Converti a empresa a ser mais "open-source" agora preciso de ajuda

Galera eu trabalho em uma empresa de cursos livres e profissionalizantes a 3 anos, aqui eu já vi de tudo, desde cópia pirata do windows 7, server e 10 até tudo quanto é tipo de pirataria, a anos venho tentado falar para comprarem as licenças que isso além de antiético e injusto, é um crime horrível. No início desse ano entrei para o mundo Linux, e após instalar linux na minha máquina sugeri o sistema para que a empresa colocasse pelo menos nas máquinas de trabalho. Não consegui de imediato, mas depois de falar das vantagens, instalei nas máquinas da lanhouse, a missão agora é instalar a placa de cameras em um pc simples que usa a gv-800 para administrar um pequena quantidade de cameras, antes eu tinha o windows 7, agora temos o ubuntu 18.04 nessa máquina, alguém pode ajudar a fazer funcionar a gv-800 nessa máquina e administrar essas câmeras, se eu conseguir vamos mudar todas as máquinas de trabalho para linux, e futuramente quem sabe consigo um dual boot ao menos nas máquinas do laboratório de informática, para cursos voltados ao mundo opensource.

EDIT: Fotinha do sistema que acabou de ser instalado

4 Curtidas

Bom, procurando no Google achei isso aqui:

http://ncmaster.com.br/site/como-instalar-e-configurar-o-zoneminder-no-ubuntu-cftv-no-linux/

Veja se te ajuda ou pelo menos te da um caminho…

Edit:
Desde o Kernel 2…6.30 essa placa tem suporte, conforme podemos ver aqui: Linux_2_6_30 - Linux Kernel Newbies

3 Curtidas

Parabéns pela iniciativa.
Eu, teria feito um caminho diferente. Primeiro verificando se todas as necessidades da empresa são supridas pelas ferramentas OpenSource, para depois iniciaria uma migração, porém isso é apenas um ponto de vista.
Desejo boa sorte nesse trabalho.

7 Curtidas

“Você prefere com emoção ou sem emoção” :slight_smile:

Eu já participei de algumas migrações bem grandes e se com todo planejamento ainda encontramos uns “dinossauros” quando vamos à campo, imagina fazendo as coisas “na emoção”. Câmeras de monitoramento sempre são um desafio à parte, porque temos muito hardware ancestral que ainda é vendido no mercado como “novo”.

Além da sugestão do @AraujoCarlosEdu eu faria um teste com o OBS Studio também, se as câmeras puderem ser adicionadas como fontes seria possível fazer coisas bem legais com o OBS. Minha dúvida apenas é se o OBS está preparado para ficar gravando continuamente.

:vulcan_salute:t4:

3 Curtidas

Eu vi esse guia, mas o ubuntu 18.04 não reconheceu a placa na hora do comando “sudo dmesg | grep bttv”. Assim como os comandos acima deste no guia, nada surtiu efeito. No guia ele utilizou o ubuntu 10.10, será que devo instalar esta versão mais antiga para tentar fazer funcionar?

Não sei se o OBS detectaria algo tão pré histórico. Obrigado pela sugestão, irei tentar caso eu não obtenha sucesso com as outras alternativas.

1 Curtida

Pois é amigo, eu vi que é para uma versão mais antiga do Ubuntu…instalar essa versão e fazer um teste é uma ideia sim. Você perderá mais algumas horas…e pode dar certo.

2 Curtidas

Eu pensei bastante nisso, por exemplo, a lan house vivia com o famigerado “between” e lagava demais, mensagens de Windows pirata na tela 24h por dia, e os clientes comentando, e o diretor… cagava pra isso, enfim é um pc que devia ser feito apenas pra uso da internet, cheguei até usar shadow defender pra travar instalações e etc que pudessem modificar o sistema, mas ficava ainda mais pesado. Então por fim instalei um Xubuntu minimal com um tema bacana, coloquei só aplicativos office e navegador, e travei a barra, pronto. Já está a meses funcionando, Sobre o servidor de cameras, ele vinha reniciando o computador a dias no Windows 7 pirata, e esses dias o windows bugou e não tinha opção de desligar ou reniciar, e ai o Diretor praticamente, implorou pra eu colocar linux e tentar resolver o problema, a questão não é se as necessidades da empresa são apenas supridas, a oferta gera sua própria demanda, e a pirataria cria seus escravos, aqui tem muito o que mudar, no laboratório de informática, creio que seja mais difícil de aplicarmos o linux por causa da propagação do Windows e softwares específicos que as pessoas consideram melhores. Mas em todo resto da empresa, só usamos navegador, skype e softwares de office, nada impede de sair da pirataria, apenas é claro a mentalidade de que piratear é mais fácil que usar um software gratuito e excelente.

2 Curtidas

Vou tentar mais uma vez com o 18.04.03LTS se eu não tiver sucesso, irei tentar a versão mais antiga.

3 Curtidas

O inicio dessas migrações, geralmente, tem alguns contra tempos…mas depois eu acredito que ficará redondo!!

2 Curtidas

E aí @deusgone , cara uma sugestão que pode te economizar horas de trabalho " teste as coisas usando live-distros em pendrives" ao invés de ficar formatando repetidamente as máquinas. Ah… e sempre resolva um problema antes de tentar resolver o próximo, o foco vai te tornar muito mais assertivo.

Sobre sua placa de captura, pesquise nos releases do kernel se o módulo que essa placa usa não foi “depreciado” ou seja, perdeu o suporte por ser muito antigo ou por ser um hardware tão antigo que não cabia mais suporte pelo kernel.

Eu realmente faria um teste com uma distro mais recente como o 19.04 ou mesmo o 19.10 que será lançado em alguns dias. Normalmente o pessoal tem essa fixação por LTS mas o 19.04 é solidamente estável em todos os hardwares que eu testei até o momento, o que pode fazer ele quebrar é o usuário ficar entupindo o coitado de coisas e mexendo onde não deve.

:vulcan_salute:

1 Curtida

Vou tentar o livecd do próprio zoneminder que é o software para gerenciamento de câmeras, quanto ao ubuntu 19.04, tentei usar, mas dava kernel panic toda vez durante a instalação.

1 Curtida

Qual é o hardware que você está testando?

1 Curtida

Uma GV-800 em um Phenom II X4 com 4gb Ram.

1 Curtida

Essa GV800 é do tempo do onça, conforme eu havia suspeitado… possivelmente você vai precisar usar alguma flag especial no boot para poder usar esse hardware. É preciso pesquisar sobre qual módulo essa placa deveria carregar e ver em qual kernel/distro ele está disponível.

Sobre o processador, algumas versões mais antigas de AMD podem ser meio problemáticas realmente precisando de opções especificas na BIOS ou no bootloader. Nesse caso, infelizmente será o caso de fazer testes e mais testes até chegar em um resultado aceitável.

:vulcan_salute:

1 Curtida

Pelo que pesquisei ela usa o chip BT848. O kernel do debian 10 tem ele compilado como módulo. Talvez seja o caso de você adicionar o módulo na mão e ver se detecta (monitora: journalctl -b -f) (sobe o modulo: modprobe bt848) (verifica: lspci -kv) (lsmod)

Também pode ser que o modulo bttv já chame ela. Tenta subir antes o bttv e verifica o que acontece no log do sistema.

Aqui achei algumas informações sobre pessoas usando essa placa lá em 2008. Geovision GV800 - ZoneMinder Forums Não é possível que não funcinoe hoje em dia… o linux é bom justamente em manter compatibilidade com hardware antigo!

1 Curtida

Uma dica que pode te ajudar muito com aqueles que são resistentes a mudanças: veja se é possível colocar máquinas com mais memória para eles, instale o Mint série 18 com Cinnamon e aplique o tema do W10. O Dio fez um vídeo explicando os passos.

Porq o Mint série 18 e não a atual 19(.2, até o momento)? Até o exato momento, haviam algumas poucas incompatibilidades com o tema do W10, pra ser sincero, essas incompatibilidades são até irrelevantes, pois como foi dito no vídeo tutorial, acho que a barra superior do Nemo não fica perfeitamente igual a do concorrente. Mas é coisa que só pessoas mais atentas/chatas prestam atenção.

Quanto a distro e o DE: vai de Debian 10 com Xfce, removendo a dock inferior, mudando a barra superior para baixo e trocando o menu tradicional pelo Whysker Menu. Por mais que a pessoa não se importe com o OS, deixá-lo mais próximo ao que ela está acostumada é melhor no começo. Quando ela estiver mais consciente das vantagens do Linux, apresente outros DEs e lhe sugira escolher o que mais lhe agrada e o hardware suporte.

Não empurre o Gnome goela abaixo, deixe a pessoa escolher.

Como falou o @Daigo fiz algo assim esses dias só que com o Lubuntu:


Imgur
Imgur
A ISO do lubuntu só com as mods visuais 1.7Gb:

1 Curtida

Vejo que muitas pessoas que saem do Tela Azul por ódio tendem a adotar o Gnome, por sua aparência radicalmente diferente ao antigo sistema. Se vc gosta e sua máquina consegue rodá-lo com fluidez, ótimo!

Mas não vá querer empurrá-lo para quem está sendo “forçado” a migrar de OS. Não tenho números nem pesquisas para embasar minha afirmação, mas ouvi muitos criticarem o Gnome (na época, na série 2.X) por sua aparência “esquisita”. Inclusive em uma conversa informal com várias pessoas uns 4 anos atrás, chegamos a conclusão de que o Gnome foi um dos responsáveis por projetos como o Desktop Paraná e o Linux Educacional serem um fracasso.

Sobre o módulo… Você pode pegar o código-fonte de um kernel antigo que contenha esse módulo como opção, compilar, construir um pacote .DEB e instalar esse pacote nos computadores da empresa.

ela não subiu no bttv no 18.04 nem no 16.04, apenas no 10.04 mas como o mesmo não consegue mais baixar atualizações e pacotes, eu não tava conseguindo instalar mais o zoneminder, está sendo uma verdadeira luta.