Dúvida sobre utilização de fonte genérica em um kit i3 9100F com 16GB RAM

Atualmente eu possuo parado um kit com H310M-E/BR i3 9100f, 16GB de ram e uma placa de vídeo (ATI Randeon HD 2600XT 512MB) antiga (serve para dar vídeo), que é do atual computador em uso, além de uma fonte genérica de 450W. A minha dúvida é: corro algum risco de perder (digo no sentido de algum conflito, causar estrago etc) as peças se eu utilizar essa fonte? Atualmente não possuo orçamento para investir em uma fonte nova.

1 Curtida

Olá @rafa.k :wave:t2:

Em resposta direta sim.

Em explicações: Como nossas condições são difíceis, tentar aproveitar o que temos com sabedoria é o melhor a fazer. É uma loteria, fontes genéricas, tem as que funcionam bem e tem as boom! Eu trabalhei 10 anos numa rede de supermercados com mais de 300 máquinas e já constatei oque uma fonte genérica pode fazer, porém são casos isolados.

Fonte genérica em %.:
Travar o Computador do nada: 60%
Explodir e/ou queimar antes de 1 mês: 30%
Destruir um computador: 10%

Então vendo por estas estátisticas, oque eu recomendo você é sempre manter backup dos seus dados, pois dependendo de como travar o sistema, corrompe e você pode acabar tendo uma dor de cabeça brava para recupera.

Relembrando fonte genérica é como uma loteria do azar, se for sua vez, booom!

:pray:t2:

1 Curtida

Se é uma fonte genérica que já está funcionando por um bom tempo sem problemas não vejo risco. O que mais tem é PC montado com fonte genérica. Nem todo mundo monta PC gamer pra por em escritório. E genérico por genérico está cheio de marca colando etiqueta em fonte genérica.

Tem fonte que o pessoal chama de genérica só por não ser de marca como Corsair.

Se for genérica tipo 40 reais nova aí sim se preocupe, ainda mais se ela não foi testada.

2 Curtidas

@Windows_User, a minha fonte tá aguentando desde 2009 e, até o presente momento, nunca tive problema algum. É uma iCEAGE IA450HP80.

Em questão a ela ser uma loteria do azar, entendo bem, @RuKsu. É por isso que tenho um pé atrás e fico com medo de perder as peças que custei para conseguir, já que essa pandemia quebrou bastante o meu investimento.

1 Curtida

É complicado mesmo, já era difícil consquitar tecnologia antes, hoje então… Um detalhe legal que pode te deixar mais seguro, quando você for comprar fontes você pode verificar se a marca e a fonte que você pensar em adquirir é confiável por este site:

https://www.clearesult.com/80plus/

Estas certificações deste site já dão uma segurança maior ao investir em fontes.

:pray:t2:

1 Curtida

Usar fonte genérica é algo semelhante a jogar roleta russa com o computador. O fato da sua máquina consumir bem pouco ajuda bastante, mas sempre existe um risco. Pessoalmente, não coloco esse tipo de produto mesmo nas máquinas mais simples que eu monto.

Uma fonte genérica até pode funcionar por muitos anos sem apresentar problemas. Contudo, meu tio também fuma há 30 anos e está super bem e isso não quer dizer que fumar faz bem à saúde. Você pode ter problemas como telas azuis, travamentos randômicos, reinícios aleatórios ou mesmo danos ao sistema operacional e aos componentes da máquina. Boa parte dessas fontes não tem sequer PFC ativo ou sistemas de proteção funcionais. Contudo, o ideal é sempre analisar modelo a modelo.

Sobre a sua fonte em específico, ela é bem polêmica. Ela foi testada no Clube do Hardware há algum tempo: Teste da Fonte de Alimentação 3R System iCEAGE IA450HP80 450 W - Página 3 - Energia - Clube do Hardware. O resultado do teste em si não foi ruim, mas diversos relatos de usuários começaram a surgir (veja os comentários) e, aparentemente, essa fonte pode explodir caso receba uma tensão AC um pouco mais baixa que o normal. Ela não é recomendada desde então. De qualquer forma, trata-se de um produto de projeto antiquado e sem PFC ativo. E, considerando que ainda é antiga, eu sinceramente pensaria em trocar.

Este meu artigo descreve como identificar fontes ruins e pode ajudar na sua escolha: https://www.clubedohardware.com.br/topic/1164033-tutorial-como-descobrir-se-sua-fonte-de-alimentação-é-bomba/

O Selo 80 Plus é um bom indicativo, mas não garante nada sobre uma fonte ser confiável ou não. Eles testam apenas a eficiência da fonte e não avaliam os fatores mais importantes que determinam se uma fonte é segura ou não. Além disso, mesmo a eficiência é avaliada de forma bem imprecisa e questionável. Tanto é que o Teclab já testou várias fontes aprovadas pela Ecova que não entregaram a eficiência prometida pelo Selo ou poderiam danificar o computador.

Este tópico aborda bem o assunto: https://www.clubedohardware.com.br/topic/1192309-esqueçam-o-80-plus-entenda-porque-a-certificação-é-questionável/

A certificação Cybenetics é muito superior.

2 Curtidas

Essa sua resposta foi de enorme importância, de verdade. Agradeço ao suporte, como também agradeço aos que também auxiliaram-me.

Ao que resta-me é nada mais, nada menos que aguardar para investir em uma nova.

1 Curtida