Distribuições para plataforma ARM

O complicado ano de 2020 trouxe um combo de noticiais que deixou muitos espantados.
Primeiro, e mais importante: a Apple anunciou que estava trocando os processadores Intel pelos da ARM.
Segundo: a compra da ARM pela Nvidia, no valor de U$ 40 bilhões.

Mas o que mais chamou a atenção foi a troca da Intel pela ARM, não pela AMD, que sempre foi sua rival (Cyrix nunca fez frente em se tratando de qualidade e desempenho. Era o famoso: você recebe pelo que pagou).

É interessante saber que os processadores ARM equipam boa parte dos smartphones com Andorid, além de microcontroladores, como Raspberry Pi e Arduino, muito usados para automação residencial e Internet das Coisas.

E para quem se interessou em saber quais distros Linux rodam nesse processador, criei um vídeos demonstrando as principais delas.
Destaco que é digno de nota, algumas para uso mais específico, como para jogos retrô e aplicações industriais.

3 Curtidas