[DICA] Todo o poder do "cat"

#1

Quase todo mundo que usa o comando cat só sabe que ele exibe o conteúdo do arquivo mas não é só isso que o “gatinho” pode fazer, cat vem de CATch que em inglês significa “pegar” (eu sei que pokemon veio a sua cabeça) e e bem isso mesmo, ele pega o conteúdo do arquivo e joga na sua tela, em um arquivo ou em outro comando, vamos para a prática:

1 . Enumere as linhas do arquivo:

A primeira coisa que você pode fazer é mostrar os números da linha, tem dois jeitos de fazer, o primeiro (passando o parâmetro -n ) você adiciona o número de todas as linhas, a segunda (passando o parâmetro -b ) você enumera todas as linhas que não estiverem em branco.

2 . Remova ninhas vazias repetidas

A segunda é bem útil se você tem uma saída de comando ou arquivo que tem várias linhas em branco repetidamente, passe o parâmetro -s para usar essa função

3 . Adicione um $ ao final da saída

Eu particularmente não gosto mas… passe o parâmetro -E

4 . Transforme todos os caracteres TAB em ^I

É um recurso útil se você quiser usar marcação com poucos caracteres, passe o parâmetro -T

5 . Mostre caracteres não imprimíveis

Existem caracteres que não são visíveis, esse comando mostra eles (ou pelo menos o código deles) passe o parâmetro -v

6 . Una vários arquivos

Essa é simples porém extremamente útil basta chamar o cat assim:
cat arquivo1 arquivo2 arquivo3 para exibir no terminal ou assim:
cat arquivo1 arquivo2 arquivo3 > arquivo_final para salvar em um arquivo

7 . Crie um arquivo com várias linhas

Essa é é muito útil para scripting porque permite fazer marcações personalizadas fazendo templates funciona assim:

cat <<EOF
linha 1
linha 2
linha 3

ultima linha
EOF > arquivo

Uma nota: esse mecanismo só funciona usando shell script no modo iterativo do bash isso não funciona, sorry


Espero que seja útil, se vir algo errado avise por favor, obrigado :heart: e até a próxima se der

4 Likes