Contagem de pacotes e diferença dele entre distros

Olá pessoal, não sei se há algum artigo a respeito, mas porquê algumas diferentes distros com os mesmos recursos, DE, programas etc. Têm o menor número de pacotes se comparado a outras?

Exemplo disso é um linux mint com cinnamon e um arch linux com cinnamon e mesmos programas.

Imagino que isso não influencia no geral e que é devido a como cada sistema de empacotamento gerencia suas dependências, mas caramba a base ubuntu é a que mais usa a contagem de pacotes?

Obrigado pela leitura

1 Curtida

Acertou na mosca

Na verdade, é a base Debian (e por consequência o Ubuntu), eles tem uma filosofia de fragmentar os pacotes, ou seja mais pacotes pré instalados no geral significa menos coisas no computador, exemplo, no Debian temos os pacotes:

  • gir1.2-gtk-3.0
  • gtk-3-examples
  • gtk-update-icon-cache
  • libgail-3-0
  • libgail-3-dev
  • libgail-3-doc
  • libgtk-3-0
  • libgtk-3-0-udeb
  • libgtk-3-bin
  • libgtk-3-common
  • libgtk-3-dev
  • libgtk-3-doc

Na maioria das distros esses pacotes são fusionados assim (passe o mouse pra ver):

  • gtk-3-examples
  • gtk-update-icon-cache
  • gail-3-0
  • gail-3-devel
  • gail-3-doc
  • gtk3-0
  • gtk-3-devel
  • gtk-3-doc
2 Curtidas

Obrigado pela resposta, acredito que o melhor do quê se preocupar com a quantidade de pacotes, seria aprender sobre como funciona cada gestor de pacotes. Vou tentar instalar um arch linux novamente na máquina pra saber como funciona o sistema de pacotes arch, e na real não aguento mais Debian kkkk