Criando Partição HDD e SSD - Trial Boot

Olá galera eu tenho algumas dúvidas, no meu caso eu tenho 1 SSD com o Windows 10 instalado, 1 HD mecânico de 1TB vazio, eu irei particionar e instalar no HD mecânico o Ubuntu 20.04 e Pop!_OS 20.04, o que vocês recomendam? Eu criar 2 partições Swap para cada distro? Ou 1 partição SWAP serve para as 2 distro Linux? O o boot efi eu quero instalar no SSD para ser mais rápido na inicialização então só ficaria o boot do Linux na partição SSD que tem o Windows 10, será executado o Grub nessa partição é possível fazer isso? Ou é necessário instalar o boot efi na mesma unidade de montagem dos Sistema a / no meu caso no HD mecânico?

Eu recomendo instalar o linux no SSD, com o hd de 1 TB como um ponto de montagem para arquivos específicos, tipo jogos e outros arquivos pesados. (Bye bye windows!!! kkk)


Se vc efetivamente instalar no HD de 1 TB, eu recomendaria usar dois swaps, pois há espaço de sobra (swap de 10 G é 1% de 1 TB).


Funciona, mas vc não vai poder usar o recurso “Hibernar” em nenhuma das duas distribuições, bem como na instalação do segundo sistema não poderá formatar o swap (senão vc vai ter que reconfigurar o swap na primeira instalação).


Na verdade a velocidade dessa etapa será imperceptível, pois o GRUB ocupa menos de 1 MB. A diferença de tempo pra ler 1 MB no SSD pra 1 MB no HD é de milissegundos…


Sim.

Não é necessário.

2 curtidas

A primeira coisa a se pensar: qual é o tamanho do SSD? Dependendo disso, dá pra manter o Windows (vai que precisa - jogos, Adobe) e instalar mais uma distro, ou duas. Só pra se ter ideia, tem distro que funciona bem com 20 GB, outras pedem 40 GB pra funcionar. Num SSD de 120 GB, reservar 70 GB pro Windows e 50 pra outra distro (descontando o efi, que com 512 MB dá e sobra). Daí divide o HD pro D: do W10, a Swap e a Home e fica com muita folga. Lembrando que o Win, por padrão, não lê em ext4, mas tem programas que permitem ler a partição e copiá-la pra partição NTFS se for o caso. Já as distros Linux lêem normalmente em NTFS, mas tem umas precauções pra se poder mexer nelas (permissões de escrita, desligar o secure boot, hibernação etc)
Ah, se vai instalar duas distros Linux, pelo menos que elas sejam um pouco diferentes entre si, pra aprender a usá-las melhor. Por exemplo, Pop_OS e Kubuntu (ou KDE Neon) - mas essa é uma opnião minha. Se for apenas pra ter um plano B caso a distro principal tenha problemas, aí tua escolha procede…

1 curtida

Obrigado Rui, ficou claro agora, eu já tinha tinha as duas distro Linux que eu mencionei em meu notebok, porém ocorreu alguns problemas de bad blocks e eu tive que formatar meu HD mecânico, usei ferramentas e identifiquei que ele está 100% íntegro agora. Eu sempre tive essas dúvidas que foram sanadas. Um dia quem sabe adeus de vez do Windows, mas ainda não posso dizer isso. Muito obrigado!

1 curtida

Obrigado Rodrigo, você sabe informar quantos GB é necessário para instalar a distro do Fedora 33? Eu tenho curiosidade de usar essa distro no meu SSD que é de 500 GB, porém tenho muitos arquivos e programas instalados no Windows 10, além dos 1TB do HD mecânico eu tenho live no meu SSD há 147GB livre do total de 463 GB. O medo é de se der algum problema como eu informei na resposta anterior ao Rui que tive eu acabar corrompendo a unidade que está o Windows 10 que eu uso para trabalhar, por esse motivo que eu estou pensando em instalar apenas no HD.

1 curtida

Quem pode te dizer é o @anon58028541, ele usa Fedora… mas é bem recomendável mesmo usar os sistemas no SSD e deixar os arquivos no HD mecânico. Se for o caso, faça backup de tudo e reinstale geral - é o que farei

1 curtida