o “Xorg” entrasse, o gerenciador de sessão, e o Ambiente gráfico com seus parâmetros personalizados, fossem amoldando o layout do aplicativo que já está na memória, para que assim que o usuário o chamasse, ele se exibia.

Seria utópico, mas tudo depende da forma como foi deixado para o “Xorg” operar, e os apps (GTK e Qt) dependerem do Xorg.
Você pode até colocar algum app pra na inicializaçõ do sistema, mas será reconhecido como serviço, e não como aplicação, ou seja, se funcionasse mas quiser fechar, você não vai conseguir plenamente. Mas, mesmo que jogasse no init.rc, na inicialização, a aplicação daria o erro de ‘display não encontrado e se fecharia’ porquẽ depende do Xorg e do usuário para saber em qual pasta de configurações pega - /root/.config ou /home/usuario/.config.

O App se amolda com o Ambiente e configs do usuário de uma só vez, sem esses dois parâmetros, o app dá erro e fecha.

É uma hibernação com os serviços essenciais, alguns apps como antivírus e afins tiram proveito disso, o que não consegue inicia depois

Se o GTK, Qt e seus derivados não dependessem dos servidores gráficos para se carregar, aí sim poderia carregar seus apps antes do inicio da sessão.

A questão não é essa, mas sim os arquivos do usuário, como os apps vão saber qual usuário carregar os arquivos sem efetuar o login?

Mas os apps gráficos, poderiam se construídos assim: carregar o padrão para a memória na inicialização, e quando o Gestor de login assinalasse o “whoami”, estes poderiam ler da pasta do usuario assinalado e, a partir dai, terminar de construir o seu layout por carregar as configurações do usuario.

Mas como foram feitos para dependerem das bibliotecas Qt e GTK que dependem dos servidores gráficos, isso não rola.

Não é bem só isso, quando eu digo arquivos do usuário é literalmente os arquivos do usuário, tanto GTK quanto Qt suportam o headless mode, ou seja, o aplicativo carrega mas não exibe a interface gráfica até que algum evento ocorram, o problema de carregar um software antes do login é que esse software vai ter acesso a todos os arquivos de todos os usuários ou seja ele teria poderes de super usuário, temos dois problemas aí:

  1. O usuário desse software teria acesso livre as “entranhas” do sistema, imagina seu “coleguinha” pedindo pra checar o email, mas ao mesmo tempo podendo aniquilar seu sistema?

  2. Como os apps vão saber qual usuário carregar os arquivos? Essa é uma questão problemática porque em potencial o app tem acesso a todas as pastas e arquivos do sistema, separar cada um manualmente seria muuuuito complicado e lento

Vale lembrar que como eu disse o próprio Windows pre carrega um usuário ao invés dos apps

1 Curtida

cara, basta colocar esses programas pra iniciar junto com o boot do sistema, nao sei como é no gnome, mas no plasma da pra configurar isso!

1 Curtida

Sinto falta disto, pq realmente, o windows quando abre a tela de login já começa carregando os aplicativos, digamos q já prepara o sistema antes do login, iniciando tudo q precisa, acho q ainda não há isto no linux, talvez no KDE como dito anteriormente, mas o problema é q a interface de login e a interface do desktop não são as mesmas, ai quando vc faz o login é então chamada a interface q chama os aplicativos pra iniciar

1 Curtida

Cara o Windows só carrega antivírus e programas auxiliares de drivers assim, apps não só não são carregados como simplesmente não podem

O que o @Renam_Bodom quer não está ligado ao fast startup (“hibernação”), tá ligado ao winlogon mesmo
quando vc liga o PC realmente é o fast startup que age, mas quando chega na tela de login, o próprio winlogon carrega a área de trabalho do usuário antes de ele entrar com a senha

eu adorei isso no Windows 10 mas eu acho que no Linux não rola
eu já tentei procurar isso no Linux mas dei muita pouca bola

edit: aliás, talvez role, mas vc teria que abrir um ticket de “desejo” ou “wish” no “lugar de desenvolvimento” do gerenciador de login que vc usa, provavelmente vc pode fazer isso por aqui