Como rodar o SIHORE no Linux? (programa com chave por hardware)

Boa noite. Não conheço muito o Linux mas já sei que ele é o futuro. Uso há uns seis anos de forma ainda bastante amadora. Mas do alto dos meus 60 anos nao sei se terei tempo de ir além. Gostaria que alguem me ajudasse numa duvida que me maltrata muito. Sou aposentado e hoje me dedico a HOMEOPATIA na qual sou terapeuta. No universo da Homeopatia usamos programas chamados de REPERTORIZAÇÃO que facilitam nossa vida e tem um: SIHORE no qual tenho muita experiencia e facilidade mas que só roda no windows!!! Alguem dira: instale o Wine, já fiz. O problema é que o programa tem uma senha ou chave que esta no “pendrive de instalação”. Então o programa só roda se voce informar a porta usb onde esta espetado. E isso nao consegui resolver. Ja mandei até um email para o Dr Favilla que é medico homeopata e que tambem desenvolveu o programa pedindo para ele fazer uma versão para Linux, mas sem resposta ate então. Alguns colegas Homeopatas que sabem do conhecimento que tenho do programa vem me pedindo para dar curso online… Quero fazer mas se eu nao arrumar uma solução Linux seria “”""""“obrigado”"""" a comprar SIC SIC ARGH um windows para poder fazer isso. Me ajudem por favor. Grande abraço a todos e todas.

Pelo jeito do programa que vc quer rodar, que depende de uma interface com um hardware, provavelmente somente será possível no windows…

O que pode ser feito é, dependendo da potência da sua máquina, criar uma máquina virtual (VM), instalar o windows e rodar o programa nesta VM, passando o controle do dispositivo USB para o windows. Aí vc usa esse windows virtual com todas as restrições de não estar ativado, mas vai funcionar o seu programa. Espero que ele não precise de aceleração gráfica, senão o problema se complica.

1 Curtida

Boa noite amigo. Obrigado, essa é uma dica importante que vou tentar, mas preciso primeiro aprender sobre Maquina Virtual e eu quero aprender. Abraços.

Também creio que essa deva ser a melhor solução pra esse problema. Já resolvi um problema semelhante, porém no Mac OS, dessa forma. Já faz algum tempo mas foi a única solução na época.