[DUVIDA] Quero sair do Windows, mas como?

Boa noite meu povo,

A anos sou cantado pela plataforma open source, sempre me fazendo querer maie e mais e mais então, já testei a forma de fazer dualboot, já testei diversas coisas pra saber se posso ir pra o linux, ainda sim meu principais programas que não consigo desapegar acabam me fazendo ficar, programas esses como.

  • 3DsMax 2018
  • Revit 2018
  • Sketchup
  • Autocad (posso mudar para o draftsing sem BO)
  • Corel Draw X8 (o inkscape não resolve tão bem, por que não compila muito bem minhas necessidades)
  • Photoshop (photogimp pra mim já é realidade)
  • Illustrator
  • Lumiun 8.5

Fora que ainda tem meus jogos, como CS: Global e LOL como os core que tão no meu pc sempre, entendo que o lutris consegue me fazer jogar esses jogos sem problemas, mas me sinto limitado e com medo sobre o desempenho que meu pc vai ter, por que sempre me ficam duvidas como:

  • Será que vai ter compatibilidade com meus hardwares? (sei que possui um banco de dados onde tem diversos drivers genéricos para eles)
  • Será que todos meus programas vão funcionar direito, mesmo com o wine? Por que sei que o wine só cria uma ponte pra se criar uma conversa, mas caramba os programas são tão cheios de problema até pra att.

Várias coisas me fazem querer largar do windows, mas queria saber o opinião do forum, por que por um tempo tentei usar o linux mint, por algum motivo ele crachou no meu pc que por sua vez me fez ficar mais afastado do mundo linux, o que me entristeceu por que é tão melhor e tão mais “simples” em diversas coisas.

Então queria a dica de vocês, qual o melhor sistema pra eu fazer partir de cabeça pra não ter problemas com meus programas e meus jogos, sendo que o resto posso ter alguma solução alternativa, qual me indicam?
Outra coisa, tenho visto tantos, falarem de debian, ubuntu e mint, mas não vejo as pessoas cotarem aqueles que me chamam atenção como: ZorionOS, POP!Os e Deepin, na opinião de vocês, por que ninguém parte pra eles e procura o mais do mesmo?

Alguém me ajuda a largar desses sistema, porque não aguento esses travamentos, e altos picos de uma CPU revoltada com o google Chrome kkkk’

2 Curtidas

Todas essas distros que você citou são boas. Pode experimentá-las sem medo. Mas sempre tem um ou outro detalhe que faz com que muita gente opte pelas mesmas. Talvez sejam o tamanho das comunidades, a familiaridade, etc.

Infelizmente, na tecnologia não tem como ficar pensando no “será”. O jeito é experimentar por um tempo para ver se você consegue se adaptar ao sistema e aos programas disponíveis. E só você poderá chegar à conclusão do custo x benefício, se valerá a pena ou não sair do windows.

Sobre jogos, não entendo muito, mas parece que no linux os jogos podem ter um desempenho levemente inferior, pelo que já vi o pessoal falando. E sobre o CS, ele já não tem disponivel nativamente para linux?

Enfim, boa sorte.

1 Curtida

Olá @xxxTario, tudo beleza?

Cara, seu dilema é o mesmo de 90% dos usuários de uma plataforma e que querem migrar para outra: como eu posso fazer tudo igual usando ferramentas diferentes?

Na minha opinião o que você quer talvez nunca aconteça ou pelo menos deve demorar muito, não importa se você está migrando de MacOS para Windows ou de Windows para Linux, você vai precisar aprender a usar aplicativos novos e fazer as coisas de uma forma um pouco diferente.

Minha dica é: foque no resultado e não na forma como você faz.

Se você quer realmente migrar, vai ter que fazer algumas mudanças no seu fluxo de trabalho, trocar algumas ferramentas, aprender coisas novas.

Eu uso Pop!OS na minha máquina de trabalho e no meu notebook há uns 3 meses e estou plenamente satisfeito e o pessoal acaba falando mais de outras distribuições porque elas tem uma base de usuários ativos muito maior.

Já viu o canal do Diolinux na Twitch?

Você está no melhor lugar possível para conseguir o seu desejo de migrar de plataforma, mas entenda que vai depender 99% de você.

:vulcan_salute:

2 Curtidas

É como foi dito: foque no resultado e não na ferramenta. Quando comecei em 2006, mantinha dualboot por conta do Corel e do Photoshop, mas quando tomei uma atitude “radical” e exclui a partição do Tela Azul, eliminei o acesso as ferramentas que me prendiam ao sistema e fui obrigado a aprender Gimp e Inkscape.

Te garanto que 13 anos depois, se eu tentar usar ferramentas proprietárias é que terei dificuldades e baixa produtividade.

Super recomendo vc dar uma nova chance ao Mint, que está cada vez melhor.

Migrei para o linux e não me arrependo, esse negocio de dual bot, para mim não funcionou, tive que ir só com linux e ai sim me adaptei de forma definitiva, depois de uns 4 meses usando só linux tentei usar windows de novo e parece que to com uma carroça.

largar o windows de vez vai depender praticamente de você,
como você citou os programas que usa, não compensa ter gastado uma grana pagando a licença dos mesmo e ir para o linux, visto que eles não tem suporte na plataforma e até mesmo uma alternativa gratuita não seja viável por conta de que talvez não entreguem a mesma qualidade que os seus programas.

se não conseguir rodar esses seus programas via wine com qualidade, melhor ficar no windows mesmo para não jogar dinheiro fora.

Se um dia achar alternativas a altura, mude sem medo, porque linux é uma maravilha