Containers no Linux?

Uma coisa que sempre me perguntei, é se é possível rodar apps feitos para uma distribuição em outra usando os famosos containers. Por exemplo, eu queria ver de testar o Anbox mas ele só funciona decentemente no Ubuntu e a minha distro é o openSUSE Tumbleweed. Máquina virtual não é uma opção quando se trata do meu hardware e não disponho de espaço extra para um dual boot. Já tenho que fazer malabarismo com o espaço que tenho atualmente, imagina fazer mais uma partição só para rodar o Ubuntu. Então estava pensando se não é possível fazer isso com o docker. Só que não faço a menor idéia de como configurar e dar deploy. Sou bem novato nisso.

1 Curtida

Normalmente containers trazem essa possibilidade, mas não quando o programa depende de uma outra versão do kernel que não a que está rodando.

No seu exemplo, o Anbox precisa de dois módulos de kernel dele, projetados para o kernel do Ubuntu. Containers não são capazes de emular o kernel do Ubuntu para o Anbox.

1 Curtida

Então qual seriam os casos os quais containers seriam interessantes em usar? Não tive problemas para encontrar pacotes para o Tumbleweed fora alguns que tive que instalar versões em flatpak ou snap como o Riot ou o Glimpse. Só que esses não funcionam com o menu global do Plasma e imagino que containers docker também não ou esse não seria o caso?

1 Curtida

Você está usando containers agora mesmo. Flatpak e Snap são containers de Fedora e Ubuntu (respectivamente) adaptados. Para um usuário comum, containers seriam úteis quando não tem esses pacotes facilitados (como programas proprietários). E realmente, não pega menu global, ao menos na minha experiência com o Davinci Resolve em um container de CentOS.

1 Curtida

Tá aí uma coisa que eu adoraria ver recebendo uma implementação pela parte de Snaps e Flatpaks, essa parte de menu global. Eu curto essa idéia de containers e se não me engano, é a forma a qual o Windows 10X iria rodar os .exe que todos estão tão acostumados. Mas agora falta ter uma melhor integração com o sistema para não parecer um alienígena, segundo alguns. No meu caso foi só instalar o gtk-common-themes em Snap e já resolvia a parte de estar tudo em Adwaita. Agora falta ver um esforço para exportar appmenus e usar o Breeze-GTK mais recente.

1 Curtida